A Revolução Industrial – Resumo de História Enem e vestibular

Veja como a Revolução Industrial mudou a vida em sociedade. A descoberta da máquina a vapor deu energia e força para criar grandes indústrias mecanizadas. O lado ruim desta história mostra as péssimas condições de trabalho dos operários e a poluição ambiental pela queima de combustíveis fósseis em larga escala. Não parou até hoje. Confira aula gratuita completa:

Entenda o ciclo completo da Revolução Industrial. Ela teve dois momentos básicos. A primeira Revolução, de 1780 a 1840, e a Segunda Revolução Industrial, de 1850 a 1870. Veja aula com toda a história, dicas e simulado ao final para testar seu nível.

Podemos dizer que o processo de Revolução Industrial, na Inglaterra, passou por duas fases bem definidas. A primeira, que foi de 1780 a 1840, teve como principal foco a indústria do algodão.  Foi uma fase de grande inovação tecnológica propiciada pela máquina a vapor, com desenvolvimento no setor industrial, de expressivo lucro e de muita exploração da mão de obra, sob péssimas condições de trabalho.

Uma segunda onda ocorreu com maior intensidade nas décadas de 1850 a 1870. Mas, na prática, esta fase seguiu prolongando-se até o período da 1ª Guerra Mundial (1914-1918).

A história da Revolução Industrial inicial mostra que a partir de meados do século XIX estavam evidentes os primeiros sinais de crise desta fase começaram.  a revolução industrialNão havia mais mercado para o crescimento desta indústria, o que gerou uma grande crise econômica na Inglaterra devido à queda vertiginosa do lucro obtido. Isto afetou os demais setores industriais, pois a manufatura do algodão consistia na base industrial inglesa. Em busca de novas alternativas a fim de superar a crise econômica, o aperfeiçoamento das máquinas a vapor, por volta de 1820, foi um grande incentivo à nova fase industrial na Inglaterra.

A Revolução Industrial mudou a história da humanidade e das condições do Planeta Terra também. A polêmica que domina os estudos sobre a Revolução Industrial envolve as consequências decorrentes do grande domínio do homem sobre as formas de energia, do potencial das máquinas desenvolvidas, das formas de organização do trabalho, e de efeitos como a poluição ambiental.  

Veja na imagem o surgimento da produção em série, com uso intensivo de maquinaria movida a fontes de energia (no início a vapor).São características marcantes da Revolução Industrial as inovações tecnológicas que aprimoraram o funcionamento das fábricas e indústrias e o considerável aumento da produção e transformação de matéria-prima. Veja aqui uma aula especial sobre o (cruel) mundo do trabalho  na Revolução Industrial.

São alguns exemplos dessas inovações: a máquina a vapor que permitiu intensificar processos industriais que até então eram manuais ou movidos a tração animal, e na área das comunicações o telégrafo. Veja na imagem a máquina a vapor:inglaterra berço da revolução industrial

Revolução Industrial e a Inglaterra

A Inglaterra acumulou muito capital em comparação às outras nações mesmo antes da Revolução Industrial. O país tinha forte poderio militar e dominava amplamente as artes da navegação, o que permitia uma grande vantagem aos ingleses. As Grandes NavegaçõesA Inglaterra beneficiou-se também dos resultados financeiros gerados pela exploração do ouro nas américas e do tráfico de escravos em séculos anteriores. Veja uma aula gratuita sobre o ciclo das Grandes Navegações, e que antecede em três séculos a Revolução Industrial:

Internamente o país era estável politicamente, e já tinha feito reformas que deram o poder político e do executivo ao Parlamento, colocando a monarquia em um caráter institucional representativo. A tomada ou compra de terras dos camponeses pelos grandes proprietários de terras gerou uma minoria de grandes latifundiários.

Isto ocasionou uma grande quantidade de trabalhadores assalariados, que iam para as cidades em busca de trabalho na ‘nova’ indústria que estava nascendo com a Revolução Industrial.

Porém, este intenso movimento de trabalhadores para os centros urbanos causou sérios problemas sociais, além de péssimas condições de vida nas cidades.

Além da acumulação de capitais no comércio ou em conquistas no exterior as terras inglesas já tinham passado pelos chamados cercamentos, colocando em prática os conceitos de propriedade privada, contribuindo para uma profunda transformação no campo inglês.História Enem Primeira locomotiva a vapor, construída em 1804, pelo engenheiro inglês Richard Trevithick.

 Outra vantagem complementar que pode ser apontada como causadora do pioneirismo da Inglaterra na Revolução Industrial era o domínio das navegações comerciais, facilitando a expansão de mercados consumidores em meio marítimo.

A Segunda Revolução Industrial

A Segunda Revolução Industrial se iniciava. As indústrias de bens de capital, de ferro, de carvão e de aço cresciam com o desenvolvimento da malha ferroviária no país.

A construção de ferrovias disseminou-se pelo mundo todo, até cerca de 1885. As novas ferrovias eram construídas com capital inglês, matéria-prima, equipamentos e também com a mão de obra especializada inglesa. Estes fatores contribuíram para mais investimentos da Inglaterra no exterior, gerando o que chamamos de fase neocolonialista ou imperialista inglês.

A Crise de 1873

Após a euforia industrial, por volta de 1873, começou-se a sentir os primeiros sinais de crise. Devido à queda de consumo e aumento de concorrência, uma grave crise econômica foi sentida por todos os países do globo. 

O monopólio industrial tornou-se prática comum e, com isso, formavam-se os cartéis (associações de empresas do mesmo ramo que estabeleciam regras para o mercado). Isso revolucionou a lógica industrial, uma vez que as pequenas indústrias perdiam espaço no mercado, em concorrência às grandes corporações e cartéis.

