Veja três Planos de Estudo gratuitos para o Enem 2021

Conheça o Intensivo; o Extensivo; e o cursinho Semi do Enem 2021. São diferentes planos de estudos para você se preparar para o Exame. Veja agora como montar um cronograma de estudo que vai te levar rumo à aprovação!

O plano de estudos para o Enem é uma das ferramentas mais importantes para organizar o tempo e obter um bom desempenho nas provas. Afinal, o exame cobra todos os temas de cada uma das disciplinas do ensino médio. Com tanto conteúdo, saber o que estudar e em qual ordem é um desafio para quem estuda sozinho em casa.

Se esse é o seu caso, pode ficar tranquilo porque você não precisa montar um plano de estudos do zero sozinho. Neste post vamos te apresentar os 3 planos de estudos graatuitos do Curso Enem Gratuito e vamos dar dicas de como adaptar o cronograma de estudos à sua rotina.

Dá pra estudar em casa?

Para começar, confira este vídeo do canal do Curso Enem Gratuito sobre como criar uma rotina para estudar em casa:

Planos de estudos do Curso Enem Gratuito

O Curso Enem Gratuito é um cursinho preparatório 100% gratuito e online. Para estudar com ele, basta fazer seu cadastro e escolher um dos três planos de estudos: o extensivo, o semiextensivo ou o intensivo. Todos eles possuem aulas escritas, videoaulas e exercícios, tudo produzido pela equipe de professores do site.

Os planos de estudos são estruturado de forma conjunta entre um professor de cada disciplina e a coordenadora pedagógica do curso. Ou seja: é tudo planejado numa ordem didática e voltada para os conteúdos mais cobrados pelo Enem.

Cada plano de estudos possui um cronograma diário com diferentes disciplinas. Para estudar é só clicar nos links das aulas que você será direcionado para o conteúdo correspondente. Dessa forma, você pode estudar quando e onde quiser. Em seguida, você confere como funciona o plano de estudos extensivo, semiextensivo e intensivo.

Plano de estudos extensivo

O plano de estudos extensivo é o mais longo dos três e foi feito para quem começa a estudar para o Enem no início do ano. Assim, as aulas iniciam em março e vão até novembro, mês em que ocorre a aplicação do Enem.

O cronograma possui aulas de ciências humanas, ciências da natureza, linguagens, matemática e redação distribuídas de segunda a sexta. No sábado sempre tem aulas de uma das frentes do Enem, por isso é importante não pular esse dia de estudo.

Desse modo, o extensivo é ideal para quem tem tempo para estudar e quer se aprofundar em todos os temas que são cobrados no exame. A equipe do Curso Enem Gratuito recomenda esse plano de estudos para quem começa a estudar entre março e maio. Mais à frente vamos dar dicas do que fazer para acompanhar esse plano de estudos para o Enem depois que ele já tiver começado. 😉


Plano de estudos semiextensivo

O semiextensivo é um pouco mais enxuto do que o anterior, mas ainda tem os principais conteúdos que são cobrados no Enem. Esse plano de estudos tem a duração de 5 meses. Isso significa que é ideal para quem começa a se preparar para as provas entre junho e julho.

O cronograma semiextensivo foi construído especialmente para aqueles estudantes que começam a estudar com a chegada das inscrições do Enem. Da mesma forma que o extensivo, o semiextensivo tem aulas de segunda a sábado e possui uma média de 6 aulas por dia.

Plano de estudos intensivo

Por fim, o plano de estudos intensivo é perfeito para quem tem pouco tempo para estudar ou quer fazer uma revisão de última hora. Nele você vai encontrar apenas os conteúdos que mais caem no Enem. Assim, você pode começar a estudar no momento em que desejar.

Mas, o ideal é que você inicie seus estudos no intensivo pelo menos dois meses antes da aplicação das provas. O plano é composto por 11 semanas com cronograma de segunda a sábado, e uma média diária de 5 aulas.

