Faltam:
para o ENEM

Hidrografia do Brasil: Revisão Geografia Enem e vestibular

Revise sobre a Bacia Amazônica, Aquífero Guarani e Aquífero Alter do Chão nesta aula sobre Hidrografia do Brasil para a prova de Geografia Enem

Hidrografia do Brasil – Veja nesta aula as principais polêmicas da transposição das águas do Rio São Francisco.

aula6_fig1.tif

  • Custo elevado da obra;
  • Impacto ambiental (redução do volume do rio, salinização da foz, assoreamento e perda das matas ciliares);
  • A falta de uma política fundiária na região.
  • A obra vai atender a quem realmente precisa;
  • Alternativas mais baratas e eficazes (cisternas e poços artesianos).

Bacia Amazônica e a expansão das usinas hidrelétricas

A construção de usinas hidrelétricas na Bacia Amazônica tem provocado muitas polêmicas em virtude do grande impacto socioambiental gerado por esses megaprojetos. As mais polêmicas são a usina de Belo Monte (complexo rio Xingu) e Jirau E Santo Antônio (complexo rio Madeira).

aula6_fig2.tif

Aquífero Guarani

O mapa hidrogeológico de uma das maiores reservas subterrâneas de água da América do Sul e uma das maiores do mundo, o Aquífero Guarani, está pronto. O trabalho consumiu sete anos de pesquisa do professor da Unisinos, Heraldo Campos, 46 anos, doutor em Hidrogeologia pela Universidade da Catalunha (Espanha).

aula6_fig3.tif

Aquífero Alter do Chão

aula6_fig4.tif

Localizado na Região Amazônica, o Aquífero Alter do Chão é considerado o maior do mundo, superando em duas vezes o Aquífero Guarani. Essa nova descoberta cobre os estados do Pará, Amazonas e Amapá.

Saiba mais sobre Hidrografia do Brasil nesta aula do canal do Professor Marcelo Silva, disponível no Youtube. Após assistir, revise o que você aprendeu respondendo aos nossos desafios!

[youtube http://www.youtube.com/watch?v=ZxcV5LFi7JI]

Desafios

Questão 1

(UFRR/RR) – Universidade Federal de Roraima

Leia atentamente o texto abaixo:

“Os defensores do projeto dizem que essa é a única maneira de reverter o aflitivo quadro da seca nordestina: a quantidade de água por habitante no semiárido é menos da metade daquela que a ONU estabelece como mínima para a manutenção da vida humana”. De fato, o numero de pessoas que seriam beneficiadas impressiona: são 12 milhões, em quatro estados – Pernambuco, Paraíba, Ceará e Rio Grande do Norte.

Dica 1 – Sabe tudo sobre Hidrografia do Brasil? Relembre nossas principais características hidrográficas com esta primeira aula e garanta a sua nota na prova de Geografia Enem – https://blogdoenem.com.br/hidrografia-brasil-aula-1-revisao-de-geografia-enem/

Os críticos (…), por sua vez, dizem que o maior problema não é a escassez, mas o mau uso da água existente na região. Segundo eles, os açudes – reservatórios de água ao ar livre –, por exemplo, estariam sendo subutilizados. Embora acumulem água da chuva, esta não seria completamente utilizada, pois a população a economiza temendo sua falta no período mais forte da seca. “Assim, ela fica parada e sua evaporação é maior.”

Extraído de Geografia: vestibular+ENEM. São Paulo: Editora Abril, 2009. p. 92-94.

O trecho citado apresenta discussão sobre qual projeto?

a)

retirada dos açudes da região do Polígono das Secas.

b)

barragem de Sobradinho.

c)

construção da hidroelétrica do Parnaíba.

d)

transposição do rio São Francisco.

e)

construção de captadores de chuva nos estados de Pernambuco, Paraíba, Ceará e Rio Grande do Norte.

Questão 2

(UNEMAT/MT) – Universidade do Estado de Mato Grosso

Vesentini (2005) denomina a bacia hidrográfica como “uma área abrangida por um rio principal e sua rede de afluentes (e subafluentes)”. Nesse sentido, pode-se identificar 05 (cinco) bacias hidrográficas principais em todo o território brasileiro: a Amazônica, a do Tocantins, a do São Francisco, a do Paraná e a do Uruguai.

