Faltam:
para o ENEM

História: o curso, a profissão e o mercado de trabalho

Estudar História é uma escolha que pode render muito prazer intelectual ao aluno. Uma verdadeira pluralidade de culturas, sociedades, guerras e eventos importantes são explorados ao longo do curso. Veja abaixo as possibilidades no mercado de trabalho para quem opta pelo curso de graduação em História.

O profissional de História deve analisar fatos históricos de maneira crítica, o que significa que seu trabalho vai além da mera memorização de datas e nomes. Ele também interpreta o mundo a partir do que já existiu e analisa o impacto de eventos do passado no tempo presente, contribuindo para a transformação da sociedade e, mais especificamente, com a educação de alunos das mais diversas idades e áreas. O símbolo do curso de História é uma ampulheta.

Há muitos historiadores que se consagram como autores de livros de interesse geral ou de livros didáticos também.

História: o curso, a profissão e o mercado de trabalho

O curso de graduação em História 

Geralmente o curso de História dura quatro anos. Há duas modalidades: a licenciatura e o bacharelado, e o que diferencia os dois é o objetivo da formação. A licenciatura é voltada para o profissional que deseja se dedicar ao ensino. Já na modalidade de bacharelado, forma-se o profissional pesquisador da área.

A licenciatura conta com matérias específicas da área de educação, como didática e psicologia da educação que, entre outras coisas, ensinam respectivamente métodos de ensino e como lidar com os alunos em situação de aprendizado. Já o bacharelado possui cadeiras específicas sobre métodos e teorias da pesquisa em História.

O programa de disciplinas cobre a antiguidade, o medievo, a era moderna e a contemporânea. Boa parte dos cursos do Brasil dão uma atenção maior à história do país e também à da América Latina. As teorias e técnicas para a escrita da História são abordadas em disciplinas como Filosofia ou Teoria da História.

O curso exige uma grande dedicação do aluno em termos de leitura e participação em eventos de complemento à formação. Elaborar um trabalho de conclusão de curso é obrigatório, assim como a realização de pelo menos um estágio supervisionado.

Quer ver como é o curso de História, na prática? Veja este vídeo criado pelos alunos da Universidade Estadual de Londrina, que mostra como é.  O programa está disponível no Youtube:

5 cursos de História com conceito 5 no Enade

O conceito do Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) leva em conta uma série de critérios, como: o desempenho dos estudantes do curso em uma prova realizada anualmente, o corpo docente, a infraestrutura, os recursos didático-pedagógicos, além dos programas de pós-graduação. Todos são sintetizados em um único indicador, que varia de 1 a 5. Os cursos com nota acima de 3 são considerados satisfatórios pelo Ministério da Educação.

·         Universidade Federal da Bahia (UFBA)
·         Universidade Federal do Paraná (UFPR)
·         Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN)
·         Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)
·         Universidade de São Paulo (USP)

Quer conhecer outros cursos de História com conceito 5 ou checar o conceito de cursos de outras instituições do país? Acesse e faça a busca por estado no mapa ou a busca textual pelo nome da instituição, pelo nome do curso, conceito no Enade e muitos outros critérios!

O mercado de trabalho para o formado em História

Grande parte dos graduados em História atuam em escolas públicas, escolas privadas, faculdades ou universidades. Para ensinar em universidades, no entanto, o nível mínimo de instrução exigido é o pós-graduação lato sensu (especialização). Mas, há casos em que só mesmo após concluir mestrado ou doutorado.

Atualmente, há grande demanda de professores de História em pequenos e médios municípios das regiões norte, nordeste e também no centro-oeste. Há mais vagas para professores nas escolas públicas, que podem ser conquistadas mediante a realização e a aprovação do profissional em um concurso público.

Outras oportunidades na área são a prestação de consultorias, gestão de arquivos, curadoria em museus e trabalhos ligados à área de turismo.

O perfil do profissional depois de formado

Espera-se que um historiador que acabou de sair da universidade tenha senso crítico para analisar friamente eventos históricos que auxiliem a sociedade a compreender seu tempo. Ele também deve ser um profissional comprometido eticamente. Sua formação intelectual estará madura a ponto de saber pensar de maneira interdisciplinar, lançando mão de outros saberes acadêmicos além dos de sua área.
Em média, um recém-formado começará sua carreira profissional ganhando R$ 2.000,00.

Victor Barreto se formou em Jornalismo. Reside em São Paulo. Já atuou como professor de inglês em diversas escolas, como Cultura Inglesa, Yázigi e United Institute, além de haver trabalhado como assistente editorial. Atualmente, realiza traduções, dá aulas particulares de inglês e atua como redator online. Twitter: @victor_toscano