Faltam:
para o ENEM

Parênquima, colênquima e esclerênquima – Tecidos Vegetais

Revise aqui os tecidos vegetais de sustentação e preenchimento! Arrase nas questões de Biologia do Enem!

Os vegetais possuem diferentes tecidos especializados nas mais diferentes funções. O sistema fundamental das plantas é formado por dois grupos de tecidos: os parênquimas (tecidos de preenchimento do vegetal que realizam diversas funções) e os tecidos de sustentação (sustentam a estrutura do vegetal e são representados pelo colênquima e pelo esclerênquima). Você conhece estes tecidos vegetais e suas funções? Não? Então revise Biologia com esta super aula de botânica e arrase no Enem e nos vestibulares.

Para iniciar sua revisão, veja esta ótima videoaula de botânica do professor Artur Ramos, do canal Kinapse do Youtube:

E aí, gostou do vídeo? Muito bom, não é mesmo? Ótimo! Agora, para ficar fera em botânica e arrasar nas questões de Biologia do Enem e dos vestibulares, veja este resumão que preparamos para você!

Dica 1: Antes de continuar estudando os tecidos de preenchimento e sustentação, que tal dar uma revisada nos meristemas primários e secundários? Então veja este super post sobre histologia vegetal com videoaula do professor Artur Ramos e dicas da professora Juliana Evelyn dos Santos.

Parênquimas: Os parênquimas são tecidos que preenchem o vegetal e realizam diferentes funções no organismo da planta. Formam a maior parte da massa do vegetal no início do seu desenvolvimento  e são encontrados principalmente no interior dos caules, raízes  e folhas. As células parenquimais são células vivas, todas do mesmo tamanho e com grande capacidade de renovação e regeneração. Estes tecidos são divididos de acordo com suas funções:

Parênquima clorofiliano: Este parênquima é também chamado de clorênquima ou parênquima assimilador. As células deste tecido possuem grande quantidade de cloroplastos, que realizam a fotossíntese. São encontrados nas partes verdes da planta, como as folhas (no interior, onde constituem o mesófilo) e nos caules jovens.  Podem ocorrer dois tipos de parênquimas clorofilianos: o paliçádico (com células longas e justapostas) e o lacunoso (células arredondadas com bastante espaço entre elas). Veja a seguir os parênquimas clorofilianos no corte transversal de uma folha vista através de um microscópio eletrônico de varredura:

Tecidos vegetais

Dica 2: Estômato, hidatódios, tricomas, acúleos… Você conhece esses anexos da epiderme dos vegetais? Então revise aqui em nossa aula 2 sobre Tecido Vegetal.

Parênquimas de reserva e armazenamento: São parênquimas especializados em reservar diversas substâncias. São classificados de acordo com a sua principal substância de reserva: parênquima aquífero (encontrado em plantas de ambiente seco – xerófitas, suas células possuem vacúolos grandes para acumular água e, em alguns casos, há água entre as células); parênquima aerífero (também chamado de aerênquima, esse parênquima possui grandes espaços entre as células para armazenar ar e ajudar as plantas aquáticas a flutuarem); parênquima amilífero (armazena grande quantidade de amido em suas células, são encontrados em raízes e caules que armazenam energia para a planta, como a batata). Veja na imagem a seguir o parênquima aerífero no corte transversal do caule de uma planta aquática:

 Tecidos vegetais

Tecidos de sustentação: Os tecidos de sustentação são também chamados de tecidos mecânicos ou esqueléticos e, como seu próprio nome já diz, ajudam as plantas a sustentarem suas estruturas. Há dois tipos de tecidos de sustentação:

Colênquima: O colênquima é um tecido de sustentação típico de órgãos jovens e em crescimento. Possui células vivas com paredes celulares com espessamento e reforço de celulose, principalmente nos “cantos” das células, onde elas se encontram. Podemos encontrar o colênquima abaixo da epiderme do pecíolo das folhas e das suas nervuras, oferecendo suporte, porém, mantendo a maleabilidade da estrutura.

Tecidos vegetais

Dica 3: Aproveite para revisar as Gimnospermas com uma excelente aula do professor Artur Ramos e dicas quentíssimas do Blog do Enem! Veja esta aula sobre as Gimnospermas.

Esclerênquima: O esclerênquima é um tecido de sustentação constituído por células mortas espessadas com lignina, além da celulose. A presença de lignina sobre a parede celular confere a este tecido uma rigidez que proporciona resistência e sustentação à planta. Há dois tipos de esclerênquima: as fibras, formadas por células alongadas e afiladas que podem acompanhar os tecidos de condução (o linho, por exemplo, é feito deste tecido vegetal), e as esclereides (ou células pétreas, com formas variadas e ramificadas) encontradas nas cascas de diversas sementes.

Agora que você já revisou botânica e sabe tudo sobre os tecidos vegetais, que tal testar seus conhecimentos?

(UFSC) Parênquimas são tecidos vegetais que preenchem os espaços entre a epiderme e os tecidos condutores. Faça a associação CORRETA entre os parênquimas vegetais e a principal função que desempenham:

Tecidos vegetais UFSC

01) A – II
02) B – IV
04) C – V
08) D – III
16) E – I

Resposta: 01 + 02 + 04 = 07

2) (U. E. Maringá-PR) Assinale o que for correto:

01) A epiderme é um tecido de revestimento presente nas folhas e nos caules constituída por células clorofiladas.
02) Nas folhas, o parênquima assimilador é constituído por células clorofiladas que realizam a fotossíntese e a respiração.
04) Os tecidos condutores xilema e floema são formados por vários tipos de células originadas de meristemas primários e secundários, que sofreram impregnação de lignina, calose, alcalóides e resinas.
08) O colênquima e o esclerênquima são tecidos vivos, lignificados, especializados na sustentação dos caules, raízes e folhas.
16) Os tecidos meristemáticos, presentes nos caules e nas raízes, apresentam grande capacidade de realizar mitose e, por isso, originam todos os tipos de células que compõem uma planta.
32) Nectários, pelos glandulares e tubos laticíferos são exemplos de estruturas secretoras presentes nas plantas.

Resposta: 02 + 16 + 32 = 50

Dica 4: Você quer ver vídeos legais de Biologia? Então acesse a plataforma da Khan Academy em português! Lá você encontrará vídeo-aulas e exercícios de várias disciplinas que podem te ajudar no Enem! Confira as vídeos aulas de biologia.
Dica 5: Quer treinar seus conhecimentos em Biologia? Baixe esta apostila de biologia gratuitamente!
Juliana Biologia Enem
Os textos e exemplos acima foram preparados pela professora Juliana Santos para o Blog do Enem. Juliana é formada em Ciências Biológicas pela Universidade Federal de Santa Catarina. Dá aulas de Ciências e Biologia em escolas da Grande Florianópolis desde 2007. Facebook: https://www.facebook.com/juliana.evelyndossantos.