Faltam:
para o ENEM

Mitose – Revise com aula da Khan Academy! – Biologia Enem

Você treme e tem até calafrios quando ouve falar de mitose? A situação piora quando você ouve os danados dos nomezinhos de suas fases? Não se preocupe! Nós vamos ajudá-lo a entender todo o processo da mitose!

Prófase, metáfase, anáfase e telófase. Esses temidos nomes podem parecer coisa de ficção científica. Porém, as fases da mitose estão ocorrendo nesse momento em seu organismo e são elas que permitem o perfeito funcionamento dos seus órgãos.

mitose

A mitose faz com suas células se multipliquem e possibilita o crescimento de seu organismo e a renovação dos seus tecidos. Então, que tal revisar esse processo de divisão celular? Vem com a gente saber tudo sobre a mitose para gabaritar as questões de Biologia no Enem e nos vestibulares!

Mitose:

Como você sabe, a mitose é uma divisão utilizada pelas nossas células para a multiplicação. Nesta divisão celular uma célula mãe manda cópias de seu conjunto de cromossomos para duas células filhas menores. Este processo é utilizado em varias ocasiões em nosso organismo, como, por exemplo, no crescimento do nosso corpo.

anáfase, mitose, divisão celular
Figura 1: Fotomicrografia de uma anáfase da mitose produzida a partir de um microscópio óptico de fluorescência. Em azul vemos os cromossomos e em vermelho os fusos mitóticos.

Antes de começarmos a falar especificamente da divisão celular, é importante relembrar as fases do ciclo celular:

Interfase: É o período em que a célula desenvolve suas funções vitais. Vai do fim de uma divisão até a próxima divisão celular. Corresponde ao período mais longo da vida de uma célula. Compreende três fases:

– G1: Período da vida da célula em que há intensa produção de moléculas orgânicas (RNA, proteínas, enzimas etc.).

Período S: “S” de síntese. É o período em que a duplicação semiconservativa do DNA ocorre. É uma preparação para a divisão. Depois dessa fase, cada cromossomo passa a ter dois filamentos – as cromátides, unidas pelo centrômero.

– G2: Intensa síntese de proteínas e outras biomoléculas que irão ser utilizadas na divisão celular. Ocorre também a duplicação dos centríolos, se for uma célula animal.

Observação: No fim da fase G1 a célula pode fazer uma “avaliação” para verificar se cresceu suficientemente para realizar uma divisão. Caso a avaliação seja negativa, a célula não irá se dividir, entrando na fase G0, que pode ser bastante longa, dependendo do tipo de células (como os neurônios).

intérfase, cromatina - mitose
Figura 2: Nesta imagem você pode ver quatro células vegetais. Nas células inferiores você vê o típico núcleo interfásico – com DNA desespiralizado, em forma de cromatina. Já nas células de cima você vê o DNA começando a se espiralizar.

Relembrou as fases da vida da célula? Beleza! Agora vamos estudar as fases da mitose:

Prófase: A prófase é a fase que inicia a divisão celular da mitose. É como uma preparação e organização das estruturas celulares e do DNA para que a célula possa separar os cromossomos. Neste momento, a cromatina começa a se enrolar, ou seja, o DNA que foi duplicado na interfase dobra-se várias vezes sobre si mesmo, e forma os cromossomos.

Os centríolos começam a formar os fusos mitóticos que irão funcionar como “cabos de guerra” para separar as cromátides irmãs. Estes se ligam aos centrômeros dos cromossomos, um de cada lado. Por último, o envoltório nuclear (carioteca) se dissolve.

prófase, mitose, divisão celular
Figura 3: Nesta imagem você vê uma célula vegetal em prófase. Note que os cromossomos estão formados e que não há mais carioteca limitando o DNA (os cromossomos encontram-se misturados ao citoplasma).

