Faltam:
para o ENEM

A Revolução Industrial – Aula de História Enem. Confira.

No século XVIII a Revolução Industrial mudou radicalmente os aspectos culturais e socioeconômicos da Europa e logo em seguida de todos os continentes. Entenda como tudo aconteceu nesta aula de História Enem. Confira abaixo.

A Revolução Industrial mudou a história da humanidade e das condições do Planeta Terra também. A polêmica que domina os estudos sobre a Revolução Industrial envolve as consequências decorrentes do grande domínio do homem sobre as formas de energia, do potencial das máquinas desenvolvidas, das formas de organização do trabalho, e de efeitos como a poluição ambienta.  

A pergunta é: – Estamos melhores ou piores do que naqueles tempos?

História Enem Na Inglaterra, a Revolução Industrial modificou a paisagem das cidades a partir do século XVIII. 

A Revolução Industrial refere-se a um período repleto de importantes transformações urbanas, culturais, econômicas e sociais. Teve início na Inglaterra, em fins do século XVIII, e caracteriza-se pela introdução da chamada fábrica moderna na Europa. Veja na imagem o surgimento da produção em série, com uso intensivo de maquinaria movida a fontes de energia (no início a vapor).São características marcantes da Revolução Industrial as inovações tecnológicas que aprimoraram o funcionamento das fábricas e indústrias e o considerável aumento da produção e transformação de matéria-prima. Veja aqui uma aula especial sobre o (cruel) mundo do trabalho  na Revolução Industrial.

São alguns exemplos dessas inovações: a máquina a vapor que permitiu intensificar processos industriais que até então eram manuais ou movidos a tração animal, e na área das comunicações o telégrafo. Veja na imagem a máquina a vapor:inglaterra berço da revolução industrial

Revolução Industrial e a Inglaterra

A Inglaterra acumulou muito capital em comparação às outras nações mesmo antes da Revolução Industrial. O país tinha forte poderio militar e dominava amplamente as artes da navegação, o que permitia uma grande vantagem aos ingleses. As Grandes NavegaçõesA Inglaterra beneficou-se também dos resultados financeiros gerados pela exploração do ouro nas américas e do tráfico de escravos em séculos anteriores. Veja uma aula gratuita sobre o ciclo das Grandes Navegações, e que antecede em três séculos a Revolução Industrial:

Internamente o país era estável politicamente, e já tinha feito reformas que deram o poder político e do executivo ao Parlamento, colocando a monarquia em um caráter institucional representativo. A tomada ou compra de terras dos camponeses pelos grandes proprietários de terras gerou uma minoria de grandes latifundiários.

Isto ocasionou uma grande quantidade de trabalhadores assalariados, que iam para as cidades em busca de trabalho na ‘nova’ indústria que estava nascendo com a Revolução Industrial.

Porém, este intenso movimento de trabalhadores para os centros urbanos causou sérios problemas sociais, além de péssimas condições de vida nas cidades.

Além da acumulação de capitais no comércio ou em conquistas no exterior as terras inglesas já tinham passado pelos chamados cercamentos, colocando em prática os conceitos de propriedade privada, contribuindo para uma profunda transformação no campo inglês.

História Enem Primeira locomotiva a vapor, construída em 1804, pelo engenheiro inglês Richard Trevithick.

 Outra vantagem complementar que pode ser apontada como causadora do pioneirismo da Inglaterra na Revolução Industrial era o domínio das navegações comerciais, facilitando a expansão de mercados consumidores em meio marítimo.

Simulado Enem de História – Dez questões sobre a Revolução Industrial. Teste seus nível e veja aulas gratuitas para os temas que você não acertar nas respostas. Acesse aqui o Simulado Enem de Revolução Industrial   revolucao-industrial-simulado

Mercados e o nascimento do mundo industrial

Durante seus primeiros anos a Revolução Industrial atingiu principalmente a produção e o beneficiamento do algodão, criando as máquinas de fiar e os teares industriais. Uma única máquina de fiar o algodão controlada por um operário gerava uma produção equivalente ao trabalho de dezenas de homens. Porém, ao longo do século XIX, as inovações tecnológicas de produção atingiram também outros ramos agrícolas.

Aumente suas chances no próximo Exame Nacional do Ensino Médio com as aulas, dicas, vídeos e apostilas do Curso Enem Online Gratuito, criado para você pelo Blog do Enem. Todas as matérias do Exame e ainda as dicas de Redação Enem. Acesse aqui o Curso Enem Gratuito.

 curso enem gratuito blue fino

O Império Britânico

É importante pensar a seguinte lógica: nunca havia se produzido tanto, em tão pouco tempo. Desta forma, os problemas econômicos não estavam mais relacionados com a falta de determinado produto, mas sim com o excesso deles e principalmente, com a escassez de consumidores. A Inglaterra solucionou este problema com certa rapidez, pois realizou uma importante expansão colonialista em vários pontos do mundo.

 A Revolução Industrial trouxe a máquina a vapor como a grande motriz das novas indústrias. Depois vieram o domínio da energia elétrica, dos motores a combustão interna com o uso dos combustíveis derivados do petróleo, e mais recentemente a Energia Nuclear.

O domínio do átomo serve aos propósitos da paz, como iluminação, transportes e indústria, e também aos propósitos da guerra, como as Bombas Atômicas jogadas sobre Hiroshima e Nagasaki ao final da 2ª Guerra Mundial. Veja aqui o que é o Lixo Atômico e a Radioatividade nos processos nucleares. Veja:radioatividade

A Classe Trabalhadora – Uma consequência da Revolução Industrial

Como consequências da Revolução Industrial, temos uma grande transformação social e política, além das mudanças já citadas, pois, com o aumento de indústrias e fábricas nas cidades, cria-se uma nova classe social: o movimento de operários. Esta nova classe modificou as mentalidades do seu contexto, uma vez que buscava melhores condições de trabalho.

