A história e a importância da Língua Inglesa – Inglês Enem

Você já se perguntou alguma vez de onde veio o inglês e por que todo mundo quer aprender este idioma? Vem com a gente conferir! É Inglês para o Enem!

Com uma história de cerca de 1500 anos, o inglês originou-se da fusão dos dialetos germânicos falados pelos Anglo-Saxões, quando estes, na segunda metade do século V, invadiram o território celta, atualmente ocupado pela Inglaterra. Ao longo do tempo, o inglês foi evoluindo, não só em seu vocabulário, mas também em sua pronúncia e gramática.

língua inglesa

A primeira forma de inglês, falada entre os séculos V e XI, é conhecida como Old English. Durante este período, a Inglaterra encontrava-se dividida em 7 reinos Anglo-Saxões, e o inglês falado não era uma única língua, mas sim uma variedade de diferentes dialetos que eram muito funcionais e serviam para descrever fatos concretos e necessidades de comunicação diária.

O processo de cristianização a partir do final do século VI introduziu na língua inglesa a influência do latim e do grego. O vocabulário, então, expandiu-se no sentido de incluir conceitos religiosos mais abstratos. Comparado ao inglês atual, o Old English é praticamente irreconhecível, tanto na pronúncia quanto no vocabulário e na gramática.

A segunda forma de inglês, conhecida como Middle English, evoluiu depois que os normandos conquistaram a Inglaterra com a Batalha de Hastings in 1066 A.D. O regime que se instaurou foi caracterizado pela centralização, pela força e pela língua dos conquistadores, o dialeto francês Norman French, que além de passar a ser a língua da aristocracia, expandiu o vocabulário da língua inglesa consideravelmente. Esta forma de inglês esteve em voga do século XI ao século XV.

A terceira forma de inglês, o Modern English, é o falado desde o sécuo XV até os dias atuais. Com o surgimento de um sentimento nacionalista no final do século XV, o vocabulário da língua inglesa novamente se expandiu com a introdução de novos conceitos administrativos, políticos e sociais. Em alguns casos, onde já existiam palavras de origem germânica, estas desapareceram ou passaram a coexistir com os equivalentes de origem francesa, como por exemplo, as palavras liberty e freedom.

Confira o vídeo abaixo para ficar por dentro de mais detalhes da história da língua inglesa.

Atualmente, muitos são os países que utilizam o inglês como língua materna: os Estados Unidos, o Canadá o Reino Unido, a Irlanda, a Guiana, a Austrália, a Nova Zelândia. São mais de 400 milhões de falantes nativos.

Há, contudo, países onde o inglês, apesar de não ser a língua materna, é a língua oficial – utilizada em funções governamentais e educacionais – e falada por parte de seus habitantes, como é o caso da Índia, das Filipinas e do Paquistão, por exemplo. Existem mais de 50 nações que tem o inglês como língua oficial.

A importância do inglês se faz notar em todos os campos da atividade humana. Ele domina a internet, onde mais da metade dos sites são escritos em inglês. No mercado de trabalho, é tanto fator diferencial em profissões administrativas quanto ferramenta de trabalho em profissões como a aviação e a informática. Nas áreas científica e acadêmica, seu uso é cada vez mais exigido para facilitar a divulgação de trabalhos a nível internacional.

Ele é imprescindível no comércio e nas relações diplomáticas. É a língua mais utilizada por importantes organizações mundiais como a OTAN, a ONU entre outras. Além disso, pelo fato do inglês ser falado por tantas pessoas, a produção literária, cinematográfica, teatral, de TV e rádio da língua inglesa é muito extensa e rica.

Não dá para se viver sem o inglês. Ele deve, sem dúvida, fazer parte da formação do cidadão global dos dias de hoje.

Agora que você está por dentro da história e da importância da língua inglesa, faça os exercícios de interpretação de texto que selecionei para você arrasar na prova do Enem. Boa sorte!

Questão 1 (Enem 2012):

J. K. Rowling to pen first novel for adults

Author J. K. Rowling has announced plans to publish her first novel for adults, which will be “very different” from the Harry Potter books she is famous for.
The book will be published worldwide although no date or title has yet been released. “The freedom to explore new territory is a gift that Harry’s success has brought me,” Rowling said.
All the Potter books were published by Bloomsbury, but Rowling has chosen a new publisher for her debut into adult fiction. “Although I’ve enjoyed writing it every bit as much, my next book will be very different to the Harry Potter series, which has been published so brilliantly by Bloomsbury and my other publishers around the world,” she said, in a statement. “I’m delighted to have a second publishing home in Little, Brown, and a publishing team that will be a great partner in this new phase of my writing life.”

Disponível em: www.bbc.co.uk. Acesso em: 24 fev. 2012 (adaptado).

J. K. Rowling tornou-se famosa por seus livros sobre o bruxo Harry Potter e suas aventuras, adaptados para o cinema. Esse texto, que aborda a trajetória da escritora britânica, tem por objetivo:

A) informar que a famosa série Harry Potter será adaptada para o público adulto.
B) divulgar a publicação do romance por J. K. Rowling inteiramente para adultos.
C) promover a nova editora que irá publicar os próximos livros de J. K. Rowling.
D) informar que a autora de Harry Potter agora pretende escrever para adultos.
E) anunciar o novo livro da série Harry Potter publicado por editora diferente.

Questão 2 (Enem 2010):

THE WEATHER MAN

They say that the British love talking about the weather. For other nationalities this can be a banal and boring subject of conversation, something that people talk about when they have nothing else to say to each other. And yet the weather is a very important part of our lives. That at least southwest of England. Here employees – and computers – supply weather forecasts for much of the world.
Speak Up. Ano XXIII, no 275.

Ao conversar sobre a previsão do tempo, o texto mostra:

A) o aborrecimento do cidadão britânico ao falar sobre banalidades.
B) a falta de ter o que falar em situações de avaliação de línguas.
C) a importância de se entender sobre meteorologia para falar inglês.
D) as diferenças e as particularidades culturais no uso de uma língua.
E) o conflito entre diferentes ideias e opiniões ao se comunicar em inglês.

Gabarito:

1. Resolução:
Já no título, com linguagem caracteristicamente jornalística, o que se mostra como forte indício do caráter informativo do texto, vemos a expressão to pen, indicando que a autora ainda está para escrever o romance. Ainda no título, com first novel for adults, pode ser visto que o romance será uma novidade, sendo parte disso o público para o qual será voltado: o público adulto. No primeiro parágrafo, fica claro quem é a autora, no que é mencionado ser a célebre escritora da série Harry Potter.

Resposta: D

2. Resolução:
O texto mostra diferenças e particularidades no uso de uma língua ao comparar o gosto dos britânicos em conversar sobre o tempo atmosférico, a meteorologia com o de outras nacionalidades, algo que para as últimas se mostra banal e tedioso, algo do qual se fala quando há falta de assunto. Esse apreço pela previsão do tempo se mostra, então, uma particularidade cultural britânica, mesmo sendo algo relevante para a vida de pessoas de qualquer cultura.

Resposta: D

Os textos e exemplos acima foram preparados pela professora Maria Boggi para o Blog do Enem. Maria é formada em Letras – Inglês e Português – pela Universidade de São Paulo. Morou nos EUA onde por 20 anos deu aulas de Inglês como Segunda Língua e Inglês Acadêmico no Distrito Escolar de Los Angeles. Atualmente dá aulas particulares de inglês por Skype e presencialmente em Florianópolis. Facebook: https://www.facebook.com/vandya.boggi