Faltam:
para o ENEM

Fisioterapia – Tudo sobre o curso, a carreira e o mercado de trabalho

Já pensou em cursar Fisioterapia? O Blog do Enem traz informação para te ajudar a decidir se essa é a escolha certa para você!

 

Fisioterapia é o conjunto de técnicas utilizados no tratamento e na prevenção de doenças e lesões. O papel do fisioterapeuta é prevenir, diagnosticar e tratar disfunções do organismo humano causadas por acidentes, má-formação genética ou vício de postura. Para isso, o profissional utiliza massagens e ginástica, visando restaurar e desenvolver a capacidade física e funcional do paciente. Também auxiliam nos tratamentos de fisioterapia a água, o calor, o frio e aparelhos especiais.

O principal trabalho do fisioterapeuta é reabilitar seus pacientes, fazendo com que voltem a sua situação anterior, como andar, respirar e fazer movimentos. Esse profissional trabalha com lesões, independente de onde estejam localizadas. Tal trabalho pode ser desempenhado em hospitais públicos e particulares, consultórios e a domicílio.

Além dos pacientes em recuperação devido à acidentes e portadores de distúrbios neurológicos, cardíacos e respiratórios, o profissional de Fisioterapia trabalha também com gestantes, idosos, crianças e portadores de deficiência física ou mental.

Como anda o mercado de trabalho para Fisioterapia?

Atualmente, o mercado de trabalho para fisioterapeutas está mais aquecido em duas áreas específicas: na Fisioterapia esportiva e no atendimento à domicílio. Segundo a fisioterapeuta do Hospital Santa Catarina, Daniela Lucchesi Prado, ouvida pelo G1, as duas áreas têm tido crescimento na procura por profissionais. A fisioterapia esportiva se destaca pela necessidade cada vez maior dos atletas de se reabilitar de lesões. O fisioterapeuta atua diretamente no gesto motor que a pessoa pratica. “É uma área nova. Há pouca gente especializada”, disse Daniela.

Daniela também explica que faltam profissionais no mercado de fisioterapia em geral. “Há dois anos sobrava gente. Nesse período, foram abertos muitos concursos públicos e os profissionais se empregaram. Agora começa a faltar fisioterapeuta. O que precisa é o profissional ser valorizado, como em todas as áreas da saúde”, afirmou. O salário inicial do setor gira em torno de R$ 1.500. Já quem atende em casa pode cobrar cerca de R$ 80 por sessão. “Há previsão de melhora nos salários em médio prazo”.

O Sudeste concentra o maior número de vagas para fisioterapeutas, mas a concorrência é grande. Um profissional formado nessa área tem maiores chances de conseguir um emprego nas regiões Norte e Nordeste.

SALÁRIO INICIAL: R$ 1.870,00 (30 horas semanais) –  fonte: Federação Nacional dos Fisioterapeutas e Terapeutas Ocupacionais. 

A graduação em Fisioterapia

A base do currículo do curso de Fisioterapia é constituída pelas disciplinas de Ciências Biológicas e da área da saúde. Assim, espere muita aula de biologia, anatomia, fisiologia, patologia e histologia, principalmente no primeiro dos quatro anos de graduação. O aluno também estuda saúde pública, recursos terapêuticos manuais, neurologia, ortopedia e traumatologia. A partir do segundo ano, aumenta a carga de aulas práticas, nas quais se aprendem técnicas de tratamento como a massoterapia (massagem) e termoterapia (aplicação de calor ou frio). O estágio é obrigatório no último ano e, normalmente, feito em clínicas das próprias faculdades.

E depois de formado?

O Guia do Estudante preparou uma lista com as opções de caminhos que o estudante de Fisioterapia pode seguir depois de formado. Confira a lista abaixo e veja se algum desses caminhos combina com os objetivos de vida que você tem:

Atendimento domiciliar

Tratar pacientes que necessitam de cuidados mais intensivos, mas que não tenham indicação para internação hospitalar.

Cardiologia e Pneumologia

cuidar de pacientes nas fases pré e pós-operatória. Prevenir e tratar doenças respiratórias e cardíacas, além de reabilitar doentes, prescrevendo e aplicando exercícios ligados aos aparelhos respiratório e circulatório.

Dermatologia

Aplicar massagens e aparelhos de raios infravermelhos, ultravioleta e laser para reduzir lesões e acelerar a cicatrização de queimaduras e cortes cirúrgicos.

Estética

Aplicar técnicas como massagem em pacientes póscirurgia plástica e pós-cirurgia de recuperação da mama.

Fisioterapia do trabalho

Prevenir e tratar doenças relacionadas com o trabalho, como as lesões causadas por esforço repetitivo (lEr).

Fisioterapia esportiva

Prevenir e reabilitar lesões em atletas e em praticantes de atividades esportivas.

Grupos especiais

Estimular os músculos de quem sofre limitações de movimento, como idosos e portadores de deficiência física.

Indústria de equipamentos

Pesquisar, desenvolver e testar equipamentos para uso em terapia.

Neurologia adulta

Auxiliar na reabilitação dos pacientes que tiveram derrame cerebral, paralisia e traumatismo de coluna e crânio.

Neurologia pediátrica

Auxiliar na reabilitação dos portadores de patologias e síndromes típicas de criança, como paralisia cerebral e síndrome de down.

Ortopedia e Traumatologia

Acelerar a recuperação de movimentos e reduzir dores de pacientes com fraturas, traumas ou luxações. prevenir e reabilitar lesões da coluna vertebral e das articulações causadas por postura incorreta ou esforço repetitivo.

Programa de saúde da Família

Prevenir e tratar doenças e reabilitar pacientes em unidades básicas de saúde e em domicílio.

Terapia intensiva

Tratar pacientes críticos internados em utis, aplicando técnicas para reabilitação respiratória, neurológica e do aparelho musculoesquelético.

ONDE ESTUDAR? (CURSOS QUE FORAM CLASSIFICADOS COMO 5 ESTRELAS PELO GUIA DO ESTUDANTE)

– Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) – Recife,PE

– Universidade Estadual de Londrina (UEL) – Londrina, PR

– Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) – Natal, RN

– Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) – Santa Maria, RS

– Universidade de São Paulo (USP) – Ribeirão Preto, SP

– Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) – Santos, SP

– Universidade Federal de São Carlos  (UFSCar) – São Carlos, SP

– Universidade de São Paulo (USP) – São Paulo, SP

Tá decidido, é Fisioterapia o curso? Não, então clique aqui e conheça nosso Guia de Profissões.