Através de mobilizações, organizações sindicais e greves, mudou a concepção do homem urbano com o trabalho. Esta nova força social cresceu durante os séculos XIX e XX, transformando profundamente a história política da Europa e de outros países atingidos pela Revolução Industrial. O trabalhador surge também como um personagem de associação e força política.

Dica do Blog: o que mais cai de História no Enem:Os 10 Temas de História que mais caem no Enem

 Confira aqui aulas gratuitas de História sobre a 2ª Guerra Mundial; As Cruzadas; Brasil República; Brasil Colonial; Didatura Militar; a Revolução Industrial na Europa; Renascimento; Iluminismoe a Revolução Francesa. Veja também a Grécia Antiga, o Império Romano, e o Feudalismo.

A revolução no mundo do trabalho. 

Veja um resumo especial do Blog do Enem sobre O Mundo do Trabalho. Tudo mudou após a Revolução Industrial.

trabalho imagem destacada
Revise aqui o mundo do Trabalho

A figura do trabalhador autômato e praticamente um escravo das condições de super exigência nas fábricas foi imortalizada por Charles Chaplin no mendigo do filme Os Tempos Modernos. Confira a revisão especial sobre O Mundo do Trabalho para o Enem.

Aula Gratuita sobre a Revolução Industrial

Saiba mais sobre a Revolução Industrial nesta aula do professor Mocellin, do Curso e Colégio Positivo (um dos melhores do Brasil). Ela está disponível no canal Estadão, e você pode assistir aqui também. Após assistir, revise o que você aprendeu respondendo aos nossos desafios!

Dica 2 – Saiba, nesta aula de História Enem como as colônias americanas de Espanha e Portugal foram influenciadas pela Revolução Francesa levando-as a independência – https://blogdoenem.com.br/independencias-latino-americanas-historia-enem/

Desafios sobre a Revolução Industrial para você responder e compartilhar.

Questão 01

O capitalismo, com base na transformação técnica, atinge seu processo específico de produção, caracterizado pela produção em larga escala, onde há uma radical separação entre o trabalho e o capital. Esta afirmativa está tratando:

a) da separação entre capitalismo e socialismo.

b) da Revolução Industrial.

c) do advento do Mercantilismo.

d) da Revolução comunista na Rússia.

e) do plano Marshall após a Segunda Guerra Mundial.

Dica 3 – De general militar a Imperador de praticamente toda a Europa. Estude a história de Napoleão Bonaparte nesta aula sobre a Era Napoleônica de História Enem – https://blogdoenem.com.br/era-napoleonica-historia-enem/

Questão 02

A locomotiva a vapor de Stephenson, o telégrafo elétrico de Morse e o processo Bessemer de fabricação do aço correspondem:

a) à Revolução Industrial antes de 1760;

b) à Revolução Industrial entre 1860 e 1900;

c) às inovações técnicas anteriores a 1860;

d) às inovações técnicas posteriores a 1860;

e) esses inventos ocorreram já no século XX, portanto, na 3ª Revolução Industrial.

Questão 03

(UFF 2009) A Revolução Industrial ocorrida ao longo do século XVIII está vinculada à história da Inglaterra no seu nascedouro. Entretanto, à medida que o capitalismo foi se consolidando, a ideia de Revolução Industrial começou a ser associada a um conceito universal e ganhou vários sinônimos, dentre os quais:

a) Republicanização, que orientava os novos processos de organização da política, a intervenção no mercado e a Revolução Francesa.

b) Modernização, que indicava a manutenção da economia mercantilista, a centralização do Estado e o crescimento das camadas médias.

c) Industrialização, que significava a alteração nos processos de produção, a concretização da economia de mercado e a ascensão da burguesia.

d) Maquinização, que mostrava a crescente expansão do artesanato, da agricultura e da fisiocracia como modelos de crescimento.

e) Tecnificação, que definia o processo industrial como dependente das modificações na agricultura e também do agrarismo, sendo controlado politicamente pela nobreza urbana.

Questão 04

A Revolução Industrial, que transformou profundamente a ordem econômica mundial e teve origem na Inglaterra, pode ser relacionada com:

a) O fim da hegemonia marítima inglesa.

b) O uso do vapor como energia nas fábricas.

c) O fortalecimento do movimento socialista.

d) O aumento da população do campo.

e) A produção de apenas alimentos, através da mecanização da agricultura.

Questão 05

(ENEM 2009) Até o século XVII, as paisagens rurais eram marcadas por atividades rudimentares e de baixa produtividade. A partir da Revolução Industrial, porém, sobretudo com o advento da revolução tecnológica, houve um desenvolvimento contínuo do setor agropecuário. São, portanto, observadas consequências econômicas, sociais e ambientais inter-relacionadas no período posterior à Revolução Industrial, as quais incluem:

a) a erradicação da fome no mundo.

b) o aumento das áreas rurais e a diminuição das áreas urbanas.

c) a maior demanda por recursos naturais, entre os quais os recursos energéticos.

d) a menor necessidade de utilização de adubos e corretivos na agricultura.

e) o contínuo aumento da oferta de emprego no setor primário da economia, em face da mecanização.

 

Você consegue resolver estes exercícios? Então resolva e coloque um comentário no post, logo abaixo, explicando o seu raciocínio e apontando a alternativa correta para cada questão. Quem compartilha a resolução de um exercício ganha em dobro: ensina e aprende ao mesmo tempo. Ensinar é uma das melhores formas de aprender!