Revisão de Química. Transformações gasosas: Transformação isotérmica

Que tal relembrar sobre as transformações gasosas? Mais especificamente as transformações isotérmicas? Esse assunto é muito cobrado no Enem e nos vestibulares de todo o Brasil. Não deixe de estuda-lo!

Primeiramente vamos relembrar o que é uma transformação gasosa?

Para isso é importante relembrarmos que o estado do gás ou estado gasoso é determinado pelas variáveis de estado: pressão, volume e temperatura. Logo, uma transformação gasosa nada mais é do que qualquer situação em que determinada quantidade de gás sofre variação em uma de suas três variáveis de estado. Sempre que uma variável sofrer alteração, outra consequentemente terá seu valor mudado.

Dica 1 – O que mais cai em Química nos Vestibulares e no Enem? Veja aqui as melhores dicas: https://blogdoenem.com.br/enem-2013-quimica-cai-mais/

Vamos supor que um gás tenha sido submetido a uma transformação na qual a sua temperatura foi mantida constante. Dizemos que ele sofreu uma transformação isotérmica. E considerando que a massa do gás também se manteve constante, concluímos que a pressão e o volume do gás foram as grandezas que variaram durante a transformação. Por exemplo, no êmbolo de uma seringa. Se aplicarmos uma pressão externa sobre este êmbolo, ou seja, se aumentarmos a pressão, o volume do ar ocupado dentro da seringa diminuirá, e vice-versa.

Química

Resumindo…

As transformações isotérmicas constituem a relação entre o volume e a pressão de um gás a uma temperatura constante.

A lei física que expressa essa relação é conhecida com Lei de Boyle e é matematicamente expressa por:

Química Fórmula 3

Onde:

p=pressão

V=volume

=constante que depende da massa, temperatura e natureza do gás.

Como esta constante é a mesma para um mesmo gás, ao ser transformado, é válida a relação:

Química Fórmula 2

Dica 2 – Relembre as principais unidades de medidas mais utilizadas nas questões de química dos vestibulares de todo Brasil e no Enem. Acesse o nosso link e veja tudo sobre as unidades e suas conversões. Aproveite essa oportunidade! https://blogdoenem.com.br/unidades-de-medidas-quimica/

Saiba mais sobre a transformação isotérmica assistindo a vídeo aula do Reinaldo Souza que o Blog do Enem separou especialmente para você. Vamos lá! Não fique de fora dessa!

Você sabe por que se chama transformação isotérmica?

Essa transformação é chamada assim porque em uma transformação isotérmica, provoca-se a variação do volume e da pressão de determinado gás, porém mantém-se a temperatura constante; daí a origem do nome isotérmico (do grego: iso = igual; thermo = calor).

Dica 3 – Reveja também outro assunto de química que cai bastante nas provas dos vestibulares e do Enem que é Biodiesel. Acesse o nosso blog do Enem e veja um super- resumo preparado pela professora Munique Dias. Vai ficar de fora dessa? https://blogdoenem.com.br/quimica-biodiesel-combustivel/.

Conseguiu relembrar sobre as transformações isotérmicas? Vamos ver um exemplo?

Certo gás contido em um recipiente de 1m³ com êmbolo exerce uma pressão de 250Pa. Ao ser comprimido isotermicamente a um volume de 0,6m³ qual será a pressão exercida pelo gás?

Resposta: Como a transformação acontece isotermicamente, ou seja, a temperatura constante, podemos igualar as equações:

Química Fórmula 1

Então: a pressão exercida pelo gás será de 416,6 Pa.

3) (UNIMEP – SP) 15 litros de uma determinada massa gasosa encontram-se a uma pressão de 8,0 atm e à temperatura de 30º C. Ao sofrer uma expansão isotérmica, seu volume passa a 20 litros. Qual será a nova pressão do gás?

Resposta: 6 atm

Dica 4 – Relembre outros assuntos de química acessando o nosso blog www.blogdoenem.com.br e gabarite as questões de química nas provas dos vestibulares e do Enem.