Como fazer a inscrição no Enem 2020

O prazo para fazer a sua inscrição no Enem 2020 vai de 11 a 27 de maio. Este ano, você pode optar entre o Enem impresso e o digital. Veja o passo a passo para se inscrever.

O prazo para se inscrever no Enem 2020 foi estendido. Agora os estudantes terão até o dia 27 de maio para se inscreverem no exame.

A mudança no prazo se deve principalmente pelas dificuldades encontradas durante a inscrição, como erros no site e no cadastramento. Além disso, muitos alunos estão com acesso limitado à internet por conta da pandemia, visto que acessavam a rede apenas pelas escolas onde estudavam.

A inscrição no Enem 2020 é feita através da página do participante, como nos anos anteriores. No entanto, este ano temos algumas novidades. A primeira delas é que, antes de se inscrever, é preciso fazer um cadastro no sistema unificado do governo.

A outra é que, como você provavelmente já sabe, a partir de 2020 teremos a aplicação do Enem digital, e é no momento da inscrição que você deve escolher se deseja fazê-lo ou realizar a versão impressa da prova. Você escolhe.

Ao acessar o site do Enem, e entrar na página do participante, a assistente virtual Nanda pedirá para você entrar com a conta de acesso única do Governo. Esse cadastro será utilizado também para os processos seletivos do Sisu, Prouni e Fies, que usam a nota do Enem.

Prova do Enem é adiada

No dia 20 de maio de 2020, o Ministério da Educação (MEC) anunciou o adiamento da prova do Enem, tanto a impressa quanto a digital. A mudança de datas deve-se à pandemia do novo coronavírus, que impede milhares de alunos de estudarem para as provas.

O Enem será adiado de 30 a 60 dias em relação ao que constava nos editais. A informação vem do MEC e do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). A aplicação da prova escrita estava prevista para o dia primeiro e 8 de novembro de 2020. Já a digital seria nos dias 22 e 29 de novembro.

As novas datas ainda não foram divulgadas. Isso porque o MEC pretende realizar uma enquete com os participantes para definir as novas datas. A previsão é de que essa enquete seja feita em junho.

Mas, apesar do adiamento, é necessário que os estudantes realizem as inscrições normalmente. Por conta disso, continue lendo nosso post e entenda o passo a passo da inscrição. Elas se encerram no dia 27 de maio.

Para saber mais sobre o assunto, confira, no final do post, a nota oficial emitida pelo MEC.

Fazendo a conta de acesso única do Governo

Se você já for cadastrado, basta informar seu CPF e senha. Se não, preencha o formulário com os dados solicitados. Existe também a possibilidade de completar o cadastro com os dados cadastrados no Banco do Brasil ou com um certificado digital, se você possuir.

cadastro governo inscrição enemNa conclusão de seu cadastro, serão enviados códigos de verificação para seu e-mail e celular. Faça as verificações solicitadas e finalize o cadastro. Ao finalizá-lo, você será redirecionado à página do participante.

Como fazer a inscrição no Enem 2020

De volta à página do participante, informe seu CPF e sua data de nascimento para iniciar sua inscrição no Enem. Em seguida, informe seus dados pessoais. Nesse momento, informe a cidade em que você vai prestar o Enem 2020 e escolha a língua estrangeira da sua prova – inglês ou espanhol.

Depois disso, é hora de informar dados sobre o seu Ensino Médio e de preencha o formulário socioeconômico, composto por 25 questões.

Pedido de isenção da taxa de inscrição será automático

Neste ano, devido à pandemia de coronavírus, o Inep vai garantir a gratuidade da taxa de inscrição a todos os participantes que se enquadrarem nos requisitos necessários, mesmo que não tenham feito o pedido.

Ao preencher seus dados socioeconômicos, o próprio sistema irá identificar se você tem direito ou não ao benefício. De acordo com o edital do Enem 2020, tem direito à isenção da taxa de inscrição quem cumprir algum destes pré-requisitos:

  • Estiver cursando a última série do ensino médio no ano de 2020 na rede pública de ensino;
  • Tenha cursado todo o ensino médio em escola da rede pública ou como bolsista integral na rede privada e tenha renda per capita igual ou inferior a um salário mínimo e meio;
  • Estiver inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) e tenha renda familiar per capita de até meio salário mínimo ou renda familiar mensal de até três salários mínimos.

A isenção da taxa de inscrição automática no momento da inscrição no Enem vale tanto para os participantes que optarem pelo Enem impresso quanto para os que escolherem o Enem digital. A medida vai abarcar os isentos em 2019 que faltaram aos dois dias de prova e não tenham justificado ausência, conforme os editais nº 33 e nº 34, de 20 de abril de 2020, publicados pelo Inep no Diário Oficial da União do dia 22 de abril de 2020.

Depois de finalizar o questionário socioeconômico, você deverá informar se deseja se inscrever para o Enem digital.

Atenção: uma vez finalizada a sua inscrição, você não poderá modificá-la. Por isso, escolha com cuidado suas opções e revise os dados informados no sistema.

Primeiro ano do Enem digital

2020 será o primeiro ano em que o Enem digital será aplicado no Brasil. Foram disponibilizadas 100 mil vagas para o formato digital, em diversas cidades de todo o Brasil. O preenchimento das vagas é por ordem de inscrição, ou seja, quando acabarem as vagas para o Enem digital só será possível se inscrever para o Enem impresso.

De acordo com o edital, só podem se inscrever para o Enem digital os estudantes que já tiverem concluído ou forem concluir o Ensino Médio em 2020, ou seja, treineiros não poderão participar. Além disso, a modalidade só será aplicada em determinadas cidades do Brasil – verifique se a sua está na lista de municípios que receberão o Enem digital.

Outra informação importante é que o Enem digital não fornecerá recursos de acessibilidade, como prova em braile e videoprova em Libras. Desta forma, os estudantes que precisarem de tais recursos para participar do Enem devem optar pela prova em formato impresso.

Cronograma do Enem 2020

Veja abaixo o cronograma completo do Enem 2020 e fique atento às datas:

  • Inscrições: 11 a 27 de maio
  • Pagamento da taxa de inscrição: 11 a 28 de maio
  • Solicitação de nome social: 25 a 29 de maio
  • Enem impresso: adiado
  • Enem digitaladiado
  • Resultado geral: janeiro de 2021

Veja os 12 temas que mais caem nas provas:

Gostou da lista? Então, agora é hora de pegar firme. Aproveite as matriculas abertas no Curso Enem Gratuito, e comece hoje mesmo.

Nota oficial do MEC e Inep sobre o adiamento das provas

“NOTA OFICIAL | Adiamento do Enem 2020

Atento às demandas da sociedade e às manifestações do Poder Legislativo em função do impacto da pandemia do coronavírus no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) e o Ministério da Educação (MEC) decidiram pelo adiamento da aplicação dos exames nas versões impressa e digital. As datas serão adiadas de 30 a 60 dias em relação ao que foi previsto nos editais.

Para tanto, o Inep promoverá uma enquete direcionada aos inscritos do Enem 2020, a ser realizada em junho, por meio da Página do Participante. As inscrições para o exame seguem abertas até as 23h59 desta sexta-feira, 27 de maio.”