Os Rios do Brasil e as Bacias Hidrográficas: resumo com Simulado Enem & Encceja

Veja esta revisão sobre hidrografia para responder as 10 questões do simulado Enem de Geografia. Ao final, assista à uma super videoaula do Curso Enem Gratuito sobre o tema e garanta o sucesso na prova!

Hidrografia do Brasil: Está aqui no Brasil, a maior rede hidrográfica do mundo, com 55.457 km²! Somente a Bacia Amazônica já representa, sozinha, a maior reserva de água doce do Planeta. Veja um resumo rápido, uma vídeo-aula simples e rápida com o resumo completo, e depois responda ao Simulado.

A formação das bacias hidrográficas se dá através dos desníveis dos terrenos que orientam os cursos da água, sempre das áreas mais altas para as mais baixas.  Essa área é limitada por um divisor de águas que a separa das bacias adjacentes e que pode ser determinado nas cartas topográficas.

As águas superficiais, originárias de qualquer ponto da área delimitada pelo divisor, saem das bacias passando pela seção definida, e a água que precipita fora da área da bacia não contribui para o escoamento na seção considerada. A denominação das Bacias Hidrográficas geralmente se dá ou pelo rio principal, que recebe água de seus afluentes, ou pelo rio que se forma pelo conjunto de afluentes.

  • As Bacias Hidrográficas no Brasil:
  • Bacia Amazônica
  • Bacia Tocantins-Araguaia
  • Bacia do São Francisco
  • Bacia do Paraguai
  • Bacia do Paraná
  • Bacia do Uruguai

 

A Bacia Amazônica:

É a maior bacia do mundo, com o maior rio do mundo em extensão, profundidade, largura e vazão d´ água. É a única bacia que tem sua nascente principal fora do país.Veja no mapa:O Rio Amazonas nasce no Peru, recebendo águas  de nascentes e também provenientes do derretimento da neve da montanha Nevado Mismi, na Cordilheira dos Andes.

Apesar de serem rios caracteristicamente de planície (imagem), muito utilizados para o transporte (considerados a estrada da região Norte do país), pela grande quantidade de água, têm também grande potencial hidrelétrico. A Bacia Amazônica é a importante fonte de água para a floresta.

Bacia do Tocantins-Araguaia:

A origem da Bacia formada pelos Rios Araguaia e Tocantins está na parte central do país, nos Estados do Centro-Oeste. Em seguida segue em direção ao norte. Estes dos grandes rios se encontram, formando um eixo fluvial fundamental para o transporte. Hoje, a Empresa Vale, utiliza muito o rio para o transporte de suas produções em Carajás.

No entanto, um grave problema ambiental  na Bacia do Tocantins-Araguaia é que o rios da região foram bastante degradados por conta da mineração e da agricultura ribeirinha.  A Mineração degrada as condições do leito, chegando a provocar desvios, assoreamento e poluição.

Já o uso das margens para agricultura intensiva provoca a contaminação dos rios por agrotóxicos e assoreamento pela terra levada pelas chuvas. A Bacia Tocantins-Araguaia é a maior bacia totalmente formada no território brasileiro.

Bacia do São Francisco:

A nascente do Rio São Francisco está em Minas Gerais, na Serra da Canastra. O rio vai ganhando afluentes e percorre uma grande parte do Estado de Minas e segue para atravessar todo o Estado da Bahia em direção ao Sertão Nordestino. Em seguida o Rio São Francisco faz a divida entre Bahia e o Estado de Pernambuco, e depois segue como marco de separação entre os Estados de Alagoas e Sergipe, chegando à sua foz no Oceano Atlântico.

O “Velho Chico” leva riqueza ao sertão, tornando o solo fértil por onde passa, mas está sofrendo muito com a perda de volume de água por conta da interrupção do fluxo de alguns afluentes, abastecimento de cidades e propriedades agropecuárias.

O “prolongamento” do rio São Francisco, a chamada transposição, que é a tentativa de levar água para áreas que não são banhadas naturalmente pelo rio, podem diminuir o fluxo de água até a foz, prejudicando diretamente a “vida” do rio.

