Pós-modernismo: as vanguardas poéticas – revise Literatura para o Enem!

Fique ligado (a) neste post sobre as vanguardas poéticas do Pós-modernismo e gabarite as questões de literatura no Enem e nos vestibulares!

As décadas de 1950 e 1960 presenciaram o lançamento de tendências poéticas caracterizadas pela inovação formal e outros conceitos. Nesse post você irá estudar as vanguardas poéticas e a poesia concreta, para se dar bem em literatura brasileira no Enem e Vestibular!

Acompanhando o progresso de uma civilização tecnológica e respondendo às exigências de uma sociedade que passava por transformações, além da necessidade de uma comunicação objetiva e rápida, surgiram as tendências poéticas caracterizadas pela nova forma, maior proximidade com outras manifestações artísticas e pela negação do verso tradicional. Era momento de encontrar o “poema produto” ou “poema objeto”.

1

A poesia concreta foi lançada oficialmente em 1956, na Exposição Nacional de Arte Concreta, em São Paulo. No entanto, Décio Pignatari, Haroldo de Campos e Augusto de Campos, poetas que começaram as experiências concretistas já se encontravam agrupados desde 1952. Os irmãos Campos afirmam:

A poesia concreta é o primeiro movimento internacional que teve, na sua criação, a participação direta, original, de poetas brasileiros. Como no caso do anterior movimento de renovação que houve neste século na literatura brasileira – o Movimento Modernista de 22 -, também a POESIA CONCRETA se constitui em São Paulo.

2
Augusto de Campos

Entre os precursores brasileiros do Pós-modernismo também são citados Oswald de Andrade, que produziu poemas que rompiam com o vício retórico nacional, e João Cabral de Melo Neto, que possuía linguagem direta, econômica e arquitetura funcional do verso.

Partindo do pressuposto de que o verso tradicional já tinha ido encerrado seu ciclo histórico, a poesia concreta propõe, então, o “poema-objeto”, em que se usa vários recursos, como o acústico, o visual, a carga semântica, o espaço tipográfico e a disposição geométrica dos vocábulos da página.

Uma das características mais importantes da modernidade da poesia concreta é aquele que procura mexer com o leitor, fazendo com que ele participe de forma ativa, já que o poema concreto permite uma leitura de várias maneiras. Assim sendo, o poema constitui um desafio e o leitor transforma-se em coautor:

[…] uma ordenação não linear do poema, com valorização integral do branco da página e uma possibilidade aberta de leitura múltipla, dando importância tanto aos elementos visuais como aos sonoros.

(Irmãos Campos)

3

Poesia concreta, de Augusto de Campos

Plano piloto para a poesia concreta, documento-programa do movimento, publicado em 1958:

– poesia concreta: produto de uma evolução crítica de formas dando por encerrado o ciclo histórico do verso (unidade rítmico-formal), a poesia concreta começa por tomar conhecimento do espaço gráfico como agente estrutural.

– poesia concreta: tensão de palavras-coisas no espaço-tempo.

– estrutura dinâmica: multiplicidade de movimentos concomitantes.

– o poema concreto comunica a sua própria estrutura: estrutura-conteúdo. O poema concreto é um objeto em e por si mesmo, não um intérprete de objetos exteriores e/ou sensações mais ou menos subjetivas. Seu material: a palavra (som, forma visual, carga semântica).

Poesia concreta: uma responsabilidade integral perante a linguagem. Realismo total. Contra uma poesia de expressão, subjetiva e hedonística. O poema-produto: objeto útil.

Beba coca cola

Babe          cola

Beba coca

Babe cola caco

Caco

Cola

C l o a c a

Décio Pignatari

 

vai e vem

e            e

vem e vai

José Lino Grünewald

 

Se

Nasce

Morre nasce

Morre nasce morre

Renasce remorre renasce

Remorre renasce

Remorre

Re

Re

Desnasce

Desmorre desnasce

Desmorre desnasce desmorre

Nascemorrenasce

Morrenasce

Morre se

Haroldo de Campos

No vídeo a seguir o professor Bira, do canal Aula De, no YouTube,  fala sobre o Concretismo, tema que deve ser estudado com atenção para as provas do Enem e dos Vestibulares!

https://m.youtube.com/watch?v=ri49CNslcUI

Agora, que tal testar seus conhecimentos? Veja estes exercícios que escolhi para você:

Exercício

1- (UFRGS)  Considere as seguintes afirmações sobre o Concretismo.

I. Buscou na visualidade um dos suportes para atingir rupturas radicais com a ordem discursiva da língua portuguesa.

II. Teve como integrantes fundamentais Haroldo de Campos, Augusto de Campos e Décio Pignatari.

III. Foi um projeto de renovação formal e estética da poesia brasileira, cuja importância ficou restrita à década de 1950.

Quais estão corretas?

a) Apenas I.

b) Apenas II.

c) Apenas III.

d) Apenas I e II.

e) I, II e III.

Gabarito

1- A

O texto foi escrito pela professora Analice, formada em Letras pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho – Unesp. Atualmente é mestranda em Literatura na Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC, professora de português na rede particular de ensino de Florianópolis e colaboradora do Blog do Enem. Facebook: http://www.facebook.com/analice.andrade