A Região Sul do Brasil: veja a Imigração e a Industrialização

A Região Sul apresenta paisagens, características, e aspectos culturais ímpares. A ocupação do território foi marcada pela Imigração Europeia em duas ondas. Uma das ilhas dos Açores, em 1750, e outra com Alemães e Italianos, a partir de 1850. Confira:

O sul do Brasil chama a atenção por suas paisagens diversificadas, resultado principalmente de um fator climático fundamental: as quatro estações do ano bem definidas.  Esse fator também influenciará na vegetação onde predominam Araucárias e Campos. 

É a região mais fria do Brasil, apresentando geadas, nevascas, tempestades, devido ao clima subtropical, pois a região está localizada ao sul do Trópico de Capricórnio. Assim, as temperaturas variam de 14°C a 20° C.

As chuvas são bem distribuídas ao longo do ano, favorecendo atividades econômicas tais como a agricultura e a criação de gado.Região SulA vegetação do Sul é caracterizada pelo predomínio da Mata de Araucárias ou Mata dos Pinhais, localizada no Paraná e em Santa Catarina, devido à intensa exploração desde a época colonial, e a urbanização. Isso ocorreu também com a Mata Atlântica.

Hoje, a vegetação de campos é a que domina. Grandes áreas planas, de gramíneas recobrem os pampas gaúchos facilitando a criação de gado. O relevo é caracterizado pelas Serras, e a hidrografia associada às áreas de planalto.

Temos aproveitamento das atividades econômicas como irrigação da agricultura, navegação, abastecimento urbano, e geração de energia – hidrelétricas. Região SulNa paisagem, contudo, destacam serras e vegetação típica, com estas araucárias à direita na imagem.

História da Região Sul

Vamos entender como se deu a ocupação dessa região?

A colonização do sul do Brasil foi fortemente influenciada pela imigração alemã e italiana. Seu legado foi deixado através de tradições que os povos do sul mantem até hoje. Essa imigração consolidou a ocupação.

Ela ocorreu a partir de de 1750, pois com o Tratado de Madri o território da parte Sul do Brasil passou as mãos dos portugueses definitivamente, sem mais litígio com os espanhóis. Em seguida  foi incentivada a imigração de europeus.

A Imigração Europeia para o Sul do Brasil

Veja que show este resumo do professor Felipe, para você aprender de vez.

Excelente. Veja agora os principais destinos de Açorianos, Alemães e Italianos no Sul do Brasil

No século XVIII, portugueses da Ilha dos Açores vieram para se fixar no litoral de Santa Catarina, e partes do Paraná e do Rio Grande do Sul. Depois, no século XIX, vieram os alemães que se fixaram em São Leopoldo (RS), Rio Negro (PR) e São Pedro de Alcântara (SC).

Os alemães fundaram posteriormente em Santa Catarina as cidades de Joinville, Blumenau e Brusque.

A imigração italiana predominou em Caxias do Sul, Bento Gonçalves e Garibaldi (RS). Poloneses, ucranianos e ainda japoneses vieram em número menor, e se estabeleceram no sul do país. Esses povos impulsionaram a vida na região, fundaram aldeias, estabeleceram seu ritmo de vida, com suas tradições, culinária, língua, e cultura.

Resumo Gratuito da Industrialização no país, inclusive da Região Sul

Veja com o professor Rafael Carrieri uma aula-resumo bem focada para você mandar bem:

Muito bom o professor Rafael. Vamos seguir:

Características do Sul do Brasil e sua Economia.

Apesar de ser a menor região do território nacional, possui um elevado índice de urbanização sendo 81% urbana e 19% rural.  O maior índice demográfico se concentra no Rio Grande do Sul, seguido pelo Paraná e Santa Catarina. Apresenta os indicadores sociais mais elevados do país, tais como alfabetização e renda per capita.

Seus estados estão entre os seis primeiros colocados no ranking de melhor índice de desenvolvimento humano. IDH.  Apesar de todos esses índices favoráveis, a região enfrenta problemas sociais como fome, desemprego, falta de moradias, etc.

A Região sul tem uma importante participação no PIB (Produto Interno Bruto), com cerca de 16,2%, segundo dados do IBGE 2013. Destaque para as atividades agropecuárias, bem como para as atividades das indústrias, comércio e serviços.

Pecuária

Destaque para a produção de suínos e aves. No Rio Grande do Sul encontra-se o maior rebanho bovino.

Agricultura

Base familiar, pequenas e grandes propriedades, produção agrícola diversificada devido ao clima. Destaque para trigo, aveia, cevada, centeio, uva e maçã, café, soja, fumo, batata, cebola, culturas de arroz.

Extrativismo

Destaque para o carvão mineral produzido em Santa Catarina, nas cidades de Criciúma, Lauro Muller, Siderópolis e Urussanga.

Indústria

É a segunda região mais industrializada do país, com destaque para as indústrias têxteis, metalúrgicas, alimentícias, de couro e calçados e as indústrias de bebidas.

Comércio e Serviços

Destaque para o desenvolvimento do turismo. Pontos mais visitados a Serra Gaúcha (RS), As Cataratas do Iguaçu (PR), e as festas como Oktoberfest em Blumenau e Festa do Pinhão em Lages, cidades catarinenses.

Não perca esse vídeo aula sobre a Mata de Araucária! Vamos enriquecer nossos conhecimentos? Acompanhe!

Dica do Blog – Que tal ficar por dentro de mais esse assunto que é cobrado no Enem e nos Vestibulares. Vamos ler? Desmatamentos e Queimadas, a destruição da biodiversidade terrestre. https://blogdoenem.com.br/desmatamentos-queimadas-biodiversidade/

Vamos exercitar o que aprendemos na aula de hoje? Exercite seus conhecimentos.

(UFSC) – Dentre os fatores que diferenciam a Região Sul das demais regiões brasileiras destaca-se:
a) A monocultura da cana-de-açúcar.b) Predomínio de população branca de origem europeia.
c) O clima quente e úmido do tipo equatorial.
d) Os prolongados períodos de seca.
e) O predomínio das atividades extrativas vegetais.

Resposta correta letra B.

Dica 4 – Relembre outros assuntos de Geografia acessando o nosso blog www.blogdoenem.com.br e gabarite as questões de química nas provas dos vestibulares e do Enem.
Elizabeth Geografia Enem
Os textos e exemplos acima foram preparados pela professora Elizabeth Noceti Pereira- formada em Licenciatura Plena em Geografia pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Atua como docente nas redes estadual e municipal da região da Grande Florianópolis.