Resolução de problemas com Fusos Horários: Geografia Enem e vestibular

Sem um mapa específico que mostre os fusos horários é difícil saber como calcular o horário em outras partes do mundo. No entanto, é possível calcular com outras informações. Vem com a gente revisar os Fusos Horários para arrasar em Geografia no Enem!

Geografia Enem: Nos dias de hoje, com tantas tecnologias ao alcance, ficou muito simples saber o horário em outros locais. Aplicativos e outros recursos tecnológicos fazem todo o trabalho pelo nosso cérebro.

No entanto, nos concursos que ocorrerão esse ano, nada disso pode ser utilizado. Questões que exigem resolução de problemas envolvendo cálculo de fusos horários são frequentes. Aponte o lápis  e prepare-se para calcular nessa revisão para obter um ótimo desempenho em Geografia no Enem!

1Para iniciarmos os estudos de cálculo de fusos horários, algumas regras devem ser passadas. A primeira delas é que os fusos são 24, sendo 12 a Leste do fuso GMT 0, que corresponde aquele que é cortado pelo Meridiano de Greenwich; para o sentido Oeste, temos 11 fusos. Portanto:

  • 12 – Sentido Leste
  • 0 – Cortado pelo Meridiano de Greenwich (corresponde a Hora Mundial)
  • 11 – Sentido Oeste,

No total, então, são 12 para cada lado totalizando 24 fusos horários, um para cada hora do dia.  Para efeitos de cálculo e uniformidade de representação dos fusos horários em nível mundial, os fusos localizados a Leste do Meridiano de Greenwich são precedidos do símbolo positivo (+); os que estão a Oeste do fuso GMT 0, são precedidos do símbolo negativo (-).

Os sinais  são muito importantes para a correta montagem da resolução dos problemas. 

Outro aspecto importante a ser considerado é o tempo de deslocamento quando o problema inclui essa informação. É bom lembrar que tempo de viagem, em problemas que envolvem cálculo de fusos horários sempre são somados. Quer seja ao final dos cálculos, quer seja no início da resolução.

A última dica antes de iniciar a resolução de problemas é sobre quando a soma dos fusos e/ou quando incluídas o tempo de deslocamento. Se ultrapassar o valor de 24 horas, como é a duração de um dia, passa-se para o dia seguinte e reinicia-se o cálculo a partir de 0 hora do próximo dia.

Vamos aos cálculos então?

Exemplo 1: Cálculo de diferença de fusos simples (usando como referência os fusos GMT) –  Se em São Paulo (GMT -2) são 13:00, que horas serão em Londres (GMT 0)?

  • Resolução:
  • Sentido do São Paulo – Londres: Leste, logo, soma-se, então:
  • 0 (fuso de Londres) – (-2) [fuso de São Paulo]= +2.
  • Portanto, em Londres será 13:00 +2:00= 15:00.

Exemplo 2 – Se em São Paulo (GMT -2) são 13:00, que horas serão em Los Angeles (GMT -7)?

  • Resolução:
  • Sentido do São Paulo – Los Angeles: Oeste, logo, subtrai-se, então:
  • -7 (fuso de Los Angeles) – (-2) [fuso de São Paulo]= -5.
  • Portanto, em Los Angeles, será 13:00 – 5:00= 8:00.

Exemplo 3: Cálculo de fuso horário quando é dada a posição longitudinal: Se em Santiago do Chile (= aproximadamente 75° O), que horas serão em Berlim (long.= aproximadamente 15° L)?

  • Resolução:
  • Transformando longitude em fuso horário (GMT)
  • Santiago: 75° O. Divide-se o valor da longitude por 15°, extensão média dos fusos horários:
  • 75/15 = 5. Como está a Oeste do fuso GMT 0, logo, acrescenta-se o símbolo negativo ao fuso de Santiago, portanto:
  • Santiago: fuso horário GMT -5
  • Berlim: 15° L. Divide-se o valor da longitude por 15°, extensão média dos fusos horários:
  • Como está a Leste do fuso GMT 0, logo, acrescenta-se o símbolo positivo ao fuso de Berlim, portanto:
  • Berlim: fuso horário GMT +1

Agora, para concluir:

  • Sentido Santiago -Berlim: Leste, logo, soma-se, então:
  • +1 (fuso de Berlim) – (-5) [fuso de Santiago]= +6.
  • Resposta: Portanto, em Berlim será 10:00 +6:00= 16:00.

 

Exercício 4 – Se em Santiago do Chile (long.= aproximadamente 75° O), que horas serão no Alasca (long.= aproximadamente 135° O)?