 

A Bacia do Paraguai:

Apesar do nome remeter a um outro país, a Bacia do Paraguai tem origem no Brasil, e está situada na região Centro-Oeste, originando-se principalmente nos estados do Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.  Ela é formada pelos rios Cuiabá, Taquari e Miranda, dando origem ao Rio Paraguai.A Bacia do Paraguai é caracteristicamente de planície, muito utilizada para o transporte. Há poucos investimentos nesse setor pela baixa diversidade de produção na região, afirma o governo.

Os rios dominam a vida na área do Pantanal, pois no período de chuvas, os rios tendem a aumentar consideravelmente o nível, alagando as região mais baixas, forçando o pecuaristas a deslocarem os gados periodicamente. Libera suas águas para a bacia do rio Paraná.

Bacia do Paraná:

Você também encontra a denominação Bacia do Tietê-Paraná , pois ela é formada por um conjunto de águas de importantes rios brasileiros: Tietê, Paranaíba, Paranapanema, Aporé, entre outros que afluem para o Rio Paraná.  Veja na imagem:

Para você compreender bem a Bacia do Paraná lembre-se do potencial energético dela, principalmente com as Usinas “ao longo da Bacia”, como as Usinas de Furnas, e principalmente a Usina de Itaipu, em Foz do Iguaçu, na fronteira do Brasil com o Paraguai.

A característica principal da bacia do Paraná é ser planáltica (corre em Planalto), o que permite o grande potencial hidrelétrico nas regiões de quedas de água mais relevantes, como é o caso de Itaipu.

Dali em diante, a partir da barragem da Usina de Itaipu, as águas  entram no território da Argentina e “descem” no sentido Norte-Sul, cortando grande parte do território argentino até se encontrarem com o Rio Uruguai, formando a Bacia do Prata.

Bacia do Uruguai:

Você também pode encontrar o nome de Bacia do Sul, pois é a nossa formação hidrológica de bacia que abrange a divisa entre os Estados de Santa Catarina e o Rio Grande do Sul, e também que faz a fronteira do Brasil com a Argentina na altura do Estado do Rio Grande do Sul.

O Rio Uruguai nasce do encontro entre os rios Canoas (originado em Santa Catarina) e o rio Pelotas (originado do Rio Grande do Sul). As águas correm de Leste para Oeste, fazendo a fronteira entre estes dois estados, e depois correm para o Sul formando a divisa entre o Brasil e a Argentina.

É uma bacia com potencial hidrelétrico e também como via de transporte fluvial.  Quando as águas do Rio Uruguai, depois de margearem a Oeste o território uruguaio se encontram com as águas do Rio Paraná elas dão origem à Bacia do Prata, separando Uruguai e Argentina e fazendo a foz com o Oceano Atlântico. Veja na imagem:

Aula Gratuita sobre as Bacias Hidrográficas

Confira um resumo geral com o professor Carrieri, do canal Curso Enem Gratuito, e depois faça o Simulado de Bacias Hidrográficas.

Agora que você já revisou o tema, responda as 10 questões do simulado Enem de Geografia:

 

Bacias Hidrográficas

.

Escolha mais um Simulado Enem para fazer agora

Mandar bem no Enem é tudo de bom. Agora faça mais um Simulado Enem para testar seus conhecimentos e ver as aulas de revisão das questões que você errar. Escolha na tabela  no final do post a matéria que você quer revisar agora. Com os testes do Simulado você corrige as suas falhas e aumenta suas chances no próximo Exame Nacional do Ensino Médio.

Venha para o Curso Enem Gratuito:

Criamos para você duas novidades: Um Curso Enem Online totalmente gratuito, e uma bateria de Simulados Enem Gratuitos, com todas as matérias do Exame Nacional do Ensino Médio.  Acesse o Curso e faça os Simulados para chegar bem no próximo Enem! Simulados com Gabarito na mesma hora. Veja aqui:

Você pode estudar uma aula gratuita por dia no Curso Enem Online, com todas as matérias do Exame Nacional do Ensino Médio e também as Dicas para uma Redação Enem Nota 1000. Na verdade você pode estudar quantas aulas quiser por dia. Mas, o importante é criar o hábito de ver pelo menos uma aula por dia.

Curso Enem Gratuito com todas as matérias e dicas de Redação.

Simulado Enem Online – Escolha a sua próxima prova:

Biologia

Filosofia

Física

Geografia

Gramática

História

Inglês

Literatura

Matemática

Química

Espanhol

Sociologia

Encceja