Primeira Guerra Mundial – História para o Enem e os vestibulares

A Primeira Guerra Mundial começou com o assassinato na Sérvia de um herdeiro do trono do então Império Austro-Húngaro. A diplomacia europeia não conseguiu se entender nos conflitos que se estabeleceram, e tudo terminou numa guerra de trincheiras. Mudou o mapa da Europa, do Oriente Médio, e do Norte da África. Veja:

Vamos revisar a Primeira Guerra Mundial para você ficar mais forte para a guerra das notas de corte do Sisu, do Prouni, do Fies e dos vestibulares.

Neste post falaremos sobre a Primeira Guerra Mundial, suas causas, antecedentes e desdobramentos principais, falaremos sobre as disputas imperialistas (neocolonialistas) e o desenvolvimento do nacionalismo que mergulharam as principais potencias mundiais em um conflito sem precedentes.Fonte: http://www.forte.jor.br/2014/07/28/primeira-guerra-mundial-acelerou-modernizacao-das-forcas-armadas-no-brasil/Fonte: http://www.forte.jor.br/2014/07/28/primeira-guerra-mundial-acelerou-modernizacao-das-forcas-armadas-no-brasil/

Para entender uma guerra, assim como tudo em história, basta fazer uma análise lógica dos acontecimentos anteriores ao conflito. A Primeira Guerra Mundial foi um conflito diretamente ligado ao desenvolvimento industrial dos países europeus, desenvolvimento este que se consolida durante todo o século XIX.

No contexto deste importante século, precisamos adicionar ao “caldo” ingredientes como a partilha da África e Ásia, as unificações da Alemanha e Itália e o desenvolvimento do NACIONALISMO.

Pois bem, falando especificamente, nós sabemos que não basta ter indústria, ter uma grande oferta dos mais variados produtos, se não houver quem compre os mesmos. Além disso, é preciso garantir o acesso a fontes de matéria-prima mais baratas, e os países da África e Ásia eram as melhores alternativas para esses dois “problemas”.

Assim sendo, diante da crise do colonialismo moderno os países Europeus dividiram esses dois continentes entre si para dar inicio a novos empreendimentos coloniais (NEOCOLONIALISMO).

É importante frisar que o objetivo era a exploração comercial desses, mas os europeus justificaram esta exploração alegando que estariam levando o progresso para essas regiões. Sim, “os caras” diziam que seu objetivo era filantropia nessas regiões “atrasadas” e “selvagens”. Veja uma charge onde os europeus ‘dividem’ a China:Fonte: http://brasilescola.uol.com.br/historiag/neocolonialismo.htm

Como começou a Primeira Guerra Mundial

Tudo corria bem, até que Itália e Alemanha, países divididos em estados independentes até então, passam por um processo de desenvolvimento de nacionalismo, e por volta da década de 1870 se unificam. O problema é que esses dois países, já industrializados, por não serem unificados na época partilha da África e Ásia, sentiram-se lesados por não possuírem grandes territórios coloniais e vão querer entrar na concorrência por mercados consumidores e matéria-prima.

Desta forma, o final do século XIX foi bem tumultuado na Europa. Os líderes desses países sabiam que uma guerra era questão de tempo e passaram a fechar acordos entre si a fim de garantirem algum sucesso quando a guerra viesse. Esse período ficou conhecido como PAZ ARMADA, pois grande parte da máquina industrial dedicou-se ao desenvolvimento armamentista. É neste momento que duas importantes alianças se formam:

  • A Tríplice Aliança (ALEMANHA, IMPÉRIO AUSTRO-HUNGARO e ITÁLIA)
  • Tríplice Entente (GRÃ-BRETANHA, RÚSSIA E FRANÇA).

Outro grande império, importantíssimo nesse contexto, era o Império Turco-Otomano, que dominava boa parte dos Balcãs (PANESLAVISMO), dominando ha séculos países de origem eslava e por sua vez interferindo nos interesses russos de obter uma saída rápida de sua produção através do mediterrâneo.

Então houve um assassinato…

Diante desse contexto, quando o herdeiro do trono Austríaco Francisco Ferdinando foi assassinado na Bósnia por um sérvio (eslavos), a Áustria acusou a Sérvia de participação no crime e declarou guerra àquele país. Por sua vez, a Rússia (também de origem eslava) declarou guerra a Áustria. Nos dias seguintes o que ocorreu foi uma sucessão de declarações de guerra: Alemanha contra a Rússia, França e Inglaterra contra a Alemanha e etc…

Nos primeiros meses a Primeira Guerra Mundial foi mais de movimentos, quando os países buscaram ocupar posições estratégicas. A Alemanha tinha o plano de lutar em duas frentes distintas. O front Ocidental, contra a França e a Inglaterra, e o Front Oriental, contra os Russos.