  • Resolução:
  • Transformando longitude em fuso horário (GMT)
  • Santiago: 75° O. Divide-se o valor da longitude por 15°, extensão média dos fusos horários:
  • 75/15=5. Como está a Oeste do fuso GMT 0, logo, acrescenta-se o símbolo negativo ao fuso de Santiago, portanto:
  • Santiago: fuso horário GMT -5
  • Alasca: 135° O. Divide-se o valor da longitude por 15°, extensão média dos fusos horários:
  • 135/15=9. Como está a Oeste do fuso GMT 0, logo, acrescenta-se o símbolo negativo ao fuso do Alasca, portanto:
  • Alasca: fuso horário GMT -9

Agora, para concluir:

  • Sentido Santiago – Alasca: Oeste, logo, subtrai-se, então:
  • -9 (fuso do Alasca) – (-5) [fuso de Santiago]= -4.
  • Portanto, no Alasca será 10:00 – 4:00= 6:00.

Dica do Blog > Para resolução de problemas com tempo de deslocamento, lembre-se: o tempo de viagem é sempre somado ao cálculo da diferença de fusos horários.

Então, agora você já sabe calcular as horas em qualquer parte do mundo…Muito bom! Então, para fixar bem o conteúdo e finalizar sua revisão, veja esta super videoaula!

Aula Gratuita sobre Fusos Horários

Fusos Horários – Exercício nível FÁCIL (canal: Prof. Gabriel Augustus) –

Exercícios sobre Fusos Horários

1 – (IFSC/SC – 2015) A Copa do Mundo FIFA de 2014 ocorreu no Brasil e teve a sua final disputada entre a Argentina e a Alemanha. O jogo foi realizado no dia 13 de julho de 2014 no estádio Maracanã, na cidade do Rio de Janeiro (fuso horário 45ºW), às 16 horas (horário local) e teve um único gol, que garantiu a vitória para a Alemanha.

Marque a alternativa CORRETA que indica qual foi o horário de início do jogo na Alemanha, para os torcedores que estavam na cidade Berlim (fuso horário 15°E), considerando que na data em questão, Berlim estava no horário de verão.2Momento em que Göetze marca o Gol da vitória para a Alemanha. Imagem: Marcello Casal Jr/Agência Brasil – disponível em: http://agenciabrasil.ebc.com.br/geral/foto/2014-07/alemanha-e-argentinase- enfrentam-na-final-da-copa-do-mundo. Acesso em: 15 set. 2014.

a) 19 horas.

b) 15 horas.

c) 17 horas.

d) 18 horas.

e) 21 horas.

 

2 – (UEL/PR – 2015) Analise o mapa de fusos horários do Brasil a seguir.3(Disponível em: <www.dc318.4shared.com>. Acesso em: 12 set. 2014.)

Supondo que um passageiro saia às 7h da manhã de Fernando de Noronha (PE) com destino a Campo Grande (MS) para uma reunião e sabendo-se que a viagem teve duração de 6 horas e 30 minutos, assinale a alternativa que apresenta, corretamente, o horário local em que o passageiro deve chegar a Campo Grande (MS).

a) 5h30min

b) 9h30min

c) 10h30min

d) 11h30min

e) 13h30min

 

3 – (UNITAU/SP – 2015) Assumindo que as coordenadas geográficas de São Paulo e Manaus sejam, respectivamente (24 °S, 45 °W) e (3 °S, 60 °W), e que um voo direto entre São Paulo e Manaus dure 4 horas, a que horas um passageiro chega a Manaus, se o avião decolar de São Paulo às 8h? (Desconsidere-se o horário de verão).

a) 10h

b) 14h

c) 13h

d) 12h

e) 11h

 

4 – (UFRGS/RS – 2002) Uma embarcação situada no oceano Atlântico está a 30º Oeste em relação ao meridiano de Greenwich. Para chegar ao ponto do Rio de Janeiro, a embarcação deverá seguir a direção 12º Sudoeste na bússola em relação a sua posição atual.

Considerando que eram 14h em Greenwich quando a embarcação estava naquele meridiano e que, para chegar ao porto, ela levará 8 horas, pode-se dizer que a embarcação chegará ao Rio de Janeiro, pelo horário local, às

a) 8h.

b) 14h.

c) 19h.

d) 20h.

e) 22h.

 

GABARITO  1 – E.   2 – D.   3 – E.   4 – C

Post escrito por Douglas de Barros Oliveira. Douglas é professor de Geografia, formado pela Universidade Federal de Santa Catarina, com 12 anos de experiência na docência e especialista em tecnologia na aprendizagem.