Tecido Nervoso – Fique ligado em Biologia e arrase no Enem

Não perca a oportunidade de revisar o tecido nervoso! Você pode gabaritar Biologia no Enem!

O tecido nervoso é fantástico! Exclusivo do Reino dos Animais, o tecido nervoso permite que os animais interajam com o ambiente, recebendo estímulos e elaborando respostas. Além disso, o tecido nervoso permite que o organismo controle suas funções mantendo sua homeostase. Você conhece as principais células do tecido nervoso? Não? Então revise aqui e arrase nas questões de Biologia do Enem e dos vestibulares!

Dica 1: Você quer relembrar os órgãos do sistema nervoso? Então veja este post com divertida aula da Khan Academy e dicas da professora Juliana Evelyn dos Santos:https://blogdoenem.com.br/biologia-sistema-nervoso/

Para iniciar sua revisão, veja esta interessante videoaula do professor Rubens Oda, do canal Descomplica do Youtube:

Curtiu o vídeo? Legal, não é mesmo? Agora, para você ficar ligado (a) e aprender as principais características do tecido nervoso, veja o resumo que preparamos para você:

Neurônios: Os neurônios são as principais células do sistema nervoso. São células com formato estrelado e permanentes, dividindo-se pouco ao longo das nossas vidas. Só no cérebro, há cerca de 100 bilhões de neurônios. Essas células são especializadas em comunicação, mandando mensagens entre si e formando uma rede responsável por transmitir impulsos nervosos. Os neurônios são compostos, basicamente, por três partes: corpo celular ou pericário (onde se encontram a maior parte do citoplasma e suas organelas e o núcleo), dendritos (pequenas ramificações que partem do corpo celular e são responsáveis por receber os impulsos nervosos dos órgãos dos sentidos e de outros neurônios) e axônio (o maior prolongamento, responsável por transportar o impulso nervoso para outro neurônio ou para um órgão efetor). Na ponta do axônio há uma ramificação, chamada de telodendro. Na ponta das ramificações do telodendro há pequenas vesículas, responsáveis por liberar neurotransmissores, os chamados mensageiros químicos de nosso organismo, que levam mensagens de um neurônio para o outro. Feixes de axônios envolvidos por tecido conjuntivo formam os nervos.  Os neurônios podem ser classificados de acordo com o número de prolongamentos: multipolares (são os mais comuns, possuem vários dendritos e apenas um axônio), bipolares (apenas um dendrito e um axônio) e unipolares(com um prolongamento dividido em dois).

Biologia

Biologia

Dica 2: Revise também os tipos de tecidos conjuntivos, com videoaula do professor Hélio Apóstolo:https://blogdoenem.com.br/biologia-enem-tecido-conjuntivo/

Células da glia: As células da glia são células presentes no tecido nervoso que não têm função de transmitir impulsos nervosos. Elas sintetizam substâncias nutritivas e participam do sistema de defesa do tecido nervosofagocitando antígenos.

Dica 3:Revise também o sangue e a linfa, tipos especiais de tecido conjuntivo. Tem resumo que pode te ajudar a gabaritar as questões de Biologia do Enem! https://blogdoenem.com.br/biologia-enem-tecidos-conjuntivos/

Células de Schwann: As células de Schwann ou oligodentrócitos são células da glia com grande reserva de lipídios que se enrolam em volta dos axônios dos neurônios formando a chamada bainha de mielina ou estrato mielínico. As células de Schwann deixam pequenos espaços entre si, os nódulos de Ranvier ou nós neurofibrosos, onde o impulso elétrico “salta” e é transmitido para o próximo nódulo. Sendo assim, bainha de mielina funciona como um isolante elétrico, aumentando a velocidade de transmissão do impulso nervoso. Amielina confere cor branca aos axônios. Assim, regiões do sistema nervoso que têm altas concentrações de axônios são chamadas de substância branca.

Dica 4: Revise também o tecido epitelial e suas características! Veja este super post com uma divertida videoaula do professor Paulo Jubilut e dicas da professora Juliana Evelyn dos Santos: https://blogdoenem.com.br/biologia-enem-tecido-epitelial/

Biologia Curiosidade: A adrenoleucodistrofia é uma doença degenerativa do sistema nervoso em que os axônios perdem gradativamente sua bainha de mielina. Assim, o portador dessa síndrome genética ligada ao cromossomo X, terá perda da tonicidade muscular acarretando em perda de movimentos, dificuldade para falar e até respirar, vindo a falecer dentro de alguns anos. Atualmente, apesar de gravíssima, essa síndrome pode ser tratada, graças aos pais de Lorenzo Odone, garoto portador da síndrome cujos pais travaram uma batalha para descobrirem eles mesmos (que não eram médicos, biólogos, farmacêuticos ou qualquer coisa na área da saúde) um medicamento para tratá-lo. A história de Lorenzo inspirou um belíssimo filme – O óleo de Lorenzo, que você pode ver e aprender um pouquinho mais sobre o sistema nervoso (além de se distrair um pouquinho, afinal, ninguém é de ferro!). Veja o trailer e corra para a locadora:

Agora que você já sabe conhece as principais células do tecido nervoso, que tal testar seus conhecimentos?

(PUC – MG-2007) Observe o esquema da célula nervosarepresentada.

Biologia

a) Nas partes 1 e 4, podem ocorrer sinapses químicas,dependentes de moléculas neurotransmissoras como a acetilcolina.

b) Moléculas produzidas em 2 podem ser transportadasaté 4 através do citoesqueleto.

c) Em 3, observa-se um envoltório membranoso chamadode bainha de mielina, presente apenas em axônios dosneurônios do sistema nervoso central.

d) A parte 5 é responsável pela condução do impulsonervoso, que é unidirecional e dependente dos íons sódioe potássio.

Resposta: C.

Dica 5: Você quer ver mais vídeos legais de Biologia? Então acesse a plataforma da Khan Academy em português! Lá você encontrará vídeo-aulas e exercícios de várias disciplinas que podem te ajudar no Enem! Confira: https://pt.khanacademy.org/welcome
Dica 6: Quer treinar seus conhecimentos em Biologia? Baixe esta apostila de biologia gratuitamente! https://blogdoenem.com.br/biologia-enem-apostila-gratuita/
Juliana Biologia Enem
Os textos e exemplos acima foram preparados pela professora Juliana Santos para o Blog do Enem. Juliana é formada em Ciências Biológicas pela Universidade Federal de Santa Catarina. Dá aulas de Ciências e Biologia em escolas da Grande Florianópolis desde 2007. Facebook: https://www.facebook.com/juliana.evelyndossantos.