Quando e como usar (ou evitar) o Gerúndio – Redação e Gramática

Estude o Gerúndio e saiba como aplicá-lo em sua redação no Enem e no vestibular. Assista a uma videoaula gratuita e aproveite as dicas da professora Amanda Nascimento.

Você já atendeu a alguma chamada de Call Center em que a operadora conversa com foco em tentar convencer pelo aceite a um cartão de crédito? Se ainda não, pode acreditar que a tentativa de diálogo começa mais ou menos assim:

 “Bom dia! Aqui quem fala é Maria, em nome do banco ‘tal’. Eu gostaria de estar lhe oferecendo uma promoção do nosso cartão de crédito. Nós estamos entrando em contado com o senhor e passando todas as informações para que o senhor esteja avaliando a qualidade e a oportunidade dos nossos serviços…”.

Gerúndio

Exemplos como este são chamados de gerundismo, que é o uso indiscriminado do gerúndio. Mas não quer dizer que não temos situações em que podemos empregar o Gerúndio. Preste atenção neste post e confira as situações em que o Gerúndio pode ser usado.

Afinal o que é Gerúndio? Pois bem, o Gerúndio é uma forma nominal do verbo. Isso significa que o Gerúndio não possui flexão de tempo e modo, perdendo algumas características de verbo e ganhando algumas características de nome (substantivo, um adjetivo ou advérbio). No caso do gerúndio ele pode funcionar como um advérbio. Veja nestes exemplos:

Finalizando o projeto, vamos comemorar.

Sorrindo, ela cantava todos os dias.

Assista agora a uma excelente aula gratuita sobre Gerúndio, do curso Meritus online. Confira os casos em que você pode e que você não pode utilizar o Gerúndio. Uso correto vale pontos na Redação nos vestibulares ou no Enem. Já o uso indevido pode derrubar a nota da sua redação:

Dica 1: Redação Enem – Tire dúvidas sobre Regência verbal com aula grátis: https://blogdoenem.com.br/redacao-enem-regencia-verbal/

O Gerúndio indica um processo verbal não finalizado.  Isto quer dizer que o uso do gerúndio ocorre para representar uma ação contínua. Trata do que está, esteve ou estará em andamento. Veja neste novo exemplo: Eu estava telefonando para você, agora mesmo…

Você também pode utilizar corretamente o Gerúndio para expressar duas ações simultâneas. Observe nesta oração: Eu estava cozinhando, enquanto te esperava para jantar.

O gerúndio pode aparecer sozinho ou em tempos verbais compostos: Quando utilizado sozinho, o gerúndio adquire a função de advérbio: Tempo composto (com verbo auxiliar): Estava tomando banho. Gerúndio sozinho (advérbio de tempo): Concluindo a tarefa, pode ir brincar.

Qual a fórmula do gerúndio?

É simples: O verbo no gerúndio é composto pela raiz do verbo + ‘ndo’:

DORMIR = dorm+ ndo = domindo
FAZER = faz + ndo = fazendo
AMAR = ama+ ndo = amando

Dica 2: Redação Enem: Revisão sobre Pronomes Relativos com aulas grátis: https://blogdoenem.com.br/redacao-enem-pronomes-relativos/

Onde colocar o Gerúndio na frase?

O gerúndio possui certa flexibilidade quanto a sua disposição na frase. Ele pode ser colocado antes da oração principal, ao lado do verbo principal ou mesmo após a oração principal. O que influencia é a intenção de comunicação que se pretende com o seu uso, como você pode ver nos exemplos:

Antes da oração principal: Terminando a novela, vamos dormir. Neste caso, o gerúndio indica uma ação anterior à oração principal.

Ao lado do verbo principal: A menina estava pulando corda. No exemplo, o gerúndio indica uma ação simultânea à ação principal.

Após a oração principal: Por terminar o namoro, Maria estava chorando. Já neste caso, o gerúndio indica uma ação posterior à ação principal.

Gerundismo: Geralmente, encontramos o gerundismo em situações em que tentamos reforçar uma ideia de continuidade para uma ação no futuro. É uma transformação desnecessária de um verbo conjugado em um verbo no gerúndio, exemplo: Vamos estar encaminhando o documento. Frase escrita corretamente (sem gerundismo): Vamos encaminhar o documento.

Para compor esse post sobre gramática e redação, pesquisamos o assunto Gerúndio no portal da revista Exame, que publicou uma reportagem sobre o tema, e no site e Info Escola. Confira os links:
http://exame.abril.com.br/carreira/noticias/como-usar-o-gerundio-corretamente-sem-virar-gerundismo
http://www.infoescola.com/portugues/gerundio/

Dica 3: Redação Enem: Você sabe o que é Coesão Textual? Aulas grátis aqui: https://blogdoenem.com.br/redacao-enem-gratis/
Amanda Enem Literatura
Este post foi elaborado por Amanda Nascimento. Ela é formada em jornalismo pela Unisul. Atualmente é acadêmica do curso de Letras – Português e Literaturas, na Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC, editora de revistas, e colaboradora do Blog do Enem. Amanda está aqui no Facebook: https://www.facebook.com/amanda.nascimento.9066 .