Veja dicas de como gabaritar questões de interpretação – Inglês Enem

No Enem há muitas questões de inglês com interpretação de texto. Você fica apavorado (a) com elas? Não se preocupe! Nós te damos dicas para gabaritá-las nesta revisão!

Quando você lê um texto em Inglês numa prova do Enem ou do Vestibular, talvez o seu primeiro pensamento seja…

“Não entendi NADA!!” e paramos aí.

inglês

Mas, a concorrência por vagas nas universidades públicas não está para brincadeira! Você não pode dar bobeira e desistir assim tão facilmente! Então, que tal se dar uma chance, ler o texto novamente e se dar conta que você pode pensar “até que eu entendi alguma coisa”? Como fazer isso?  Simples, basta você focar nas seguintes dicas:

1. O enunciado das questões das provas de inglês do Enem são sempre em português, e as cinco opções de resposta também estão em português. Isso já facilita bastante seu trabalho, certo?

2. Depois de ler o enunciado em português, vá para o texto em inglês. Você vai ler o texto com um objetivo (achar o seu assunto), então não vai perder tempo tentando entender palavra por palavra. Tente procurar o tema geral. Palavras que se repetem podem te dar pistas sobre o que o autor está falando.

3. Ler bastante, se manter atualizado no que acontece no país e no mundo, além de praticar provas antigas, vai ajudá-lo a entender mais os textos, aumentando a sua chance de gabaritar a prova.

IM2

Agora, com estas dicas em mente, vamos ajudá-lo(a) resolvendo uma questão do Enem para você ficar craque em interpretação:

Então vamos lá!

Primeiro passo:

IM3

Depois de ler o enunciado com atenção e dar uma espiadinha nas alternativas, leia o texto com calma:

QUESTÃO 91 (ENEM-2015 PROVA CINZA)

Why am I compelled to write? Because the writing saves me from this complacency I fear. Because I have no choice. Because I must keep the spirit of my revolt and myself alive. Because the world I create in the writing compensates for what the real world does not give me. By writing I put order in the world, give it a handle so I can grasp it.

ANZALDÚA,G.E. Speaking in tongues: a letter to third world women writers.

In: HERNANDEZ, J.B. (Ed.). Women working resistance: essays on Latin America and the Caribbean. Boston: South End, 2003.

Quando lemos este texto, mesmo entendendo pouco de inglês, observamos que ele começa com uma pergunta:

IM4

E O QUE SIGNIFICA ‘WHY’?  “Why” é um advérbio interrogativo. Essas palavras são conhecidas como “WH-questions”, já que a maioria dos advérbios interrogativos tem as letras W e H na palavra, como por exemplo: “What”, que significa “qual”;  “where”, que quer dizer “onde”; “when” que pode ser traduzido como “quando”; entre outras.

IM5

Muita informação, não é mesmo?! Calma, vamos ver isso depois com mais detalhes! Enquanto isso, vamos voltar para a nossa questão:

Como falei nas dicas do início desta aula, é muito importante observar as palavras-chaves das orações. Palavras-chaves são aquelas palavras que identificam o contexto. Neste caso, “why”, que significa “por que” em português e “write”, “escrever”. A pergunta do início do texto era:

“Why am I compelled to write?”

E a reposta de tal pergunta, começa com a palavra “because”:

“Because the writing saves me from this complacency I fear”.

E depois, a autora continua com mais três orações começando com a palavra “because”.

Mas, o que é “because”? “Because” é uma conjunção explicativa, usado sempre na resposta.

IM6 WHY = usado na pergunta

 

BECAUSE = usado na resposta

Agora você pode concluir: a autora usa essa palavra (because) para explicar por que ela escreve. Agora ficou mais simples, certo? Então leia novamente a primeira parte do texto:

“Why do I write? Because the writing saves me from this complacency I fear” = Por que eu escrevo? Por que escrever me salva desta complacência que eu tanto temo.

Segundo passo:

Ler novamente as perguntas e as alternativas:

Glória Evangelista Anzaldúa, falecida em 2004, foi uma escritora americana de origem mexicana que escreveu sobre questões culturais e raciais. Na citação, o intuito da autora é evidenciar as

A. razões pelas quais ela escreve

B. compensações advindas da escrita

C. possibilidades de mudar o mundo real

D. maneiras de ela lidar com seus medos

E. escolhas que ela faz para ordenar o mundo.

Uau!!! Dá uma olhada na opção “A”. Ela começa com a palavra “razões”. Então, tudo se encaixa, porque a autora começa com uma pergunta: “Why am I compelled to write?” Depois, ela explica o motivo, ou seja, dá as razões. Gabaritamos! A resposta é, sem sombra de dúvidas, a letra “A”.

Viu como é fácil interpretar um texto em inglês em uma questão do Enem? É só você não se apavorar e seguir os passos que te ensinamos! Assim, você com certeza vai arrasar no Enem e nos vestibulares!

Agora, para finalizar sua revisão sobre interpretação de textos em inglês, veja esta excelente videoaula da professora Carina:

Venha para o Curso Enem Gratuito:

Criamos para você duas novidades: Um Curso Enem Online totalmente gratuito, e uma bateria de Simulados Enem Gratuitos, com todas as matérias do Exame Nacional do Ensino Médio.  Acesse o Curso e faça os Simulados para chegar bem no próximo Enem! Simulados com Gabarito na mesma hora. Veja aqui: Simulado Enem Gratuito

Você pode estudar uma aula gratuita por dia no Curso Enem Online, com todas as matérias do Exame Nacional do Ensino Médio e também as Dicas para uma Redação Enem Nota 1000. Na verdade você pode estudar quantas aulas quiser por dia. Mas, o importante é criar o hábito de ver pelo menos uma aula por dia.Curso Enem Online com todas as matérias e dicas de Redação

Os textos e exemplos acima foram preparados pela professora Isabel Valença para o Blog do Enem. Isabel é formada em Letras Português-Inglês pela Universidade Federal de Viçosa. Dá aulas de inglês em escolas de Florianópolis desde 2012. Facebook: https://www.facebook.com/isabel.valenca