Fisioterapia – Tudo sobre o curso, a carreira e o mercado de trabalho

Já pensou em cursar Fisioterapia? O Blog do Enem traz informação para te ajudar a decidir se essa é a escolha certa para você!

Fisioterapia é o conjunto de técnicas utilizados no tratamento e na prevenção de doenças e lesões. O papel do fisioterapeuta é prevenir, diagnosticar e tratar disfunções do organismo humano causadas por acidentes, má-formação genética ou vício de postura.

Para isso, o profissional utiliza massagens e ginástica, visando restaurar e desenvolver a capacidade física e funcional do paciente. Também auxiliam nos tratamentos de fisioterapia a água, o calor, o frio e aparelhos especiais.

O principal trabalho do fisioterapeuta é reabilitar seus pacientes, fazendo com que voltem a sua situação anterior, como andar, respirar e fazer movimentos. Esse profissional trabalha com lesões, independente de onde estejam localizadas. Tal trabalho pode ser desempenhado em hospitais públicos e particulares, consultórios e a domicílio.

Além dos pacientes em recuperação devido a acidentes e portadores de distúrbios neurológicos, cardíacos e respiratórios, o profissional de Fisioterapia trabalha também com gestantes, idosos, crianças e pessoas com deficiência física ou mental.

Como anda o mercado de trabalho para Fisioterapia?

Atualmente, o mercado de trabalho para fisioterapeutas está mais aquecido em duas áreas específicas: na Fisioterapia esportiva e no atendimento à domicílio. Segundo a fisioterapeuta do Hospital Santa Catarina, Daniela Lucchesi Prado, ouvida pelo G1, as duas áreas têm tido crescimento na procura por profissionais. A fisioterapia esportiva se destaca pela necessidade cada vez maior dos atletas de se reabilitar de lesões. O fisioterapeuta atua diretamente no gesto motor que a pessoa pratica. “É uma área nova. Há pouca gente especializada”, disse Daniela.

Daniela também explica que faltam profissionais no mercado de fisioterapia em geral. “Há dois anos sobrava gente. Nesse período, foram abertos muitos concursos públicos e os profissionais se empregaram. Agora começa a faltar fisioterapeuta. O que precisa é o profissional ser valorizado, como em todas as áreas da saúde”, afirmou. O salário inicial do setor gira em torno de R$ 1.500. Já quem atende em casa pode cobrar cerca de R$ 80 por sessão. “Há previsão de melhora nos salários em médio prazo”.

O Sudeste concentra o maior número de vagas para fisioterapeutas, mas a concorrência é grande. Um profissional formado nessa área tem maiores chances de conseguir um emprego nas regiões Norte e Nordeste.

SALÁRIO INICIAL: R$ 1.870,00 (30 horas semanais) –  fonte: Federação Nacional dos Fisioterapeutas e Terapeutas Ocupacionais. 

A graduação em Fisioterapia

A base do currículo do curso de Fisioterapia é constituída pelas disciplinas de Ciências Biológicas e da área da saúde. Assim, espere muita aula de biologia, anatomia, fisiologia, patologia e histologia, principalmente no primeiro dos quatro anos de graduação. O aluno também estuda saúde pública, recursos terapêuticos manuais, neurologia, ortopedia e traumatologia. A partir do segundo ano, aumenta a carga de aulas práticas, nas quais se aprendem técnicas de tratamento como a massoterapia (massagem) e termoterapia (aplicação de calor ou frio). O estágio é obrigatório no último ano e, normalmente, feito em clínicas das próprias faculdades.

Os melhores cursos de Fisioterapia do Brasil

Confira abaixo as instituições públicas de ensino que possuem cursos de Fisioterapia avaliados com conceitos 4 ou 5 no Enade (Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes).

O Enade leva em conta uma série de critérios, como: o desempenho dos estudantes do curso em uma prova realizada anualmente, o corpo docente, a infraestrutura, os recursos didático-pedagógicos, além dos programas de pós-graduação. Todos são sintetizados em um único indicador, que varia de 1 a 5.

Os cursos com nota acima de 3 são considerados satisfatórios pelo Ministério da Educação. Aqui, consideramos os melhores cursos com aqueles avaliados com conceito 4 ou 5 no Enade.

Conceito 5

  • Universidade Federal de São Carlos (Ufscar)
  • Fundação Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc)
  • Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN)
  • Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF)
  • Universidade Federal de Pernambuco (UFPE)
  • Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)
  • Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM)
  • Universidade do Estado da Bahia (UNEB)
  • Universidade Federal de São Paulo (Unifesp)
  • Universidade Federal de Sergipe (UFS)
  • Universidade de Brasília (UnB)
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)
  • Fundação Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA)
  • Universidade Federal de Alfenas (UNIFAL-MG)
  • Universidade Federal do Ceará (UFC)

Conceito 4

  • Universidade Estadual de Londrina (UEL)
  • Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas (UNCISAL)
  • Universidade Estadual da Paraíba (UEPB)
  • Universidade Federal da Paraíba (UFPB)
  • Universidade Estadual do Piauí (UESPI)
  • Universidade de Taubaté (UNITAU)
  • Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB)
  • Universidade Estadual do Centro Oeste (Unicentro)
  • Universidade Estadual de Goiás (UEG)
  • Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita (Unesp)
  • Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM)
  • Universidade Federal do Piauí (UFPI)
  • Universidade de Pernambuco (UPE)
  • Universidade Federal do Amazonas (UFAM)
  • Universidade Federal de Uberlândia (UFU)
  • Universidade Federal do Espírito Santo (UFES)
  • Universidade Federal da Bahia (UFBA)
  • Universidade Federal do Pará (UFPA)
  • Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)

Tá decidido, é Fisioterapia o curso? Não? Então clique aqui e conheça nosso Guia de Profissões.