Faltam:
para o Resultado do ENEM

Matemática: o curso de graduação, a profissão e mercado de trabalho

Pensa em fazer matemática, mas não tem muita vontade de virar professor? Continue a leitura do texto e conheça as oportunidades que o mercado de trabalho oferece!

A Matemática é a ciência que utiliza teoremas, regras e princípios para resolver todos os tipos de problemas do meio. Atualmente, há matemáticos em quase todas instituições e laboratórios de ciências exatas. Os grandes cientistas afirmam que o universo se expressa com uma lógica matemática, e que, somente pelo estudo da matemática se chega ao conhecimento científico.

Veja aqui  que não há mistério para cursar uma graduação em Matemática. Há mercado de trabalho em diversas áreas, e os profissionais qualificados valem ouro na praça.

Matemática

O que faz quem se forma no curso de graduação em Matemática?

O matemático é o profissional que formula teorias e testa hipóteses. Ele pode ser bastante versátil e trabalhar em diversas áreas, como a de pesquisa, de tecnologia, financeira, econômica e de física. A principal função do matemático é conseguir resolver problemas de química, física, engenharia elétrica ou civil, entre outros, sempre com base em regras matemáticas e teoremas.

O curso de graduação em Matemática

As teorias matemáticas são ensinadas durante toda a graduação. Os dois primeiros anos focam em matérias mais gerais de geometria, álgebra e cálculo integral e diferencial. A partir daí, o curso se diferencia de acordo com o rumo que cada aluno deseja tomar: virar professor  ou se tornar um matemático.

Quem prefere optar pela formação de licenciatura para se tornar professor, passa a aprender também disciplinas de pedagogia, sobre como ensinar a matemática. Já quem prefere fazer o bacharelado, se aprofunda na matemática avançada.

Entre as disciplinas cursadas em ambas as propostas estão a lógica matemática, física geral, análise numérica, equações diferenciais, fundamentos da matemática, entre outros.

Saiba mais sobre o curso de Matemática assistindo a este vídeo produzido pela TV Unesp:


5 cursos de Matemática com conceito 5 no Enade

O conceito do Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) leva em conta uma série de critérios, como: o desempenho dos estudantes do curso em uma prova realizada anualmente, o corpo docente, a infraestrutura, os recursos didático-pedagógicos, além dos programas de pós-graduação.

Todos são sintetizados em um único indicador, que varia de 1 a 5. Os cursos com nota acima de 3 são considerados satisfatórios pelo Ministério da Educação.
* Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP);
* Universidade Federal de Viçosa (UFV);
* Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-RIO);
* Universidade Federal de Santa Maria (UFSM);
* Fundação Universidade Federal do ABC (UFABC).

Mercado de trabalho para Matemática

O maior mercado para os matemáticos é o da docência, principalmente em escolas de ensino fundamental e médio. Em especial em escolas públicas, há uma grande demanda por professor de matemática. Quem se forma em bacharelado, por sua vez, geralmente encontra espaço em universidade nas áreas de pesquisa e ensino. Mestrado, doutorado e pós-doutorado são diferenciais que ajudam nesse quadro.

Além do setor acadêmico, os matemáticos também podem encontrar espaço para atuar em empresas industriais e financeiras. O mercado de trabalho mais abrangente é o do Sul e Sudeste do Brasil. Mesmo assim, a falta de professores atinge qualquer região do Brasil.

O salário médio inicial de um professor é de R$ 1.567,00. Esse valor é a média informada pelo MEC por 40 horas semanais de trabalho de um professor de educação básica do ensino público. Já para quem trabalha com matemática avançada no mercado financeiro, por exemplo, o salário passa dos R$ 20 mil reais para os analistas profissionais.

Perfil do profissional após a formação

Após a formação, o estudante com diploma de licenciatura pode começar a ensinar em escolas de Educação Básica. Já o bacharel deve continuar estudante e começar uma pós-graduação para aprofundar seus conhecimentos e continuar o trabalho acadêmico da graduação. O profissional recém-formado também pode trabalhar com análise numérica e traduzir símbolos da matemática para computadores. Outro ramo possível é a matemática aplicada a negócios, em que o profissional trabalha para solucionar problemas de marketing, finanças e logística.

E aí, pronto para fazer muito cálculo no curso de Matemática? Se você gosta de fazer contas, mas quer um curso mais aplicado, conheça nosso Guia de Profissões e veja se não é Engenharia a sua área.

Post escrito por Natália Marinho, Formada em Comunicação Social – Jornalismo. Trabalha com produção de conteúdo, revisão, manutenção de redes sociais. Já trabalhou para empresas como Submarino Viagens, Americanas, Compara Online, Beleza na Web e Yahoo!.
Twitter: https://twitter.com/natimarinho