África: divisão territorial – Geografia Enem

Você aí, quer aprender um pouco mais sobre o continente africano? Então vem com a gente aprender sobre a África e sua Geografia no Blog do Enem!

Falar sobre todos os aspectos da África me levaria a escrever um livro de milhões de páginas devido ao tamanho de sua diversidade ambiental, cultural, social, econômica e principalmente histórica. Aqui no Brasil, recebemos pouco conhecimento sobre esse continente, alguns até confundem dizendo que a África é um país!

Neste post você vai revisar um pouquinho sobre a divisão desse amplo continente. Item muito conhecido em provas e concursos, como o Enem.

Para começar, você precisa saber que o continente africano abriga 54 países, sendo eles 49 continentais.

A África, ou melhor dizendo, o Continente Africano é um território de grande imensidão, tanto na área territorial, que é cerca de 30 milhões de Km², quanto na pluralidade de etnias e culturas ali estabelecidas. Ela abriga 20,3% da área total do planeta, sendo o 3º com maior extensão.

É o único continente situado em todos os hemisférios da terra: norte, sul, leste e oeste. Isso acontece porque a África é cortada, ao mesmo tempo, pela Linha do Equador e pelo Meridiano de Greenwich.

Vimos que o continente africano é composto por uma grande quantidade de países, porém a sua divisão não ocorre somente entre nações. Há maneiras distintas de dividir este continente imenso. Uma as divisões conhecidas é entre África Saariana (conhecida também como Islâmica e “África branca”) e África Subsaariana (ou África negra”).

O nome Saariana, indica que são os países ao Norte do Deserto do Saara. Já o Subsaariana, indica os países ao Sul (sub-) do Deserto do Saara.

Fonte: https://ivairs.wordpress.com/2015/10/

África Saariana ( ou Branca)

Possui a maior parte da população de origem árabe. O Islamismo predomina nessa região que representa em torno de 30% da população africana. Essa parcela do continente sempre manteve ligação de milênios com a cultura europeia e do Oriente Médio. Tal região sofreu no passado invasões de diferentes povos, como romanos, gregos, fenícios, árabes e turcos.

O padrão de vida é considerado baixo, mas superiores aos do restante da África.

África Subsaariana (ou Negra)

A maior parte do Continente Africano é chamada de África Subsaariana. É a África dos povos, a maioria de cor negra, que abrange uma grande variedade de etnias formando uma heterogeneidade das mais complexas. Essa região corresponde a 75% da população africana. Nessa área, a população em sua grande maioria é da religião animista( crença que acredita em espíritos da natureza ) e uma restrita população que pratica a religião cristã.

Uma região considerada a menos desenvolvida no mundo, os indicadores sociais são piores nessa região, com exceção da África do Sul , que é um país um dos países com maior desenvolvimento econômico deste continente.

Outra divisão muito utilizada também é entre: África Ocidental, Central, Oriental e Austral.

África Ocidental é uma região no oeste da África, que inclui os países na costa oriental do Oceano Atlântico e alguns que partilham a parte ocidental do deserto do Saara.

Os países mais conhecidos são: Nigéria, Guiné-Bissau, Senegal, Serra Leoa, etc.

África Central é a sub-região que fica no centro do continente.

Os países mais conhecidos são: Angola, Guiné-Equatorial, Camarões e Ruanda.

África Oriental é a parte da África banhada pelo Oceano Índico

Os países mais conhecidos são: Uganda e Zimbabwe.

África Austral, também chamada de África Meridional ou Sul de África, é a parte sul de África, banhada pelo Oceano Índico na sua costa oriental e pelo Atlântico na costa ocidental.

Os países mais conhecidos são: África do Sul, Angola, Moçambique e Namíbia.

Durante muito tempo o continente africano foi dividido apenas entre etnias (povos de culturas e religiões diferentes), ou também conhecido como tribos. Muitas dessas tribos , inclusive, eram rivais e disputavam território, ou então protegiam o seu próprio território.

Porém, com o passar dos anos, os países europeus, começaram a explorar as terras da África, não só os recursos como também o seu povo. Um momento muito conhecido é durante o século XV com a alta da escravidão , onde muitos povos dessas tribos foram sequestrados e enviados para diversos países do mundo para exploração de trabalho.

Houve também um acordo de partilha entre esses países. Assim então, em 1884 se inicia uma divisão do continente africano entre países europeus. Essa divisão gerou com o passar dos anos, e até a atualidade, diversos tipos de conflitos, guerras e migrações, uma vez que, durante a divisão , separam ao meio algumas tribos, e em outras partes juntavam tribos rivais no mesmo território.

Fonte: https://iramigomdimalves.files.wordpress.com/2012/06/mapadapartilhada

Apesar de tudo a África é um continente muito rico em recursos ambientais, minerais, culturais , sendo também considerada o berço da humanidade, pois cientistas apontam que é lá que se deu a origem dos nossos ancestrais mais remotos. Nesse continente que se desenvolveu a civilização mais antiga que conhecemos o Egito.

Questões

1) Sobre o continente africano, assinale a(s) proposição(ões) CORRETA(S).

01. A grande diversidade étnica e cultural da África não impede a divisão do continente em dois grandes conjuntos separados pelo monte Everest: a África Meridional e a África Subsaariana.

02. Desde o século XVI, pelo menos, a África passou a integrar o sistema capitalista europeu com as feitorias comerciais portuguesas na costa do oceano Atlântico.

04. O rio Nilo foi considerado de importância fundamental para a formação do Egito antigo, devido às cheias de suas margens, cuja matéria orgânica era utilizada na agricultura.

08. As inovações tecnológicas desenvolvidas a partir dos anos 1970, que utilizam baixa quantidade de capital e mão de obra, fazem com que a extração de minérios e as exportações de petróleo em alguns países africanos percam importância.

16. A África é o único continente cortado pela linha do Equador e pelos trópicos de Câncer (23º27’N) e de Greenwich (0º).

32. A forma como foi explorado o continente, principalmente pelos países europeus, mais precisamente, desde o século XIX, após o Congresso de Berlim, é uma das explicações para os conflitos étnicos, culturais e religiosos.

Resposta Somatória : 38

2) A civilização árabe, predominantemente islâmica, constitui-se de dezenas de estados e nações, totalizando um pouco mais de um bilhão de pessoas.

O islamismo é atualmente a religião predominante nas seguintes regiões do mundo, EXCETO:

a)   A África Saariana

b)   As ilhas que compõem a Indonésia.

c)   O Oriente Médio.

d)   As ex-repúblicas soviéticas da Ásia Central, como o Casaquistão e o Uzbequistão, entre outros.

Resposta: A

Os textos e exemplos acima foram preparados pela professora Priscila Colturato para o Blog do Enem. Priscila é formada em Geografia pela Universidade Federal de Santa Catarina.