Literatura Enem – Aprenda sobre Estilo Individual e de Época

O x da questão hoje vai a fundo nos estilos individuais e de época dos textos literários. Preste atenção na aula de Literatura Enem e perceba o quanto ela pode acrescentar no seu desempenho deste ano.

Como vão os estudos por aí? Espero que tão bem quanto por aqui… Animado com a proximidade do Enem 2013? A ideia é transferir para o gabarito todo o conhecimento adquirido de Literatura Enem ao longo desse tempo de estudo e confiar em si! O Professor Gustavo,  que preparou esta aula de Literatura, ministra a  mesma disciplina em um cursinho de Florianópolis-SC e nota que é comum os alunos se apegarem mais a um professor que a outro… Por quê? Segundo ele, talvez seja pelo tipo ou estilo que cada professor tem: o jeito da aula, a maneira de falar, se os slides são interativos ou não… E olha que bacana: essa ideia de peculiaridade pode ser também transferida para a Literatura Enem: cada autor escreve de um jeito todo seu, coerente com a época vivida.

Mas só a literatura? Claro que não! Qualquer manifestação artística é “vítima” do autor que sofre influências das suas condições psíquicas, físcias e sociais. Complicado essa história de processo criativo, hein? Vejamos como isso se aplica na Literatura Enem para sua prova em 2013.

Quer saber mais sobre Literatura Enem? Clique aqui e veja tudo: https://blogdoenem.com.br/category/cainaprova/linguagens/

Se formos considerar a história da humanidade, as manifestações artísticas começaram muito cedo, antes mesmo da escrita padrão. Os caçadores e coletores da época das cavernas pintavam em suas paredes seu quotidiano (que pode ser escrito com qu!) de uma maneira muito sua, demonstrando seu estilo rupestre (como hoje o conhecemos) marcado por traços irregulares, fortes e com cores extraídas de produtos naturais. E o legal disso tudo é que ali há também o estabelecimento da relação entre o símbolo o e significado, há o transporte do sentimento e do sentido para o interlocutor. E não é que isso já caiu no Enem em 2007? É uma boa pedida de Literatura Enem para o este ano, viu!

Atravessando as modificações sócio-culturais dos povos há características singulares de cada época e de cada lugar, o que configura uma importância do meio para a produção artística. Essa aula, por exemplo, é escrita de acordo com a necessidade da época, a prova como método de ingresso ao ensino superior escrito em “internetês” (pois é um blog), e também tem nela muito do que o Professor Gustavo tem enquanto características individuais de escrita. Na Literatura Enem 2013, vemos a análise disso como a unificação dos “jeitos de pensar e escrever semelhantes” em escolas literárias que expressam a manifestação artística de uma determinada época que abarca sentimentos e sentidos comuns.

No entanto, cada autor é livre para se expressar de qualquer maneira. O movimento Dadaísta (http://pt.wikipedia.org/wiki/Dada%C3%ADsmo), por exemplo, propôs a desconstrução do pensamento estruturado vigente na época, libertando os artistas das amarras estilísticas. Isto é, o autor é dono de sua criação e ele pode usar suas influências da maneira que mais lhe for cômoda, configurando um estilo individual. Oswald de Andrade, por exemplo, integrante do Movimento Modernista e da Semana de Arte Moderna de 1922, possui um jeito todo dele de escreve, por vezes, semelhante à descrição de um filme, muito diferente dos outros autores que compartilham a mesma época. Abaixo, temos uma vídeo-aula muito bacana para facilitar a compreensão de tudo isso para o Enem 2013. Nela, a professora Lúcia, do site “Descomplica” dá dicas interessantíssimas de Literatura Enem.

E aí, o que acharam? É legal ver o quanto o artista é livre para se expressar, não é? Isso é muito inspirador. A partir desta aula, começaremos a adentrar nas escolas literárias, garanto que será um embasamento teórico, além de prazeroso, muito importante para o Enem 2013.

EXERCÍCIOS:

1) FUVEST)
I –“Ah! enquanto os Destinos impiedosos
Não voltam contra nós a face irada,
Façamos, sim façamos, doce amada,
Os nossos breves dias mais ditosos”.

II – “É a vaidade, Fábio, nesta vida,
Rosa, que da manhã lisonjeada,
Púrpuras mil, com ambição dourada,
Airosa rompe, arrasta presumida”.

III – “E quando eu durmo… e o coração ainda
Procura na ilusão tua lembrança,
Anjo da vida passa nos meus sonhos
E meus lábios orvalha d’esperança!”

Associe os trechos acima com os respectivos movimentos literários, cujas características estão enumeradas abaixo:

Romantismo: evasão e devaneio na realização de um erotismo difuso.
Arcadismo: aproveitamento do momento presente (“carpe diem”).
Barroco: efemeridade da beleza física, brevidade enganosa da vida.

a – I – Romantismo; II – Arcadismo; III – Barroco
b – I – Barroco; II – Arcadismo; III – Romantismo
c – I – Arcadismo; II – Romantismo; III – Barroco
d – I – Arcadismo; II – Barroco; III – Romantismo
e – I – Barroco; II – Romantismo; III – Arcadismo

2) (UFSM) Numere a primeira coluna de acordo com a segunda:

( ) Compensação de frustrações sentimentais na fuga da realidade através da imaginação.
( ) Literatura de informação que resgata as origens da nacionalidade brasileira, refletindo um certo didatismo.
( ) Reconhecimento da realidade através dos sentidos, revelando uma preocupação com aspectos religiosos.
( ) Utilização de linguagem simbólica para a expressão da fugacidade das coisas, marcadas pelo paradoxo e pela gradação.
( ) Utilização de linguagem metafórica para expressar sentimentos individuais e de culto à nacionalidade.

(1) Romantismo
(2) Barroco
(3) Quinhentismo

A sequência correta é:

a –3, 2, 2, 1, 1
b – 3, 1, 3, 1, 2
c – 1, 3, 2, 2, 1
d – 1, 3, 2, 1, 2
e- 2, 1, 3, 1, 3

RESPOSTAS:

1) Atestamos como alternativa correta a letra “D”, visto que o primeiro poema é de Thomaz Antônio Gonzaga, o segundo de Gregório de Matos Guerra e o terceiro de Álvares de Azevedo.
2) Ao nos situarmos diante das características que demarcaram cada escola literária, cada estilo de época expresso na segunda coluna, constatamos que a alternativa “C”, uma vez constituída da sequência em questão, retrata os postulados inerentes aos movimentos literários de forma específica.

Literatura Enem

Confira o Simulado Enem 2013  – Clique AQUI.

Confira Como se preparar para o Enem 2013 – Clique AQUI.

Agora que você já sabe tudo sobre o Literatura Enem, que tal conhecer nossa rede de blogs?

– Blog do Fies

– Blog do Prouni

– Blog do Sisu

Gostou do post? Use os botões abaixo e ao lado para espalhar por suas redes sociais (sabemos que o Facebook está aberto ai no cantinho do seu computador). E, claro, também usar os espaços para comentários abaixo, deixando sua critica, sugestão e também xingamentos. Nossas redes sociais:

Facebook: /RedeEnem (Clique AQUI para saber como receber TUDO sobre o Enem 2013)

Twitter: @RedeEnem

Canal no Youtube: Rede Enem

Google+ : Rede Enem

Fonte: Wikipédia. Descomplica.