Metáfase: Na metáfase da mitose os cromossomos estão condensados ao máximo. Ao centrômero de cada cromossomo estão ligados duas fibras de fusos mitóticos que vêm dos centríolos, uma de cada lado. Os fusos movimentam-se e organizam os cromossomos bem no meio da célula, na chamada placa metafásica.

mitose, metáfase, divisão celular
Figura 4: Nesta imagem você consegue observar os cromossomos alinhados na placa metafásica, em uma imagem característica de metáfase.

Anáfase: Na anáfase da mitose as fibras do fuso encolhem-se e começam a puxar as cromátides irmãs de cada cromossomo para polos opostos da célula, separando-as. Isso quer dizer que cada cópia do DNA realizada na intérfase se encaminha para um dos polos da célula.

anáfase, mitose, divisão celular
Figura 5: Nesta imagem você pode ver os cromossomos que foram puxados para cada polos da célula. Esta é uma típica imagem de anáfase da mitose.

Telófase: A telófase é a última fase da divisão celular. Nesta fase, os cromossomos que foram para cada um dos polos da célula vão se descondensar e se agrupar nas extremidades opostas, montando dois novos núcleos.  A telófase é finalizada com a citocinese (que é a divisão completa da célula – membrana e citoplasma). Nas células animais, a citocinese ocorre de fora para dentro (centrípeta) com invaginações da membrana plasmática que dividem a célula como se um anel a estrangulasse. Já nas células vegetais a divisão é centrífuga.

telófase, divisão celular, mitose
Figura 6: Nesta imagem você pode observar os dois núcleos resultantes da divisão celular. Esta é uma típica imagem de telófase.

Para resumir o assunto, veja a figura a seguir:

Mitose, divisão celular
Figura 7: Esquema da mitose

Observação:

Na célula vegetal ocorrem algumas diferenças:

– Não há centríolos.

– Por conta da parede celular destas células, não há como fazer uma divisão centrípeta, por isso, a citocinese é centrífuga (do centro para fora) com a formação de uma lamela que cresce do centro da célula para fora.

 

Então, deu para desmistificar um pouco o conteúdo? Ótimo! Agora, vamos exercitar?

01 – (UECE/2014)   Considere os eventos abaixo, que podem ocorrer na mitose ou na meiose.

I. Emparelhamento dos cromossomos homólogos duplicados.

II. Alinhamento dos cromossomos no plano equatorial da célula.

III. Permutação de segmentos entre cromossomos homólogos.

IV. Divisão dos centrômeros, resultando na separação das cromátides irmãs.

No processo de multiplicação celular para reparação de tecidos, os eventos relacionados à distribuição equitativa do material genético entre as células resultantes estão contidos somente em

a) I e III.

b) II e IV.

c) II e III.

d) I e IV.

Gab: B

02 – (FCM MG/2014)  

Sobre o desenho acima, é correto afirmar, EXCETO:

a) Em IV houve divisão de centrômeros e separação de cromátides irmãs.

b) II representa uma célula animal de número haplóide igual a 3, na fase I de uma meiose.

c) As quatro células podem ser de um mesmo organismo, em diferentes fases de divisão meiótica.

d) I representa uma célula no processo final de divisão, com carioteca reconstituída e cromossomos se descondensando.

Gab: D

03 – (PUC RS/2011)  Considere as informações e na figura abaixo.

A figura fornece informações sobre as células somáticas do tomate. Uma célula somática do tomate possui 24 cromossomos.

Qual das alternativas abaixo apresenta o número correto de células formadas e o número de cromossomos presentes nas novas células do tomate produzidas pelo processo de mitose?

Gab: C

04 – (UNCISAL AL/2011)   Mitose é o processo de divisão celular com profundas alterações citoplasmáticas e nucleares na célula. Pode-se afirmar que

a) as células filhas não são idênticas à célula mãe.

b) a mitose compreende em 4 fases fundamentais: prófase, metáfase, anáfase e telófase.

c) na telófase, ocorre a organização dos cromossomos na região mediana da célula.

d) os fusos mitóticos aparecem na telófase.

e) a restauração da cariomembrana é um dos processos da metáfase.