Houve um desenvolvimento desigual do capitalismo, concentrando a renda apenas nas nações que possuíam maior desenvolvimento industrial. Assim, França, Inglaterra e Estados Unidos passaram a controlar 85% do capital mundial.

A Segunda Revolução Industrial e suas consequências

A mudança da lógica industrial ocorreu principalmente na relação entre a indústria e a ciência. Na primeira fase da revolução industrial, notava-se o maior desenvolvimento de técnicas relacionadas diretamente com o trabalho.

Já na segunda fase, observa-se que este desenvolvimento passou a estar atrelado diretamente à tecnologia e ciência. Máquinas mais complexas, novas matérias-primas, como a borracha e petróleo, revolucionaram a pesquisa científica.

Desta forma, no fim do século XIX, observa-se uma verdadeira revolução tecnológica, com o surgimento de motores elétricos, primeiras lâmpadas elétricas, aperfeiçoamento do telefone e do telégrafo sem fio e o uso do petróleo como combustível.revolução industrial destacadaA produção em massa tornou-se cada vez mais presente nas indústrias.

Com o decorrer da Segunda Revolução Industrial é possível afirmar que os Estados Unidos da América (EUA), ex-colônia britânica, passaram a disputar os mesmos mercados dos países europeus, provocando uma grande revolução política.

Aula Gratuita sobre A Revolução Industrial

Saiba mais sobre a Revolução Industrial nesta aula do professor Bruno, do canal Curso Enem Gratuito. Depois de assistir  revise o que você aprendeu respondendo aos nossos desafios no Simulado Enem Online de Revolução Industrial.

E aí, gostou da aula do professor Bruno?

Agora, responda ao Simulado sobre a Revolução Industrial:

 

Simulado de História

.

Dica 1 – Revise sobre as Unificações: Alemã e Italiana em mais esta aula preparatória para prova de História Enem. O Exame Nacional do Ensino Médio está chegando! – https://blogdoenem.com.br/unificacoes-alema-e-italiana-historia-enem/

Dica 2 – No séc. XVIII, a Revolução Industrial mudou radicalmente os aspectos culturais e socioeconômicos da Europa. Entenda como nesta aula de História Enem – https://blogdoenem.com.br/revolucao-industrial-historia-enem-2/
Dica 3 – Relembre sobre os fatos importantes da Independência do Brasil em mais esta aula preparatória para a prova de História Enem – https://blogdoenem.com.br/independencia-brasil-historia-enem/

Desafios

Questão 01

A Segunda Revolução Industrial contribui imensamente ao desenvolvimento tecnológico no século XIX. Podemos apontar algumas invenções, entre elas:

a) Máquina a vapor e telégrafo.

b) Motores elétricos e lâmpadas elétricas.

c) Ferrovias e telefone sem fio.

d) Extração de metais e metalurgia.

e) Celulares e computadores.

Questão 02

Pode-se afirmar que a segunda fase da Revolução Industrial afetou demais países do globo, não ficando restrita apenas à Inglaterra. Entre eles, um país destacou-se ascendendo economicamente, gerando uma grande mudança na política global. Qual é este país?

a) França

b) Espanha

c) Holanda

d) Inglaterra

e) Estados Unidos da América (EUA)

Questão 03

Sobre a Segunda Revolução Industrial é INCORRETO afirmar que:

a) implementou nas indústrias as linhas de montagens, esteiras rolantes e o método de racionalização da produção em massa, chamado de fordismo.

b) possibilitou o desenvolvimento de grandes indústrias e concentrações econômicas, que culminaram nos “holdings”, trustes e cartéis.

c) a utilização da energia elétrica e do petróleo possibilitaram a intensificação do desenvolvimento tecnológico, permitindo a sua produção em grande escala.

d) estabeleceu uma nova e acirrada disputa entre as grandes potências industriais que buscavam o aumento de seus lucros e uma saída para seus excedentes de produção e capitais.

e) caracterizou-se pelos avanços ultrarrápidos, que resultaram na obsolescência também veloz especialmente na microeletrônica, na robótica industrial, na química fina e na biotecnologia.

Questão 04

O sucesso de um país na concorrência capitalista por mercados dependia dos seguintes fatores:

a) Posição geográfica, nível cultural e poderio militar.

b) Nível de industrialização, ível cultural e poderio militar.

c) Nível tecnológico, nível cultural e poderio militar.

d) Nível tecnológico, disponibilidade de capital e poderio militar.

e) Nível cultural, nível biotecnológico e poderio político.

Questão 05

Todas as alternativas apresentam mudanças que caracterizam a Revolução Industrial na Inglaterra do século XIX, exceto:

a) A aplicação sistemática e generalizada do moderno conhecimento científico ao processo de produção para o mercado.

b) A consolidação de novas classes sociais e ocupacionais, determinada pela propriedade de novos fatores de produção.

c) A especialização da atividade econômica, dirigida para a produção e para o consumo paroquial e familiar.

d) A expansão e despersonalização da unidade típica de produção, até então baseada principalmente nas corporações de ofício.

e) O redirecionamento da força de trabalho das atividades relacionadas à produção de bens primários para a de bens manufaturados e serviços.

 Você consegue resolver estes exercícios? Então resolva e coloque um comentário no post, logo abaixo, explicando o seu raciocínio e apontando a alternativa correta para cada questão. Quem compartilha a resolução de um exercício ganha em dobro: ensina e aprende ao mesmo tempo. Ensinar é uma das melhores formas de aprender!