Coesão e Coerência: elementos para a Redação Enem nota 1000

Ao dominar os conceitos de coesão e coerência o candidato garante uma boa nota na Redação do Enem. E pode conquistar os membros da banca logo no começo do texto.

Transmitir a informação de forma clara, embasar os argumentos e não cometer erros gramaticais. O casamento de todos esses elementos resulta em um texto de qualidade.

Seja num artigo, seja numa dissertação ou na Redação no Enem o redator precisa de uma bagagem mínima de conhecimento sobre o assunto abordado para defender seu principal ponto de vista. Um vocabulário rico também é indispensável.

A redação do Enem (e de todos os vestibulares) também segue essas regras. A maioria dos vestibulandos conhece os princípios para produzir um bom texto, mas têm dificuldade em colocá-los em prática. Para ajudá-lo a superar essas dificuldades, apresentamos dois conceitos fundamentais para acabar com o fantasma da redação: a coesão e a coerência textual.

Dica 1 – Apostila Gratuita sobre Redação – Veja aqui os fundamentos para um texto de qualidade no Enem e nos vestibulares: https://blogdoenem.com.br/redacao-enem-apostila-gratuita/

Coesão textual

Em qualquer modalidade de texto, captar a atenção do leitor é fundamental. E o que dizer de um texto que será avaliado por, pelo menos, três especialistas no assunto? Uma escrita confusa em que parágrafos e frases não se conectam certamente será mal avaliada pela banca.

Um texto coeso é aquele que apresenta uma sequência lógica de eventos. Frases, orações e parágrafos são relacionados harmonicamente. Um texto coeso garante que os argumentos utilizados pelo redator sejam entendidos.

Para alcançar tal nível de compreensão, cada termo deve fazer referência a outro item. Imagine seu texto como se fosse um espiral no qual todos os elementos estão entrelaçados e dão continuidade um ao outro.

Como bem definiu o linguista inglês Michael Halliday, “a coesão não nos revela a significação do texto, revela-nos a construção do texto enquanto edifício semântico”.

Veja um resumo gratuito sobre Coesão e Coerência na Redação do Enem

Gostou desta aula com a professora Daniela? Ela é mesmo show!

Dica 2 – O que mais cai na prova de Linguagens no Enem? Veja as dicas para você resolver as principais questões de Gramática e Literatura:https://blogdoenem.com.br/category/cainaprova/linguagens/

Elementos de coesão

Os elementos de coesão são as palavras de transição, também conhecidas como conectores, que estabelecem uma relação entre os enunciados. Como o próprio nome sugere, essas expressões conectam as orações e tornam os termos dependentes entre si. O resultado será um texto mais interessante e de leitura agradável.

São exemplos de conectores: “inicialmente”, “ainda por cima”, “afinal”, “portanto”, “posteriormente”, “segundo”, “em outras palavras”, “e”, “mas”, “porém”, “além disso” e “a propósito”.

Os tempos verbais também garantem a coesão textual. Começar um parágrafo com o verbo no tempo presente e terminar conjugando-o no passado dificulta a compreensão. Isso acontece porque os tempos verbais estão relacionados com os acontecimentos relatos no texto e, portanto, devem fazer sentido entre si.

Dica 3 – Já escolheu a sua profissão? Cursos da área de Tecnologia da Informação são uma boa alternativa. Veja empregos a partir de R$ 1.300,00 a até R$ 17 mil para quem estuda TI: https://blogdoenem.com.br/ti-maiores-salarios/

Coerência textual

É bastante simples de explicar o que é um texto coerente: o conteúdo precisa ter sentido, ser compreendido e seguir um raciocínio lógico. Mas é relativamente fácil cometer gafes. Quem nunca leu o próprio texto depois de alguns dias e se perguntou: “onde eu estava com a cabeça quando escrevi isso?”.

Qualquer distração pode resultar em algum deslize.Redação - Coesão e CoerênciaDe nada adianta escrever de forma coesa e produzir um texto incoerente.

Um texto incoerente é aquele que possui frases como: “Mariana esquentou a água, por isso o chá está frio”. Se Mariana esquentou a água, o chá deveria estar quente. Ou seja, não há sentido entre os elementos da frase.

As ideias precisam ter uma relação lógica de causa e consequência para fazer sentido.  Dizer que “Rafael era um esportista nato. Havia raquetes de tênis, bolas de futebol e roupas de ginástica espalhadas por toda a casa”, faz bastante sentido, não é mesmo? As frases estão conectadas, há uma relação de sentido e de relevância entre elas.

Os exemplos acima são bastante simples, mas demonstram como um bom texto é um todo significativo de ideias que apresentam relações lógicas e complementares umas às outras. Uma sequência deve dar sentido à próxima e fazer referência à sentença anterior.

Como fazer uma Introdução Perfeita na Redação do Enem

Gostou? Sempre um show as dicas da professora Daniela. Têm mais aulas dela no canal do Curso Enem Gratuito.

Dica 4 – Literatura Enem – Revisão com apostila gratuita registra marcos da literatura brasileira desde a carta de Pero Vaz de Caminha: https://blogdoenem.com.br/literatura-enem-apostila-gratis/

Como evitar a incoerência

A primeira dica é evitar escrever sobre diferentes temas em um mesmo parágrafo. Apresentar ideias diferentes de forma brusca dificulta a compreensão. É o que chamamos de quebra de continuidade temática. O leitor muitas vezes sequer percebe a mudança no assunto e se sente perdido.

O segundo aspecto é a concentração. E só há uma forma de desenvolvê-la: treinando. Escreva pelo menos um texto por semana. Com o tempo você ganhará aptidão em escrever textos mais longos sobre assuntos complexos de forma coerente. Mostre seu texto para familiares e amigos. Veja se eles entendem a mensagem principal.

Por último, leia sempre! Os mais diferentes tipos de textos: romances, crônicas, ensaios, artigos. Toda leitura será válida e irá ajudar na hora de colocar suas ideias no papel. Lembre-se de que a escrita e a leitura estão relacionadas à nossa capacidade cognitiva. O estudante que desenvolve essas aptidões apresenta uma melhora significativa em seus textos.

O conteúdo deste post foi criado por Pedro Santos. Ele é jornalista e foi professor de Ortografia, Redação e Literatura no Centro de Voluntariado da Escola Notre Dame, em São Paulo (SP). Vive desde 2012 em Los Angeles, onde trabalha como tradutor e professor particular de Português para americanos. Twitter: @pikneo