Litosfera: o que é e quais são as suas características

A litosfera, também chamada de crosta terrestre, é a camada mais externa do planeta Terra. Abaixo dela estão localizados o manto, o núcleo externo e o núcleo interno.

Você sabia que, neste momento, você está pisando na litosfera terrestre e que ela está em constante transformação? Então se segure aí e venha com a gente para entender um pouco mais dessa camada tão linda do planeta Terra com esta aula de Geografia!

Apesar dessa calmaria toda, nós estamos exatamente acima de uma camada da Terra que não está nem um pouquinho calma. Segundo o sistema de monitoramento global, acontecem, a cada ano, pelo menos 300 mil abalos sísmicos no mundo. Mas, por que isso acontece?

O que é a litosfera

Vamos entender então que camada é essa chamada de litosfera e quais suas características. Observe nesta  imagem a divisão clássica entre a litosfera (a crosta), o manto, e o núcleo (interno e externo). Na prática, são quatro camadas terrestres:

litosfera

Conferiu na imagem? Então, pra você nunca mais esquecer: nosso planeta possui três camadas principais, que são a  litosfera, o manto e núcleo.

A litosfera, conhecida também como crosta terrestre, é a camada sólida que se encontra na superfície do planeta Terra, ou seja, é onde estamos pisando neste momento. É a camada mais fina (delgada) da Terra e é ela que compõe os continentes terrestres e os fundos oceânicos. Assim, podemos dizer que a litosfera é uma espécie de “casca” do planeta.

A profundidade ou espessura da litosfera é muito é variada. Desse modo, dependendo do local, pode ser de aproximadamente 5 mil metros abaixo dos oceanos (crosta oceânica),  e chegar a até  72 quilômetros de profundidade abaixo dos continentes (crosta continental).

Ou seja, a crosta terrestre não é uniforme como uma casca de ovo, ela possui variações na espessura, e não apenas nas conformações do relevo. Cordilheiras, vales, planícies, vales, montanhas, planaltos, e as formações no fundo dos mares também são exemplos de variações na espessura da litosfera.

A composição da litosfera

A crosta continental é constituída por rochas: granitos, basaltos, rochas metamórficas e sedimentares diversas. A composição química mais predominante é o silício e o alumínio. Por esse motivo ela é também conhecida como “camada sial” (“Si” de Silício e “Al” de alumínio).

Em contrapartida, a crosta oceânica é composta por rochas do tipo basálticas e a composição química predominante é dos elementos silício e magnésio. Por esse motivo é também conhecida como samada sima (“Si” de Silício e “Ma” de Magnésio). É também onde se encontram as camadas com menores profundidades e com maior atividade vulcânica.

Isso mesmo, embaixo dos oceanos há muita atividade vulcânica. Por isso, as ilhas oceânicas, na sua maioria, são constituídas por rochas basálticas formadas pelas atividades vulcânicas.

Características e dinâmicas

A litosfera é considerada a camada mais fria da terra. Isso porque quanto mais próximo do centro (núcleo) da Terra, maior é a temperatura, o que altera também seu estado físico. O estado físico da crosta terrestre é sólido. Já o manto (camada inferior à litosfera) possui um estado mais líquido. É no manto que se encontra a lava (líquido incandescente que sai dos vulcões em erupção).

Veja nesta imagem como a temperatura vai aumentando de acordo com a profundidade em cada camada:

temperaturas no interior da Terra - litosfera

A litosfera é a camada da terra que está em constante transformação. Isso mesmo caro/a leitor/a, apesar de não percebermos ela está mudando o tempo todo. Suas transformações são geradas através dos agente exógenos (ou externos) e agentes endógenos (internos).

Ação de agentes exógenos e endógenos

Atenção: vou dar um “pause” aqui para dar atenção a esses dois conceitos: “exógenos e endógenos”. Essas palavrinhas podem surgir em diversos momentos para lhe confundir, a famosa “pegadinha”. É importante fixar que a palavra exógeno começa com “EX” assim como a palavra externo. Então, ela se refere à agentes externos. Enquanto isso, endógenos se refere à agentes internos.

Assim, a crosta terrestre sofre transformações realizadas através dos agentes exógenos, como a ação dos ventos, das águas, do sol e dos seres, propiciando então os fenômenos de sedimentação, erosão e intemperismo.

Os agentes endógenos também causam transformações na crosta através dos movimentos das placa tectônicas ou através das atividades vulcânicas.

