Faltam:
para o ENEM

Reino Monera, Bactérias e Vírus – Biologia Enem

Revise o conteúdo de Biologia e fique preparado para o Enem com esta aula sobre o Reino Monera, as Bactérias e Vírus!

Reino Monera

 Formado por seres procariontes, autótrofos ou heterótrofos. São as bactérias e cianobactérias (cianofíceas).

 Bactérias

São organismos unicelulares sem carioteca (pro ou protocariontes), encontradas em todos os locais, isoladas ou em colônias.

A célula bacteriana é formada por quatro componentes fundamentais encontrados em qualquer célula: hialoplasma, ribossomos, cromatina (uma molécula de DNA formando uma alça ou anel) e membrana plasmática, além de possuir uma membrana esquelética de natureza não celulósica.

Há a presença de material genético (DNA) não ligado ao cromossomo espalhado pelo hialoplasma, o plasmídeo.

Algumas espécies possuem, externamente à membrana esquelética, uma cápsula, feita de material mucilaginoso.

Bactérias encapsuladas são mais resistentes.

figura32.jpg

figura33.jpg

Importância das bactérias

Existem em qualquer lugar: em ambiente aquático (dulcícola e marinho), solo, ar e no interior de organismos vivos.
Doenças: muitas bactérias causam doenças em diversos seres vivos. Hanseníase, tuberculose, difteria, tétano, coqueluche, leptospirose, gonorréia, sífilis, botulismo, peste negra (bubônica), meningite meningocóccica, salmonelose.
Uso industrial: os lactobacilos são usados na fermentação lática (iogurte, queijo, leite fermentado) e acética (vinagre).
Ecologia: são importantes na decomposição cadavérica, processo feito tanto aeróbico como anaeróbico, fazendo a compostagem (adubo orgânico).
No ciclo do nitrogênio: fixação biológica do nitrogênio atmosférico, antes de fazer parte de aminoácidos, proteínas e ácidos nucleicos. Outras fazem a nitrificação, onde transformam amônia em nitrito e, posteriormente, em nitrato. As plantas só absorvem nitrogênio na forma de amônio ou nitrato. Há também as bactérias desnitrificantes, que devolvem o nitrogênio livre à atmosfera após a morte dos seres vivos.
Engenharia genética e biotecnologia: na síntese de insulina humana e hormônio do crescimento.
Vida latente: muitas bactérias são capazes de interromper o seu metabolismo quase a zero e entrar em condição de latência. É o caso das bactérias que podem formar esporos, como a do tétano e do botulismo.

 As bactérias são classificadas de acordo com a sua forma em:

bacilos (forma alongada ou de bastão);
cocos (esféricas);
vibriões (em vírgula); ou
espirilos (em espiral).

figura34.jpg

figura35.jpg

De acordo com o tipo de colônia em estafilococos (em cachos) ou estreptococos (em fileira).

Dica 1 – Doença de Chagas, Malária e Bicho geográfico. Relembre com esta aula de Biologia Enem os principais tipos de doenças causadas por protozoários e vermes – https://blogdoenem.com.br/doencas-protozoarios-vermes-biologia-enem/

Doenças bacterianas

Tuberculose: causada pelo bacilo de Koch, chamado Mycobacterium tuberculosis, de transmissão por vias aéreas, atacando principalmente os pulmões. Existe a vacina BCG. Tosse, escarro com sangue, fraqueza, emagrecimento. Tratamento gratuito pelo sistema de saúde, só que demorado, pois o período é de 6 meses.
Hanseníase ou lepra: causada pelo bacilo de Hansen, chamado Mycobacterium leprae, que é transmitido por contato com as lesões do infectado ou por secreções de vias aéreas. É doença de longa incubação, de 3 a 5 anos, e tem como vítimas pessoas com péssima condição de vida e baixa imunidade. Tratamento de 6 meses. Manchas esbranquiçadas ou avermelhadas sem dor, depois dores nos nervos de braços e pernas, bolhas pela pele e destruição de tecidos.
Coqueluche ou tosse comprida: em vias de acabar nas populações das cidades, graças à vacinação em massa (vacina DTP ou tríplice). Transmissão por vias aéreas, com febre, tosse, falta de ar e produção de toxina que pode levar uma criança à morte. Causada pela Bordetella pertussis.
Difteria ou crupe: doença rara graças à vacinação em massa (vacina DTP ou tríplice), cuja transmissão é por vias aéreas. Febre alta, toxinas, formação de placas esbranquiçadas com pus na garganta, que levava a bloqueio da passagem de ar. Causada pelo Corynebacterium diphteriae.
Tétano: causada pelo Clostridium tetani, uma bactéria encontrada na poeira, água suja e esterco de animais. Penetra através de ferimentos e produz toxina tetânica, que causa rigidez muscular progressiva. Existe vacina (DTP, anti-tetânica).
Gonorreia ou blenorragia: sexualmente transmissível ou no parto natural. Causada pela Neisseria gonorrheae, com uretrite, vaginite, inflamação de útero, próstata e pode acarretar esterilidade.
Sífilis: causada pelo Treponema pallidum, um espirilo que pode ser transmitido por ato sexual, por via congênita, por transfusão de sangue e até por beijo em estado avançado. Depois do contágio, há o aparecimento do cancro duro, uma ferida seca, sem secreção ou dor, de bordos duros. É o estágio primário da sífilis. Se não tratado desaparece. No estágio secundário que acontece tempo depois, surgem feridinhas pela pele, que também desaparecem. Depois de anos a doença pode matar por problemas cardíacos, lesões de cérebro ou paralisia.
Leptospirose: causada pela Leptospira sp, encontrada principalmente na urina do camundongo e ratazana. Penetra pela pele e pode acarretar problemas no fígado, rins e cérebro.
Outras: meningite meningocóccica, botulismo, febre tifoide, disenterias.

