Vamos aprender sobre a industrialização mundial? – Geografia Enem

Salve, tudo certinho? Procurando saber mais sobre a industrialização mundial para se dar muito bem no Enem? Então cola comigo que vais bem!

A industrialização mundial é a modernização dos processos produtivos de uma sociedade e contam com o desenvolvimento de técnicas e tecnologia, que trabalham em prol da melhoria e maior rapidez de produção. Podemos considerar, que a industrialização começa com o uso das máquinas, propriamente ditas. Mas anteriormente, a manufatura foi o início de tudo.

O primeiro país a passar por esse processo foi a Inglaterra em conjunto com a França. A Inglaterra detinha a tecnologia e as indústrias, enquanto a França era um grande fornecedor de matéria prima (ferro e carvão mineral para as máquinas a vapor). Nesse contexto, deram origem à 1ª Revolução Industrial no século XVIII: com mão de obra numerosa, nenhum direito trabalhista, períodos de trabalho chegando a 16 horas por dia e os burgueses faturando e se aproveitando dessa situação.

Temos que chamar a atenção para um fato consequente da industrialização êxodo rural. Esse fenômeno, levou um número muito grande de trabalhadores rurais a sair do campo em busca de emprego nas indústrias das cidades. No entanto, esse processo continuou quando as máquinas foram substituindo a mão de obra humana.

Uma forma de analisar um pouco esse cenário é assistindo ao filme Tempos Modernos, de Charles Chaplin, que tentou de forma divertida, mostrar a dura realidade de se trabalhar nas indústrias.

A chamada 2ª Revolução Industrial aconteceu nos Estados Unidos no fim do século XIX e início do XX. Na época, houve uma mudança da fonte energética com a utilização das máquinas à combustão. Essas máquinas passaram a usar os derivados de petróleo, aumentando consideravelmente a produção. Assim, mais países passaram a deter tecnologia e expandir o processo industrial pelo mundo afora.

Nos meados do século XX, ocorreu o início da 3ª Revolução Industrial: a fonte já era a energia elétrica e o destaque foi para a robótica e a microtecnologia.

– Sistemas de Produção Industrial

  • Taylorismo – criado por Frederick Winslow Taylor, o taylorismo é um sistema que consiste na divisão do trabalho e especialização do operário em uma só tarefa. O trabalhador não precisava conhecer todo o processo, mas só a parte que lhe cabia.
  • Fordismo – sistema de produção criado por Henri Ford, onde foca na produção em série, numa esteira, aprimorando a teoria de Taylor. Tudo de forma igualitária, com movimentos repetitivos, formando enormes estoques e com grande limitação para inovação.

1

  • Toytismo – Criado depois da Segunda Guerra Mundial pelo japonês Taiichi Ohno, este sistema de produção foi implementado pela primeira vez na fábrica da Toyota. Na década de 40, o Japão tinha uma economia pequena se comparado aos países europeus e aos EUA. Além disso, o pequeno território do país impedia as estocagem de produtos. Desta forma, o Toyotismo, também conhecido como just-in-time, agia de forma que fosse produzido apenas o necessário. Nas fábricas que seguiam este modelo, a produção estava em sintonia com a entrada de matéria-prima e com o mercado consumidor. Quando a procura era alta, eram produzidos mais produtos, quando ela diminuía, a produção caía. Assim, tornava-se desnecessário o espaço com estoque.

2

– Tipos de Indústrias

Ainda podemos diferenciar as indústrias conforme a sua produção:

  • Indústria de Base – é a responsável pela transformação de uma matéria prima. Ela pode inclusive resultar num produto que sirva de matéria prima para outra indústria, mas esse insumo, já vai beneficiado. Essa indústria costuma utilizar muita energia. Exemplo: Siderúrgicas
  • Indústria de Bens de Serviço – produzem equipamentos para outras indústrias. Exemplo: Fábrica que produz maquinário que constroem carro.
  • Indústria de Bens de Consumo – são as que produzem para o mercado consumidor. Exemplo: indústria alimentícia.
Então, tudo entendido sobre a industrialização mundial? Não? Então, assista a videoaula abaixo! Mas depois volta pra fazer os exercícios, ok? Bons estudos!

Exercícios

1- (UERJ) O capitalismo já conta com mais de dois séculos de história e, de acordo com alguns estudiosos, vive-se hoje um modelo pós-fordista ou toyotista desse sistema econômico. Observe o anúncio publicitário:

3

Anúncio de uma marca de eletrodomésticos

Uma estratégia própria do capitalismo pós-fordista presente nesse anúncio é:

a) concentração de capital, viabilizando a automação fabril.

b) terceirização da produção, massificando o consumo de bens.

c) flexibilização da indústria, permitindo a produção por demanda.

d) formação de estoque, aumentando a lucratividade das empresas.

2- (UNIOESTE) É possível indicar a indústria como um dos principais agentes de produção do espaço geográfico. Sobre o processo de desenvolvimento das indústrias, assinale a alternativa INCORRETA.

a) A Primeira Revolução Industrial, iniciada na Inglaterra, representou um momento importante, no qual foi intensificada a mecanização e foi introduzida a produção em série.

b) A localização das novas regiões industriais, chamadas de tecnopolos, não é definida pela proximidade das matérias-primas, e sim pela proximidade de importantes centros de pesquisa e ensino universitários.

c) A passagem da Primeira para a Segunda Revolução Industrial foi o marco da introdução do petróleo enquanto principal fonte de energia e do desenvolvimento da indústria automobilística.

d) A Terceira Revolução Industrial é também chamada de revolução técnico-científica e é marcada pelo desenvolvimento da informática, robótica, telecomunicações e microeletrônica, tendo se iniciado, entre outros países, no Japão.

e) A industrialização tardia é característica dos países desenvolvidos, entre eles os EUA e a Inglaterra, que se destacaram no século XX como grandes potências mundiais.

3 – Relacione as duas colunas abaixo, enumerando a segunda de acordo com a primeira:

1. Indústria de base;

2. Indústria de bens de capital;

3. Indústria de bens de consumo.

A. ( ) Produção de materiais duráveis

B. ( ) Produção de materiais não duráveis

C. ( ) Produção de peças para indústrias

D. ( ) Transformação de matérias-primas para produção industrial

E. ( ) Produção de máquinas industriais

GABARITO

1 – C

2 – E

3 – 3-3-2-1-2

Os textos e exemplos acima foram produzidos pelo professor Leandro, formado em Geografa pela Udesc. Leandro é professor de Geografia em escolas da Rede Particular de Ensino da Grande Florianópolis.