Intercambio para China? Saiba dos planos do governo para estudantes brasileiros

Intercambio para China para estudantes brasileiros é  incentivado por Aloizio Mercadante.

Quem nunca sonhou em estudar um idioma e conhecer outro país? Ainda mais se puder vir acompanhado de uma experiência imersiva no país da língua desejada convivendo com os costumes, valores e cultura  e quem sabe depois ainda pintar um trabalho no exterior. Pois saiba dos planos dos governos brasileiro  e chinês para incentivar o intercambio para China para jovens estudantes brasileiros.

A questão do intercambio para China veio a partir do seminário internacional “Diálogo Brasil-China sobre Educação”, que reuniu cerca de 400 pessoas no auditório do Memorial da América Latina, ontem em São Paulo. No encontro houve participação de  autoridades do Scholarship Council da China, Centro Brasil China para Mudança Climática, Departamento Nacional de Exames do Ministério da Educação da China, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), Ministério da Educação, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Centro de Estudos Brasil China (Coppe-UFRJ) e Instituto Confúcio da PUC-SP, além de reitores de universidades brasileiras e chinesas.

Mercadante defende que  a educação é o principal elo de diplomacia diplomacia entre Brasil e China, sendo fundamental no intercambio para China a troca bilateral entre as culturas dos estudantes, isso estratégicamente seria tão bom quanto nas parcerias já realizadas no ramo da nanotecnologia, agricultura e inovação. O ministro quer  incluir cinco mil vagas de intercambio para China para universitários brasileiros, todas em  instituições chinesas

Hoje, quinta-feira 22, quase 200 representantes de diversas  universidades chinesas receberão visitantes para apresentar seus cursos e programas de graduação e pós-graduação para atrair estudantes brasileiros para as melhores universidades da China que em sua maioria o curso é em inglês mas, segundo o ministro, tem-se interesse de estimular o ensino do mandarim.

O intercambio para China se faz possível graças ao Acordo de Cooperação Cultural e Educacional  e também pela Comissão Sino-Brasileira de Alto Nível de Concertação e Cooperação (Cosban). A Cosban é o principal mecanismo de gestão da relação bilateral, ou seja, interessante para os dois países.

Este ano, os ministérios da educação do Brasil e da China assinaram ainda um documento de entendimento no âmbito do programa Ciência sem Fronteiras, que prevê 5 mil vagas para intercâmbio deles para nossas universidades no Brasil em cursos de graduação, pós-graduação e como pesquisadores visitantes.

Intercambio para China pode não ter passado por sua cabeça mas pode ser uma ótima.. e aí? vai encarar aprender a comer usando palitinhos?

intercambio para China

Curso Enem Gratuito por um mês- Clique AQUI.

Confira o Simulado Enem 2013  – Clique AQUI.

Confira Como se preparar para o Enem 2013 – Clique AQUI.

Agora que você já sabe tudo sobre o Intercambio para China, que tal conhecer nossa rede de blogs?

– Blog do Fies

– Blog do Prouni

– Blog do Sisu

Gostou do post? Use os botões abaixo e ao lado para espalhar por suas redes sociais (sabemos que o Facebook está aberto ai no cantinho do seu computador). E, claro, também usar os espaços para comentários abaixo, deixando sua critica, sugestão e também xingamentos. Nossas redes sociais:

Facebook: /RedeEnem (Clique AQUI para saber como receber TUDO sobre o Enem 2013)

Twitter: @RedeEnem

Canal no Youtube: Rede Enem

Google+ : Rede Enem