Como acompanhar o plano de estudos

Talvez neste momento você esteja com a seguinte dúvida: “Se o plano de estudos extensivo começa em março e o semiextensivo em junho, eu posso começar a segui-los em outro mês?”

A resposta é sim! Mesmo que os planos sigam as datas do calendário, eles são uma sugestão de como você pode organizar seus estudos. Isso quer dizer que você não precisa seguir à risca o cronograma. Você pode adaptá-lo às suas necessidades.

Por isso separamos algumas dicas de como você pode fazer para acompanhar os planos:

Como acompanhar o plano de estudos

  1. Inicie sempre pela primeira semana do cronograma. Não recomendamos pular para o mês em que você vai começar a estudar. Isso porque pode ser que você precise ver aulas anteriores para entender conteúdos mais avançados. Se você vai começar a estudar com o extensivo em abril, por exemplo, inicie os estudos pela semana 1 de março.
  2. Se ainda tiver alguns meses disponíveis para estudar, dê prioridade aos conteúdos que você tem menos familiaridade. Nas aulas que você tiver mais facilidade, tente ver apenas a videoaula ou faça uma revisão rápida.
  3. Priorize as aulas dos conteúdos que mais caem em cada disciplina no Enem. Não é preciso ver 100% das aulas para ser aprovado. Pode deixar algumas aulas de fora, mas não aquelas de temas frequentes no Enem.
  4. Caso você não esteja dando conta de todo o conteúdo, tente ver pelo menos as videoaulas. Elas são curtas e objetivas.

Dicas de com montar um cronograma de estudos

Apesar de seguir um plano de estudos para o Enem ser uma parte muito importante dos seus estudos, ainda é preciso organizar sua rotina para segui-lo. Por isso é importante que você estabeleça um cronograma com suas tarefas de estudo, trabalho, lazer e outros afazeres. Assim, você consegue adaptar o plano de estudo da melhor forma possível.

Mas, antes de partir pras dicas, nós sugerimos que você veja este vídeo sobre como é estudar em casa. Com certeza ele vai te ajudar nesta tarefa!

Defina quanto tempo você pode estudar por dia

Primeiramente, é importante identificar quanto tempo você consegue estudar por dia. Cada pessoa tem uma rotina diferente e horários em que tem mais facilidade de concentração. Com essa definição de horas, você controla o risco de se culpar por estar estudando pouco ou de estudar até a exaustão.

Organizando plano de estudos

Crie uma agenda semanal

Depois disso, distribua suas tarefas diárias em uma grade de horários. Além dos conteúdos do plano de estudos, é importante inserir todas as atividades que você precisa realizar diariamente, como trabalho e tarefas domésticas. E lembre-se: separar tempo para o descanso também é fundamental!

Agenda - plano de estudos

Separe um tempo para resolver exercícios

Uma etapa muito importante dos seus estudos – e que é comumente esquecida –, é a resolução de exercícios. Procurar por simulados específicos de cada assunto estudado e resolver provas antigas são formas de otimizar sua preparação para as provas. Veja só o porquê:

  • Você testa o que aprendeu e descobre quais assuntos precisa retomar;
  • Treina a resolução de cálculos e a interpretação de textos;
  • Percebe de quais formas cada conteúdo é cobrado;
  • Descobre quanto tempo você demora, em média, para responder uma questão;
  • Revisa o conteúdo;
  • Aprende informações novas.

Positivo

Lembrando que as aulas dos planos de estudos que recomendamos sempre têm uma lista de exercícios no final.

Inclua o treino de redação no cronograma

Pode ser que bata aquela preguiça de começar a treinar redação do Enem, mas é preciso estar tão preparado para ela quanto para as demais disciplinas. Sozinha ela já vale um quinto da sua prova! Portanto, a nota da redação pode ser decisiva na sua aprovação ou reprovação. E a melhor forma de melhorar o seu texto é treinando. Por isso que aqui no site temos uma lista de temas de redação para você praticar.

Redação - Plano de estudos

Esperamos que essas dicas te ajudem a escolher um plano de estudos para o Enem e te levem para a aprovação. Bons estudos!