Com relação ao potencial hidráulico dessas bacias, assinale a alternativa correta.

a)

O potencial hidráulico da bacia Amazônica é hoje considerado o mais elevado do país, superior ao da bacia do Paraná, apesar desta última possuir um melhor aproveitamento com relação à construção de usinas hidrelétricas.

b)

A bacia Amazônica possui inúmeras usinas hidrelétricas, sendo a de Tucuruí a principal, a maior e a mais importante de toda a região norte do Brasil.

c)

A bacia do Uruguai, por estar localizada em uma região de planalto, tem seus rios intensamente utilizados como fonte de energia, abrigando as usinas hidrelétricas de Paulo Afonso, Três Marias, Sobradinho e Xingó.

d)

A bacia do Tocantins abriga o principal complexo de usinas hidrelétricas do país, como Garibaldi, Socorro, Iraí, Pinheiro e Machadinho, todas localizadas na região Central e Nordeste do Brasil.

e)

O potencial hidráulico da bacia do Paraná, na atualidade, é considerado o maior do país e, ainda assim, abriga poucas hidrelétricas e constitui-se num bem nacional a ser explorado no futuro.

Dica 2 – Revise tudo sobre a vasta Hidrografia do território brasileiro nesta primeira aula sobre Hidrografia Geral para a prova de Geografia Enem – https://blogdoenem.com.br/hidrografia-geral-revisao-de-geografia-enem/

Questão 3

(FMN/PE) – Faculdade Maurício de Nassau –

O Brasil apresenta uma das maiores riquezas hidrográficas do planeta. Embora pobre em lagos naturais, nosso território é fartamente banhado por rios extensos e caudalosos, configurando bacias fluviais de significativas dimensões e influências. Sobre isso, considere as seguintes proposições:

I. A Bacia Amazônica é a que apresenta maior potencial hidráulico do Brasil.

II. A Bacia do Paraná caracteriza-se pelo predomínio de rios de planície, com baixo aproveitamento hidrelétrico.

III. As usinas hidrelétricas de Itaparica e Moxotó localizam-se na Bacia do São Francisco.

IV. O Rio São Francisco apresenta-se, na atualidade, bastante assoreado, em função, principalmente, do desmatamento de seus terrenos ribeirinhos.

V. O Rio Amazonas “nasce” na cordilheira dos Andes, na Colômbia, e desemboca no Golfão Amazônico, onde o processo de sedimentação originou a ilha do Bananal.

São verdadeiras apenas as proposições:

a)

II, III e V

b)

I, II e IV

c)

I, III e IV

d)

I, II e V

e)

II, IV e V

Dica 3 – Nesta segunda aula sobre Hidrografia Geral, você pode estudar as principais bacias hidrográficas do mundo para a prova de Geografia Enem – https://blogdoenem.com.br/hidrografia-geral-geografia-enem/

Questão 4

(UDESC) – Fundação Universidade do Estado de Santa Catarina

Sobre o Aquífero Guarani, assinale a alternativa incorreta.

a)

No Brasil, o Aquífero Guarani abrange nove estados: Santa Catarina, Rio Grande do Norte, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Sergipe e Paraíba.

b)

É a maior reserva de água doce subterrânea do mundo.

c)

Está localizado na região Centro-leste da América do Sul e ocupa uma área que se estende pelo Brasil, Paraguai, Uruguai e pela Argentina.

d)

O volume de água é suficiente para atender toda a população da Terra durante mais de um século.

e)

Metade do território catarinense está sobre o Aquífero Guarani.

Questão 5

(UERN) – Universidade do Estado do Rio Grande do Norte –

INSTRUÇÃO: Para responder a essa questão, identifique APENAS UMA ÚNICA alternativa correta.

Sobre o rio São Francisco e sua transposição, é correto concluir que:

a)

os estados que serão beneficiados com a transposição do Rio São Francisco são a Bahia, Alagoas, Sergipe e a Paraíba, porque esses estados não possuem rios perenes.

b)

os objetivos principais da transposição do Rio São Francisco são a eliminação da indústria da seca no Nordeste e a diminuição de poder das oligarquias da região.

c)

o projeto da transposição implicará a construção de túneis e aquedutos, além de canais a céu aberto que poderão provocar perdas de água por evaporação e infiltração.

d)

a escolha do São Francisco para a transposição da água deve-se ao fato de esse rio possuir o maior volume de água do país e de ele ser o único rio genuinamente nordestino.

Você consegue resolver estes exercícios? Então resolva e coloque um comentário no post, logo abaixo, explicando o seu raciocínio e apontando a alternativa correta para cada questão. Quem compartilha a resolução de um exercício ganha em dobro: ensina e aprende ao mesmo tempo. Ensinar é uma das melhores formas de aprender!