Engenharia Mecatrônica: curso, profissão e mercado de trabalho

Quer carimbar o passaporte para o futuro da tecnologia? O curso de graduação em Engenharia Mecatrônica está na fronteira do conhecimento e da inovação tecnológica. Veja abaixo o que se estuda, como é a profissão e o mercado de trabalho.

Olhe ao redor. Estamos cercados pela tecnologia, concorda? Smartphones, equipamentos fotográficos, aviões, drones e uma infinidade de soluções para as atividades humanas estão no dia a dia das pessoas. Nesse cenário, um profissional cada vez mais requisitado é o que se forma no curso de graduação de Engenharia Mecatrônica.  Por isso, veja agora um pouco mais sobre a carreira em Engenharia Mecatrônica. Pode ser uma boa para você!

Quem é o engenheiro mecatrônico?

Ao contrário do imaginário popular, o engenheiro mecatrônico não passa a vida criando robôs sem utilidade no curto prazo. Seus conhecimentos de mecânica, eletrônica e ciência da computação são requeridos nas mais diversas indústrias de base tecnológica. Por cobta disso, os interessados na graduação em Engenharia Mecatrônica precisam gostar muito de matemática e física. Ter uma grande capacidade de trabalho em equipe também é fundamental.

Engenharia Mecatrônica: curso, profissão e mercado de trabalho

O curso de graduação em engenharia mecatrônica

A Engenharia Mecatrônica também é chamada de Engenharia de Controle e Automação em algumas universidades. O curso é basicamente o mesmo, podendo diferenciar apenas no enfoque: a Engenharia de Controle e Automação é mais voltada para a área elétrica.

Até pouco tempo, as disciplinas de Controle e Automação faziam parte da grade curricular dos cursos de Engenharia Elétrica e Eletrônica. Com o crescimento dessa área específica, se fez necessária a criação de um curso voltado a se aprofundar nos conceitos e nas práticas.

Na universidade, o aluno de Engenharia Mecatrônica aprende a aplicar e gerenciar os processos computadorizados da produção industrial. Também aprende a identificar as necessidades de cada área para implementar e otimizar a automação no processo produtivo. Além disso, desenvolve habilidades para o desenvolvimento de máquinas e softwares para fins comerciais e residenciais.

Geralmente, o curso de Engenharia Mecatrônica tem duração de cinco anos. As disciplinas que geralmente são encontradas nos cursos de Engenharia Mecatrônica são Cálculo; Desenho Técnico Mecânico; Desenvolvimento de Produtos Mecatrônicos; Física, Eletricidade e Estática; Equações Diferenciais Ordinárias; Elementos de Máquinas, Automação e Software; Instrumentação e Sistemas de Medidas; Química Geral e Experimental; Mecânica dos Sólidos e Termodinâmica.

O estágio no curso de Engenharia Mecatrônica é obrigatório. A melhor época para iniciar este tipo de atividade é no quinto semestre de curso. É comum grandes empresas buscarem na universidade os grandes talentos da área.

Dica 1 : Veja as notas de corte dos cursos nas universidades públicas que participam do Sisu:https://blogdoenem.com.br/notas-corte-universidades

Engenharia Mecatrônica: curso, profissão e mercado de trabalho

5 cursos de graduação em Engenharia Mecatrônica com nota 5 no Enade

O conceito do Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) leva em conta uma série de critérios, como: o desempenho dos estudantes do curso em uma prova realizada anualmente, o corpo docente, a infraestrutura, os recursos didático-pedagógicos, além dos programas de pós-graduação. Todos são sintetizados em um único indicador, que varia de 1 a 5. Os cursos com nota acima de 3 são considerados satisfatórios pelo Ministério da Educação.

  • Universidade Estadual de São Paulo (USP);
  • Universidade Federal de Uberlândia (UFU);
  • Universidade de Brasília (UNB);
  • Universidade Federal de São João Del-Rei (UFSJ);
  • Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).

Quer conhecer outros cursos de Engenharia Mecatrônica com conceito 5 ou checar o conceito de cursos de outras instituições do país? Acesse http://emec.mec.gov.br/ e faça a busca por estado no mapa ou a busca textual pelo nome da instituição, pelo nome do curso, conceito no Enade e muitos outros critérios!

Engenharia Mecatrônica: curso, profissão e mercado de trabalho

O mercado de trabalho para o engenheiro mecatrônico

O crescimento do uso de robôs e bases tecnológicas em substituição do trabalho braçal demonstra um caminho de grande crescimento do mercado para engenheiros mecatrônicos. A tendência é que os profissionais cada vez mais precisem de conhecimentos em liderança de equipes e gerenciamento de projetos. Por isso, o ideal é procurar uma pós-graduação específica para gerenciamento, como um MBA, por exemplo.
O salário médio inicial do engenheiro mecatrônico é R$ 4,5 mil. No auge da carreira, o ganho mensal chega a R$ 10 mil.

Confira o vídeo que a Unicesumar produziu sobre o curso de Engenharia Mecatrônica:

Dica 2: Você sabe quando usar o gerúndio? Veja aqui para não perder pontos em Gramática e também na Redação Enem: https://blogdoenem.com.br/redacao-gramatica-gerundio/

O perfil do profissional após a formação

O recém-formado em engenharia mecatrônica encontra pela frente um mercado aquecido. Os empregos na área concentram-se na indústria de transformação, como fábricas de automóveis, hidrelétricas, fábricas de medicamentos e siderúrgicas. O bacharel em Engenharia Mecatrônica também pode atuar com desenvolvimento de softwares.

É imprescindível que o engenheiro mecatrônico esteja sempre atento às novidades que surgem no mercado. Acompanhar as mudanças e o desenvolvimento tecnológico garante o bom rendimento profissional.

Dica 4: Conquiste os avaliadores da redação do Enem em cinco passos! https://blogdoenem.com.br/redacao-conquistar-avaliadores