Placas tectônicas

O que torna esta camada tão importante é o fato de que ela é toda fragmentada em “pedaços” que chamamos de placas tectônicas. A constante movimentação dessas placas é resultam na formação dos mais diversos relevos, sendo essas movimentações responsáveis pela maioria das áreas montanhosas da terra.

placas tectônicas - litosfera

Um exemplo é a Cordilheira dos Andes, que se formou através do encontro de duas placas tectônicas (a Placa de Nazca e a Placa Sul-Americana). Esses movimentos também são responsáveis por fenômenos como terremotos e tsunamis.

Bom, caro/a leitor/a, até agora podemos observar que a litosfera é uma camada muito importante e complexa já que é nela que ocorrem diversos fenômenos e transformações, além de ser onde habitamos. Ótimos ingredientes para cair na sua prova do Enem.

Videoaula

Para se aprofundar mais no estudo da litosfera, assista à esta aula do prof. Carrieri no canal do Curso Enem Gratuito:

Por fim, antes de encerrar a aula, veja um breve resumo sobre as outras camadas da Terra.

As camadas da Terra

Litosfera ou crosta terrestre

Como você já sabe, é a camada externa do planeta. Portanto, é onde pisamos e fazemos nossas atividades e construímos e modificamos o espaço geográfico. Ela tem uma espessura que varia de 25 a 90 quilômetros, aproximadamente.

Manto

É a camada intermediária, com 2.900 quilômetros de rochas derretidas, com pressão e altíssimas temperaturas. O material denso e pastoso no manto é chamado de magma. Quando esse magma sobe até a superfície através da erupção de um vulcão, passa a ser denominado “lava”.

Núcleo Externo

Formado por ferro e níquel, está a aproximadamente 2.250 quilômetros de profundidade. É nele que encontramos o campo magnético que nos protege da radiação solar.

Núcleo Interno

Finalmente, o núcleo interno é o centro da Terra. Composto de ferro e níquel, sua espessura é de aproximadamente 3.470 quilômetros.

Exercícios sobre a litosfera

01 – (UEG GO/2019)    

Sobre a estrutura geológica da Terra e sua dinâmica, tem-se o seguinte:

a) O conjunto das crostas continental e oceânica, chamado de litosfera, constitui a esfera rígida do planeta Terra.

b) Os vulcões são fenômenos geológicos que ocorrem exclusivamente nas áreas de contato das placas tectônicas.

c) Estima-se que, da superfície terrestre ao seu centro, a profundidade média seja de, aproximadamente, 500 km.

d) O núcleo terrestre corresponde à metade da estrutura do planeta e é constituído principalmente por alumínio e sílica.

e) As regiões localizadas nas zonas de subducção e/ou afastamento das placas continentais são as mais estáveis do planeta.

02 – (PUC GO/2019)    

No dia 28 de setembro de 2018, um forte abalo sísmico atingiu a Indonésia, causando a morte de milhares de pessoas, além de centenas de desaparecidos. Fenômenos como esses fazem parte da história evolutiva da Terra e podem ocorrer principalmente em regiões sensíveis da litosfera terrestre.

Levando em conta a interação desses eventos e sua relação com as características e a distribuição da população, assinale a alternativa correta:

a) O terremoto que atingiu o território Indonésio ocorreu em um lineamento que marca o contato entre as placas Euroasiática e Africana.

b) Países com baixo desenvolvimento tecnológico e situados nos limites de placas tectônicas, como o Haiti, estão mais suscetíveis a perdas, sobretudo humanas, quando da ocorrência desses fenômenos.

c) Terremotos e vulcões possuem relação direta com as ações humanas na superfície da Terra, sendo que a ocupação de áreas de risco é o principal fator responsável por perdas humanas.

d) Entre duas placas tectônicas, os limites convergentes condicionam a ocorrência de vulcões, ao passo que nos limites divergentes ocorrem principalmente abalos sísmicos.

03 – (UFRGS/2017)    

Considere as afirmações abaixo, sobre a Teoria da Tectônica de Placas.

I. A litosfera, de acordo com essa teoria, está fragmentada em placas rígidas que se movimentam.

II. As placas tectônicas são movidas pela convecção do manto, e a energia vem do calor interno da Terra.

III. Os limites das placas apresentam feições de grandes proporções, como estreitos cinturões de montanhas, cinturões de terremotos e cadeias de vulcões.

Quais estão corretas?

a) Apenas I.

b) Apenas II.

c) Apenas III.

d) Apenas II e III.

e) I, II e III.

GABARITO:

01) A

02) B

03) E