Migrações Internas e Externas: revise esse fenômeno populacional!

As migrações são caracterizadas pelo deslocamento de pessoas, num determinado espaço. Vamos entender como funciona essa dinâmica no Brasil? Então, revise aqui no blog!

Migração ou Imigração? – Você sabe as diferenças? Veja aqui uma revisão sobre as Migrações internas e externas no Brasil. confira.

A população brasileira é constituída por uma grande miscigenação de etnias e culturas. Os brasileiros são uma mistura principalmente de povos europeus e africanos que Emigraram para o Brasil a partir de seus países de origem entre meados do século XIX e XX, e que aqui se tornaram Imigrantes ao chegar.

Eles se somaram à população indígena original e aos portugueses que aportaram em 1500. Da Europa vieram depois mais portugueses, italianos, espanhóis e alemães entre três e quatro séculos após o descobrimento.

Já no século XX vieram os asiáticos japoneses e do Oriente Médio os sírio-libaneses, entre outros. E, no período do entre-guerras no século XX diversas pequenas ondas de países da Europa e do Oriente Médio também emigraram  de seus países para o Brasil.   Migrações

Mas você sabe o que significa imigração? Consegue diferenciar de migração?

A imigração é considerada o ato de entrar em um país permanente ou temporariamente a fim de trabalhar, se estabelecer, e muitas vezes ir buscar melhores condições de vida. Foi isso que os Europeus, Orientais e Asiáticos vieram buscar. Já os africanos negros vieram forçados, na condição de escravos.

A imigração influenciou cidades e inclusive modificou as paisagens brasileiras, pois esses povos construíram casas e comércios com a arquitetura do seu país de origem. A tradição também se estabeleceu na cultura, culinária, e até mesmo na língua (preservada até hoje em algumas cidades).

A agricultura foi a base do trabalho de muitos imigrantes, com destaque para a plantação de vinícolas na região sul, por exemplo. Também há forte marca dos imigrantes na indústria metal-mecânica no Rio Grande do Sul e no Estado de Santa Catarina, e na indústria têxtil no Vale do Itajaí, em Santa Catarina.

Migrações

Entendeu o fenômeno da Imigração?

Agora vamos entender o que é a Migração e suas diferenciações! Fique atento!

Migração interna ou inter-regional – É aquela onde pessoas migram dentro do próprio país, mudando de região ou cidade. Ex: uma família que mora no estado da Bahia e migra para o Rio Grande do Sul. Entre os grandes exemplos de migração interna no Brasil estão os êxodos do Nordeste para o Sudeste, com os nordestinos fugindo da seca e de condições precárias de vida, e também a grande migração de nordestinos em direção à fronteira Oeste, para trabalhar na região Norte no chamado Ciclo da Borracha. Foram os ‘Seringueiros’.

Na segunda metade do século XX o Brasil testemunhou outro grande processo de migração interna com a mudança de famílias de agricultores das regiões Oeste do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e do Paraná em direção ao Centro-Oeste e depois para o Norte do País, para abrir novas frentes agrícolas.

Migrações Rural ou urbana- É caracterizada pela saída de pessoas da área rural para a área urbana, devido à mecanização da agricultura, pela busca por empregos nas indústrias, comércio e outros setores. O contrário também acontece: da área urbana para a rural, porém é incomum.

Migração sazonal – Caracteriza-se pela mudança temporária de pessoas em função do clima, das estações do ano. As pessoas migram e depois voltam quando finda a estação, conhecida também como transumância.

Migrações Pendulares é o deslocamento diário da população para o trabalho em cidades vizinhas e do trabalho para residência ao final do dia.

Agora assista a um vídeo sobre Migração (emigração e imigração) Geografia Super Aulas ENEM! Não perca! É muito explicativo e complementa essa aula!

Dica 1- Quer saber um pouco mais sobre a divisão regional do nosso território? Então acesse aqui no Blog uma aula preparada especialmente para você! A Organização Político-Administrativa e a Divisão Regional do Brasil

A imigração, ou seja, a vinda de estrangeiros para o Brasil foi impulsionada pela crise na Europa e os incentivos do governo brasileiro que necessitava de mão-de-obra para as lavouras. A imigração foi também uma saída para a substituição da mão-de-obra escrava, pois num determinado momento histórico essa atividade tornava-se ilegal.

Esse incentivo durou até 1934, onde se passou a estabelecer medidas restritivas aos estrangeiros. Segundo Vesentini e Vlach (2010, p. 34), “(…) O total de imigrantes que entraram no Brasil de 1850 até 2005 é superior a 5 milhões, dos quais 3 milhões se fixaram aqui. O restante deixou o país”.

Leia essa reportagem sobre Os novos movimentos de migração no Brasil, do Jornal O Estado de São Paulo (Estadão), e complemente a aula de hoje! Veja como está o panorama das migrações atualmente! Fique atento! Boa leitura!

Dica 3 – Relembre outros assuntos de Geografia acessando o nosso blog www.blogdoenem.com.br e gabarite as questões de Geografia nas provas dos vestibulares e do Enem.

Verificando o que aprendemos! Vamos agora exercitar? Preste bem atenção e responda a esse desafio!

(UNESP) Cândido Portinari conseguiu retratar em suas obras o dia a dia do brasileiro comum, procurando denunciar os problemas sociais do nosso país. No quadro Os Retirantes, produzido em 1944, Portinari expõe o sofrimento dos migrantes, representados por pessoas magérrimas e com expressões que transmitem sentimentos de fome e miséria.

http://qualquersemelhanca.files.wordpress.com/2010/04/os-retirantes.jpg

Sobre o tema desta obra, afirma-se:
I. Essa migração foi provocada pelo baixo índice de mortalidade infantil do Nordeste, associado à boa distribuição de renda na região.
II. Contribuíram para essa migração os problemas de cunho social da região Sul, com altas taxas de mortalidade infantil.
III. Os retirantes fugiram dos problemas provocados pela seca, pela desnutrição e pelos altos índices de mortalidade infantil no Nordeste.
IV. Contribuíram para essa migração a desigualdade social, no Nordeste.
É correto apenas o que se afirma em
a) I.
b) I e II.
c) II, III e IV.
d) III e IV.
e) IV.
Resposta correta letra “D”.

Elizabeth Geografia Enem
Os textos e exemplos acima foram preparados pela professora Elizabeth Noceti Pereira- formada em Licenciatura Plena em Geografia pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Atua como docente nas redes estadual e municipal da região da Grande Florianópolis.