Ligações Iônicas e Ligações Covalentes: resumo Enem e vestibular

Hora de colocar em dia a revisão sobre as Ligações Químicas. Veja os fundamentos para entender as cargas positivas e negativas, a Regra do Cruzado, e como os Elementos se comportam para gerar Moléculas ou então formar Compostos ou Substâncias Químicas. Veja aula gratuita.

Você sabe os tipos de ligações químicas estabelecidas entre os átomos para formar as moléculas?  E como essas estão relacionadas às propriedades dos materiais? Revise com as dicas da professora Munique Dias e aula do professor Felipe Sobis.

As Ligações Químicas são uniões estabelecidas entre átomos para formarem moléculas, ou, no caso de ligações iônicas ou metálicas, aglomerados atômicos organizados de forma a constituírem a estrutura básica de uma substância ou compostos. A união estabelecida entre átomos não ocorre de qualquer forma, devendo haver condições apropriadas para que a ligação entre eles ocorra, tais como: afinidade, contato, energia, etc.

Aula Gratuita sobre Ligações Químicas

Para continuar nesta revisão assista agora a uma aula do professor Felipe Sobis, do Curso Enem Gratuito, sobre as Ligações Iônicas e as Ligações Covalentes. É um conhecimento essencial para você mandar bem. Confira:

Mas, porque os átomos se ligam?

Em 1916, Gilbert N. Lewis e Walter Kossel observaram que, na natureza, apenas os gases nobres (elementos da família 18, VIIIA ou 0 da tabela periódica) eram encontrados isolados na natureza.

Isso acontecia porque eles tinham uma característica que os outros átomos não tinham: todos os elementos dessa família (com exceção do hélio, que tem apenas uma camada eletrônica) possuem a camada de valência de seus átomos preenchida com oito elétrons.

Associando essa observação com as ligações realizadas pelos átomos dos elementos das outras famílias da Tabela Periódica, eles criaram uma hipótese chamada de regra ou teoria do octeto, que está enunciada a seguir:

 “Um átomo adquire estabilidade quando possui 8 elétrons na sua camada mais externa, ou 2 elétrons quando possui apenas uma camada.Ligações químicas- Gilbert N. Lewis e Walter KosselGilbert N. Lewis e Walter Kossel

Vamos relembrar os tipos de ligações existentes entre os átomos?

Ligações iônicas: como o próprio nome diz acontece entre íons, para que se atraiam esses íons deve ter cargas opostas, como o NaCl que é formado pelo cátion Na+ e o âniom Cl.Ligações químicas

O átomo de sódio doa um elétron para o átomo de cloro, assim ambos completam a sua camada de valência.Ligações químicas

Ligações covalentes: Esse tipo de ligação ocorre pelo compartilhamento de elétrons da camada de valência dos átomos envolvidos, como a molécula de água.Ligações químicas

O átomo de oxigênio necessita de dois elétrons para ficar estável e o hidrogênio irá compartilhar seu elétron com esse átomo. Sendo assim o oxigênio ainda necessita de um elétron para se estabilizar, então é preciso de mais um hidrogênio, e esse,também compartilha seu elétron com o oxigênio, estabilizando-o.Ligações químicas

Ligações metálicas: São ligações onde os elétrons da última camada não ficam restritos ao respectivo átomo, mas circulam por todo o material. Esse modelo de ligação é conhecido como modelo do “mar de elétrons”, pois os cátions metálicos estão imersos nos elétrons livres.

Ligações químicas
Modelo de ligação metálica: nuvem de elétrons ou mar de elétrons

Ligações químicas

Que tal revisar os tipos de ligações existentes entre os átomos e de que maneira essas ligações ocorrem? Assista agora ao vídeo da Khan Academy em que o professor Salman Khan explica sobre as ligações químicas. Fique ligado!

Dica 2: Revise também outro assunto bastante cobrado nas provas dos vestibulares e do Enem que é Tabela Periódica. É só acessar o nosso blog do Enem e mandar ver nos estudos!  https://blogdoenem.com.br/quimica-enem-tabela-periodica/

Exercícios sobre Ligações Químicas

Que tal agora ver um exemplo para fixar o conteúdo? Vamos nessa!

Um elemento químico A de número atômico 16, combina-se com um elemento B, de número atômico 17. A fórmula molecular do composto e o tipo da ligação são:

a) AB2 – covalente

b) A2B – molecular

c) AB2 – eletrovalente ou iônica

d) AB – eletrovalente ou iônica

e) A2B – eletrovalente ou iônica

Resposta: Alternativa C.
O elemento químico A corresponde ao Enxofre (S) e o elemento B, ao Cloro (Cl). O Enxofre, sendo membro da família VI A, precisa compartilhar 2 elétrons; e o Cloro, (família VII A) apenas 1, sendo por isso necessária a presença de dois átomos Cl para formar a ligação eletrovalente ou iônica SCl2.

Agora um desafio! Mostre que aprendeu!

Na reação de um metal A com um elemento B, obteve-se uma substância de fórmula A2B. O elemento B provavelmente é um:

a) Halogênio

b) Metal de transição

c) Alcalinos terrosos

d) Gás raro

e) Calcogênios

Resposta: Os metais Alcalino-terrosos, família da qual o elemento B pertence, podem compartilhar dois elétrons em suas ligações.

Munique Química
Os textos e exemplos de apresentação desta aula sobre Ligações químicas foram preparados pela professora Munique Dias para o Blog do Enem. Munique é formada em química pela UFSC, tem mestrado e atualmente cursa o doutorado em Engenharia Química, também pela UFSC. Facebook: https://www.facebook.com/MuniqueDias