Faltam:
para o ENEM

Certificado do Ensino Médio pelo Enem vai mudar. Confira

Tem mudança na regra para obter o Certificado de Conclusão do Ensino Médio pela Nota do Enem. Um novo exame será criado a partir de 2017 apenas para quem pretende 'tirar o supletivo'. Confira.

Participar do Enem é condição obrigatória para quem pretende estudar em instituição particular e financiar as mensalidades por meio do FIES – Fundo de Financiamento Estudantil. E tudo isso só pode ser feito com uma boa Nota do Enem. É claro que a sua nota vale também para as vagas do Sisu e as bolsas de estudo do Prouni.

Quem não faz a prova, não tem chance de conseguir o financiamento do FIES ou as vagas dos programas de acesso. No Fies, a regra é estudar agora e pagar depois, então, só com o Enem!

Saiba como funciona o FIES, as taxas de juros e as condições de financiamento do programa.

Certificado do Ensino Médio

Outra característica importante do Enem até a edição de 2016 era  permitir aos candidatos obter o Certificado de Ensino Médio. Esta chance só valia para quem fizesse a escolha no ato da inscrição e tiver 18 anos até a data da prova em cada ano.

A condição mínima inicial era fazer pelo menos 400 pontos na nota do Enem em cada uma das quatro áreas de prova e fazer pelo menos 500 pontos na Redação. Depois, o alinhamento de pontos passou a ser de pelo menos 450 em cada prova objetiva, como já é a regra atual do Prouni e do Fies.

Diploma - Certificado do Ensino Médio pelo Enem

Mas, poucos candidatos alcançavam estes indicadores. Em 2016 apenas 7% dos candidatos que optaram pela Conclusão do Ensino Médio chegaram lá. A Decisão do MEC foi modificar esta cláusula para o Enem 2017, e um novo exame ‘supletivo’ será aplicado para quem pretende tirar o Certificado de Ensino Médio.