Farmácia – Tudo sobre o curso, a profissão e o mercado de trabalho

Antes de escolher sua profissão, veja aqui como é o mercado de trabalho, quais são as principais disciplinas do curso de graduação em Farmácia, e as perspectivas de salário e emprego.

Se você adora aulas feitas em laboratório, tem curiosidade em descobrir a fórmula que está por trás de cada produto e gosta das aulas de química, fazer o curso de graduação em Farmácia pode ser a profissão ideal para você.

O farmacêutico é o profissional que estuda os mais diversos tipos de medicamentos, a forma como eles são vendidos e usados, como eles agem no organismo, qual a dosagem ideal e em que medida a quantidade ingerida passa a ser tóxica. É muita responsabilidade. Pense nisso antes de optar pelo curso de graduação em Farmácia no vestibular, no Sisu, ou no Prouni.

A forma como o nosso organismo elimina a medicação também é avaliada por esses profissionais. Além disso, a análise do conteúdo da vacina e de várias outras substâncias químicas também e feita por eles. Tudo isso você estuda no curso de graduação de Farmácia.

O curso de graduação em Farmácia

Você está preparado para continuar estudando física, química e biologia depois do ensino médio? Essas disciplinas serão bastante aprofundadas nesse curso. Serão, no mínimo, quatro anos de estudo intenso e muita dedicação.

Boa parte do curso de graduação em Farmácia tem um viés bastante prático. Prepare-se para passar a maior parte do tempo em laboratórios. Durante esse período, você irá estudar diversos tipos de drogas e suas ações no organismo.

Nos últimos semestres, o acadêmico tem a oportunidade de realizar estágios em farmácias comerciais, farmácias hospitalares ou em laboratórios farmacêuticos. Essas oportunidades servem para treinar e aperfeiçoar tudo o que foi apreendido durante o curso.

Confira as principais disciplinas do curso de Farmácia

  • Anatomia; Biologia; Química Geral e Inorgânica; Química Orgânica; Química Analítica; Botânica; Parasitologia e Patologia; Microbiologia e Imunologia; Físico-química; Farmacodinâmica.

Farmácia - Curso, Profissão e Mercado de Trabalho Farmácia - Curso, Profissão e Mercado de Trabalho Farmácia - Curso, Profissão e Mercado de Trabalho Farmácia - Curso, Profissão e Mercado de Trabalho

A profissão de farmacêutico

O farmacêutico atua auxiliando os demais profissionais da saúde ao oferecer formas de tratar as diversas enfermidades. Para conseguir exercer esse trabalho com excelência, estuda-se a formulação dos mais diversos medicamentos. A pesquisa também faz parte o dia a dia desses profissionais.
A cada semestre, novos e melhores medicamentos surgem com o intuito de aumentar o bem-estar da população e são os farmacêuticos os profissionais responsáveis por todas essas evoluções.
Quem tem graduação em Farmácia também pode atuar no ramo de cosméticos e realizar testes em laboratórios, fazer análises clínicas, toxicológicas, físico-químicas e biológicas.

Como você pode ver, a profissão de farmacêutico é mais abrangente do que parece. Isso amplia o leque de oportunidades do recém-formado que pode trabalhar em diversos lugares como hospitais, drogarias, laboratórios e clínicas.

E ainda pode optar por seguir o ramo das pesquisas clínicas ou seguir a carreira acadêmica e dar aulas para cursos técnicos, em universidades e indústrias de cosméticos. Então, se você ainda não escolheu o curso para o vestibular, o Sisu ou o Prouni, pense em Farmácia também.

Dica 1 – Quer mandar bem no Enem e no vestibular? Estude com as apostilas e aulas gratuitas que o Blog do Enem selecionou para você.

Para aqueles que têm a oportunidade de estabelecer uma parceria ou mesmo abrir o próprio negócio, há ainda a possibilidade de empreender. O farmacêutico pode tanto abrir uma farmácia de manipulação quanto uma fábrica própria de medicamentos e cosméticos. E como todo setor, é possível inovar e criar um negócio inovador.

O mercado de trabalho

Nas últimas décadas, o aumento do poder de consumo do brasileiro aqueceu o mercado de cosméticos e quem se deu bem nesse novo cenário foram os farmacêuticos. Embora a concorrência seja grande, há muita demanda para esse profissional. Além disso, é obrigatório que toda drogaria tenha um farmacêutico presente. Essa exigênciaamplia a necessidade de profissionais formados nessa área.

O salário inicial oscila bastante de acordo com o local de trabalho. Em farmácias e drogarias, a média é de R$ 2.100,00. Nas indústrias o valor pode ser um pouco menor. Já em hospitais, dependerá das funções atribuídas a esse profissional, podendo chegar a 5 mil reais.

O que levar em conta na hora de escolher um curso de graduação

Escolhido o curso, chega a hora de pesquisar sobre as instituições de ensino que disponibilizam o curso de Farmácia.  Todo curso de ciências da saúde necessita de uma estrutura laboratorial adequada.
Certifique-se de que sua futura faculdade oferece todos os recursos necessários para formar um bom profissional.  Afinal, é o seu futuro que está em jogo. Uma forma de verificar a qualidade da instituição é pesquisar o desempenho dos cursos nos testes realizados pelo Ministério da Educação (MEC). Os dados sobre todas as instituições de ensino superior do País estão disponíveis no site do MEC. Além de consultar índices de desempenho, é interessante acessar o site da instituição. Verifique se a grade curricular está atualizada e se os futuros professores estão preparados o bastante.

E aí, pronto para entrar na faculdade de Farmácia? Se esse ainda não é o seu curso, clique aqui e consulte nosso Guia de profissões.

Este post foi escrito por Milena Godoy. Ela é medica veterinária formada pela Universidade Federal do Paraná (UFPR). Atuou por mais de nove anos com clínica médica de grandes animais, fazendo uso dos mais diferentes fármacos em sua rotina diária. Twitter profissional: @vetempregos