Dica 2 – Biologia Enem – Poluição e Impacto Ambiental – https://blogdoenem.com.br/biologia-enem-poluicao/

Um reino à parte? Os vírus

São seres acelulares.

Possuem uma cápsula proteica contendo DNA ou RNA no seu interior. Com DNA são adenovírus e com RNA são ribovírus.

São parasitas intracelulares obrigatórios, pois só vivem e se reproduzem dentro de células.

Não têm metabolismo próprio, necessitando do material de células para sua reprodução.

Possuem material genético, hereditariedade, capacidade de mutações.

Alguns vírus injetam somente o material genético nas células, como o bacteriófago. Outros aderem à membrana da célula e fundem-se a ela e entram na célula hospedeira, como o HIV.

Visíveis somente ao microscópico eletrônico.

Fora das células estão cristalizados.

figura36.jpg
figura37.jpg

Importância dos vírus

Doenças: por não possuírem célula, os vírus não podem ser combatidos com antibióticos. Poliomielite, gripe, resfriado, AIDS, HPV, hepatite, varíola, rubéola, sarampo, raiva, caxumba, catapora, febre amarela, dengue e herpes são algumas doenças causadas por vírus.
Pesquisa: são úteis nas pesquisas genéticas para esclarecer a ação de genes.
Câncer: alguns tipos de câncer são causados por vírus.

Fixação do vírus

figura38.jpg

Dica 3 – Biologia Enem – Ciclos do carbono, oxigênio e hidrogênio – https://blogdoenem.com.br/biologia-enem-ciclos/

Desafios

Questão 01

(UFRN) Todos os vírus são constituídos por:

a) DNA e proteínas.

b) aminoácidos e água.

c) ácidos nucleicos e proteínas.

d) DNA e RNA.

e) RNA e proteínas

Questão 02

(Fatec-SP) Os vírus são minúsculos “piratas” biológicos porque invadem as células, saqueiam seus nutrientes e utilizam as reações químicas das mesmas para se reproduzir. Logo em seguida os descendentes dos invasores transmitem-se a outras células, provocando danos devastadores. A estes danos dá-se o nome de virose, como a raiva, a dengue hemorrágica, o sarampo, a gripe, etc.

De acordo com o texto, é correto afirmar que:

a) Os vírus utilizam o seu próprio metabolismo para destruir células, causando viroses.

b) Os vírus utilizam o DNA da célula hospedeira para produzir outros vírus.

c) Os vírus não têm metabolismo próprio.

d) As viroses resultam sempre das modificações genéticas da célula hospedeira.

e) As viroses são transcrições genéticas induzidas pelos vírus que degeneram a cromatina na célula hospedeira.

Questão 03

Doenças como a dengue, febre amarela e mesmo a malária, há muito erradicadas dos grandes centros urbanos brasileiros, podem reaparecer, como aconteceu em áreas urbanas de São Paulo e Rio de Janeiro. O que poderia propiciar o reaparecimento dessas doenças?

a) Aumento no número de predadores dos mosquitos transmissores dessas doenças.

b) Ingestão de água não tratada contaminada por esgotos.

c) Proliferação de criadouros dos mosquitos causadores, como focos de água parada.

d) A falta de informação da população, que não tem preocupação com os focos de proliferação dos insetos transmissores dessas doenças.

e) A ausência total de predadores de mosquitos.

Questão 04

Abaixo são mencionadas quatro formas distintas de prevenção contra determinadas doenças infectocontagiosas de natureza virótica:

– combate aos mosquitos, procurando-se a sua erradicação, e uso constante de mosquiteiros (telas) nas janelas e nas camas;

– evitar contato com secreções de vias aéreas de pessoas que estão com as glândulas parótidas inflamadas;

– vacinação em massa da população de baixa idade com vacina Sabin;

– cuidados especiais no contato direto com os doentes bem como ingestão de água e alimentos.

Na ordem em que foram mencionados, esses recursos profiláticos são condizentes com:

a) dengue, caxumba, poliomielite, raiva.

b) febre amarela, varicela, poliomielite, hepatite.

c) rubéola, sarampo, poliomielite, hepatite.

d) febre amarela, caxumba, poliomielite, hepatite.

e) mononucleose, rubéola, hepatite, cólera.

Questão 05

As medidas tomadas no combate ao dengue não têm eficiência em relação à cólera, pois estas doenças exigem procedimentos diferentes. Em relação às diferenças entre as medidas adotadas em cada caso, é correto afirmar que:

a) O dengue é causado por bactérias, enquanto a cólera é uma infecção virótica, o que torna a vacinação eficiente somente no caso da cólera.

b) Vetores exigidos para a realização completa dos ciclos dos referidos parasitas (mosquitos e peixes crus) são diferentes.

c) O dengue é tipicamente urbano, enquanto a cólera é característica de áreas tropicais com cobertura vegetal.

d) No caso do dengue, o controle do vetor é mais importante, enquanto, na cólera, é mais importante controlar os alimentos.

e) As duas doenças são infecciosas, mas o dengue é tratado com antibióticos e a cólera não tem cura.

Você consegue resolver estes exercícios? Então resolva e coloque um comentário no post, logo abaixo, explicando o seu raciocínio e apontando a alternativa correta para cada questão. Quem compartilha a resolução de um exercício ganha em dobro: ensina e aprende ao mesmo tempo. Ensinar é uma das melhores formas de aprender!