Gab: B

05 – (UDESC SC/2010)   Assinale a alternativa correta quanto à mitose na espécie humana, referente à fase da anáfase (1), da prófase (2), da telófase (3) e da metáfase (4), respectivamente:

a) (1) Os cromossomos duplicados na interfase começam a se condensar. (2) Ocorre a separação das duas cromátides-irmãs. (3) Os cromossomos se deslocam em direção à região da placa equatoriana e há a formação do fuso mitótico. (4) Os cromossomos se descondensam e as fibras do fuso mitótico desaparecem.

b) (1) Os cromossomos se deslocam em direção à região da placa equatoriana e há a formação do fuso mitótico. (2) Os cromossomos duplicados na interfase começam a se condensar. (3) Os cromossomos se descondensam e as fibras do fuso mitótico desaparecem. (4) Ocorre a separação das duas cromátides-irmãs.

c) (1) Ocorre a separação das duas cromátides-irmãs. (2) Os cromossomos se descondensam e as fibras do fuso mitótico desaparecem. (3) Os cromossomos duplicados na interfase começam a se condensar. (4) Os cromossomos se deslocam em direção à região da placa equatoriana e há a formação do fuso mitótico.

d) (1) Os cromossomos duplicados na interfase começam a se condensar. (2) Ocorre a separação das duas cromátides-irmãs. (3) Os cromossomos se descondensam e as fibras do fuso mitótico desaparecem. (4) Os cromossomos se deslocam em direção à região da placa equatoriana e há a formação do fuso mitótico.

e) (1) Ocorre a separação das duas cromátides-irmãs. (2) Os cromossomos duplicados na interfase começam a se condensar. (3) Os cromossomos se descondensam e as fibras do fuso mitótico desaparecem. (4) Os cromossomos se deslocam em direção à região da placa equatoriana e há a formação do fuso mitótico.

Gab: E

06 – (PUC-RS) Para fazer o estudo de um cariótipo, qual fase da mitose que seria mais adequada usar, tendo em vista a necessidade de se obter a maior nitidez dos cromossomos, em função do seu maior grau de espiralização?

Prófase.

Metáfase.

Anáfase.

Telófase.

Gab: B

07 – (Fuvest 2005) No processo de divisão celular por mitose, chamamos de célula-mãe aquela que entra em divisão e de células-filhas, as que se formam como resultado do processo. Ao final da mitose de uma célula, têm-se:

a) duas células, cada uma portadora de metade do material genético que a célula-mãe recebeu de sua genitora e a outra metade, recém-sintetizada.

b) duas células, uma delas com o material genético que a célula-mãe recebeu de sua genitora e a outra célula com o material genético recém-sintetizado.

c) três células, ou seja, a célula-mãe e duas células-filhas, essas últimas com metade do material genético que a célula-mãe recebeu de sua genitora e a outra metade, recém-sintetizada.

d) três células, ou seja, a célula-mãe e duas células-filhas, essas últimas contendo material genético recém-sintetizado.

Gab:A

Curso Enem Gratuito

Quer aumentar suas chances no próximo Exame Nacional do Ensino Médio e mandar bem nas Notas de Corte do Enem? Estude com as apostilas e aulas gratuitas do Curso Enem Online. Todas as matérias do Exame e ainda as Dicas de Redação. Acesse aqui o Curso Enem Gratuito Online.

curso enem gratuito blue fino

Juliana Biologia Enem
Os textos e exemplos acima foram preparados pela professora Juliana Santos para o Blog do Enem. Juliana é formada em Ciências Biológicas pela Universidade Federal de Santa Catarina. Dá aulas de Ciências e Biologia em escolas da Grande Florianópolis desde 2007. Facebook: https://www.facebook.com/juliana.evelyndossantos.