Fonte: https://otrecocerto.com/2016/03/28/primeira-guerra-mundial-o-terrivel-cotidiano-nas-trincheiras/
Fonte: https://otrecocerto.com/2016/03/28/primeira-guerra-mundial-o-terrivel-cotidiano-nas-trincheiras/

Soldados alemães na I Guerra Mundial comemorando o Natal na trincheira

A partir do final de 1914, o conflito ganhou outros contornos, período que ficou conhecido como guerra de trincheiras, quando os dois lados passaram a viver entrincheirados, convivendo com toda sorte de situações como corpos não sepultados, lama, frio, ratos, parasitas e fome. Durante os três últimos anos a guerra se resumiu a conquista centímetro por centímetro e a sistematização da morte de milhões de jovens soldados.

O ano de 1917 foi decisivo para o fim da primeira guerra mundial. Na Rússia a revolução popular que em breve se tornaria socialista obrigou o Czar Russo a deixar a guerra, o que não impediu que o povo Russo o destronasse. Por outro lado, os Estados Unidos da América entraram na Guerra, apoiando os membros da entente, o que fez pender a balança contra os alemães, otomanos e austro-hungaros.

Consequências da Primeira Guerra Mundial

Como principais consequências da guerra podemos destacar:

O desmembramento dos impérios Turco-Otomano e Áustro-Húngaro, a ascensão dos Estados Unidos da América como principal potência mundial diante de sua participação na reconstrução dos países europeus e a humilhação imposta sobre a Alemanha, sendo declarada culpada pelo conflito e obrigada a pagar pesadas indenizações ao países vencedores, devolver os territórios da Alsácia e Lorena a França, entregar seu material bélico e reduzir suas forças armadas a apenas 100.000 homens.

Além é claro, da perda de milhões de vidas, fossem combatentes ou não. Uma instituição internacional com o objetivo de evitar conflitos futuros foi criada sob o nome de Liga das Nações, no entanto, a crise do liberalismo, os regimes totalitários alemão e italiano e a expansão das ideias socialistas resultariam na Segunda Guerra Mundial.

Assista uma aula para entender mais sobre a Primeira Guerra Mundial

Exercícios:

1- (PUC- Campinas) Em relação às causas da Primeira Guerra Mundial é correto afirmar que:

a) A incapacidade dos Estados liberais em solucionar a crise econômica do século XIX colocou em xeque toda a estrutura do sistema capitalista. A instabilidade política e social das nações europeias impulsionou as disputas colonialistas e o conflito entre as potências.

b) A desigualdade de desenvolvimento das nações capitalistas europeias acentuou a rivalidade imperialista. A disputa colonial marcada por um nacionalismo agressivo e pela corrida armamentista expandiu os pontos de atrito entre as potências.

c) O sucesso da política de apaziguamento e do sistema de aliança equilibrou o sistema de forças entre as nações europeias, acirrando as lutas de conquista das colônias da África e da Ásia.

d) O expansionismo na Áustria, a invasão da Polônia pelas tropas alemãs assustaram a Inglaterra e a França, que reagiram contra a agressão declarando guerra ao inimigo.

e) O desequilíbrio entre a produção e consumo incentivou a conquista de novos mercados produtores de matérias-primas e consumidores de bens de produção reativando as rivalidades entre os países europeus e os da América do Norte.

Resposta: B

2- Sobre o fim da Primeira Guerra Mundial é correto afirmar:

I – Ente as propostas dos 14 Pontos de Wilson, incluía-se a criação de uma Liga das Nações para a preservação da paz mundial;

II – O Tratado de Versalhes impôs propostas humilhantes à Alemanha, refletindo o revanchismo francês;

III – A Rússia saiu da Primeira Guerra após a Revolução socialista de 1917;

IV – Após a Primeira Guerra, emergiram Estados totalitários na Alemanha e na Itália.

Assinale a alternativa correta, quanto às afirmativas acima:

a) todas estão incorretas.

b) todas estão corretas.

c) somente a I e a II estão corretas.

d) somente a II e a III estão corretas.

e) somente a III e IV estão corretas.

Resposta: B

Bruno História
Os textos e exemplos acima foram preparados pelo professor Bruno Anderson para o Blog do Enem. Bruno é historiador formado pela Universidade Federal de Santa Catarina. Dá aulas de história em escolas da Grande Florianópolis desde 2012. Facebook e Twitter.