Faltam:
para o ENEM

O sistema imunológico: Biologia Enem com aula Khan Academy

Para arrasar nas questões de Biologia do Enem e dos vestibulares, fique ligado neste post sobre o sistema imunológico que preparamos para você!

Você sabia que sobre o seu corpo há mais células de microrganismos que o número total de células que compõem seu organismo? Assustador, não é mesmo?

Sim, há bilhões de pequenos assassinos à espreita, só esperando suas defesas darem um deslize para atacar! Mas, fique tranquilo! Você têm uma série de instrumentos de defesa para bloquear esses inimigos. Eles formam o exército do seu Sistema Imunológico.

Você sabe como funciona o sistema de defesa (imunológico) de seu corpo? – Não? Então é hora de fazer uma super revisão de biologia com este post sobre o sistema imunológico, principalmente nos humanos. é para você gabaritar em Biologia e conquistar a tão sonhada vaga na universidade!  Sistema Imunológico 

O Sistema Imunológico nos Humanos

Você não e nem percebe. Mas, protegendo seu organismo existem muralhas que impedem a entrada de invasores. Por trás desses muros, há poços com material gosmento ou ácido capaz de aniquilar a maior parte dos assassinos. Percorrendo seu sangue, por entre as células de seus tecidos, inúmeros soldados patrulham seu organismo em busca de suspeitos. Junto com eles, pequenas armadilhas prontas para grudar nos “bandidos” e sinalizar uma invasão, estão de sentinelas.

Parece que estou narrando uma cena de ficção científica? Não mesmo! Estou falando do seu sistema imunológico! O seu corpo conta com várias barreiras para impedir a entrada de antígenos. A pele, por exemplo, forma uma excelente barreira contra microrganismos, assim como o muco e os pelos presentes no seu nariz. No seu sistema digestório a acidez do suco gástrico é capaz de matar a maior parte das bactérias que se metam a engraçadinhas.

Glóbulos Brancos – os Leucócitos

Em cada gota de sangue, há entre 6 mil e 10 mil glóbulos brancos (também chamados de leucócitos), células cuja função é identificar possíveis antígenos (como bactérias, vírus, protozoários, substâncias tóxicas) que possam vir a causar algum dano à sua saúde. Juntamente com essas células há anticorpos, substâncias específicas para cada antígeno que impedem que eles ajam em nosso organismo. OS Glóbulos Brancos são o principal pelotão do exército do Sistema Imunológico.

Dica 1: Antes de continuar revisando o sistema imunológico, que tal estudar também o sistema endócrino humano? Para isso, veja este super post com uma divertida vídeo-aula da Khan Academy: https://blogdoenem.com.br/sistema-endocrino-hormonios-biologia/

Aula Gratuita

Para continuar sua revisão, veja essa divertida vídeo-aula da Khan Academy:

E aí, curtiu o vídeo? Demais, não é? A Khan Academy dá show! Agora, para você arrasar nas questões de Biologia do Enem e dos vestibulares, fique ligado no resumo que preparamos para você:

Os Mecanismos de Defesa do Sistema Imunológico

Tudo isso faz com que o seu sistema imunológico seja capaz de identificar e aniquilar boa parte dos antígenos e ainda “fichar” os danados, montando uma memória que irá detê-los da próxima vez que aparecerem. Veja a seguir os principais mecanismos de defesa:

Dica 2:Para entender um pouco mais o sistema imunológico é necessário também que você relembre a estrutura da membrana plasmática e como as células reconhecem umas às outras. Para relembrar este assunto veja este interessante post com uma engraçada aula do professor Paulo Jubilut e dicas da professora Juliana Evelyn dos Santos: https://blogdoenem.com.br/biologia-membrana-plasmatica-revisao/

Os Glóbulos brancos: Podemos agrupá-los em granulócitos e agranulócitos.

Os granulócitos possuem pequenos grãos no citoplasma, entre eles estão: neutrófilos, que atravessam os capilares sanguíneos (processo chamado de diapedese) e englobam e destroem bactérias através da fagocitose (o pus é formado principalmente por aglomerados de células e bactérias “assassinadas” por estes soldados).

Acidófilos ou eosinófilos que defendem o corpo contra vermes parasitas e são os principais agentes das alergias; e os basófilos, que liberam histamina, cuja função é dilatar os capilares sanguíneos facilitando a saída dos neutrófilos.

Já os agranulócitos são células que não possuem grânulos em seu citoplasma e seu núcleo é esférico. Entre os agranulócitos estão: os monócitos que podem se transformar em macrófagos que patrulham os tecidos e fagocitam antígenos e células mortas; os linfócitos, divididos em células T (como citotóxico, chamado também de TKiller, pois joga substâncias tóxicas capazes de destruir células invasoras e o T4, cuja função é alertar e ativar outras células de defesa) e as células B que se transformam em plasmócitos e são capazes de produzir anticorpos.

Dica 3: Fagocitose? O que é isso? Você não sabe? Então, antes de continuar estudando sobre o sistema imunológico dê uma revisada nos transportes através das membranas com vídeo aula do professor Paulo Jubilut:  Veja a FagocitoseFagocitose Biologia

Ação dos anticorpos:

Os anticorpos são moléculas de proteínas produzidas especificamente contra determinado tipo de antígeno. Quando o antígeno entra em contato com o nosso organismo e sensibiliza os linfócitos B, estes passam a produzir anticorpos contra esse agente sensibilizante. Quando novamente o antígeno entrar em contato com o organismo, os anticorpos entrarão em ação se encaixando nas moléculas estranhas presentes no microrganismo ou toxina e os inativando.

Os anticorpos funcionam como um sistema de chave e fechadura, ou seja, eles são capazes apenas de se encaixarem nas moléculas específicas para os quais foram produzidos. Alguns linfócitos, quando ativados pelo antígeno se transformam em células de memória e graças a elas, seu corpo se “lembrará” do antigo “bandido” que tentou invadir suas células e logo irá combate-lo.

Os Anticorpos e o Sistema Imunológico

Defesas artificiais: Veja a diferença entre Soro e Vacina

A produção inicial de um anticorpo pode demorar bastante – entre 10 e 15 dias. Para muitas doenças, esse tempo pode ser a diferença entre a vida e a morte. Por tal motivo, podemos utilizar uma maneira artificial de sensibilizar nosso organismo previamente: as vacinas. As vacinas geralmente são feitas com microrganismos mortos ou enfraquecidos ou ainda parte de determinada toxina que pode nos deixar doentes.

Como esses antígenos estão inativos ou enfraquecidos, eles não serão capazes de nos causar doenças, porém, já serão suficientes para sensibilizar nosso sistema imunológico e começarmos a produzir anticorpos e células de memória. Dessa maneira, quando entrarmos em contato com o antígeno ativo, nosso sistema imunológico “se lembrará” dele e logo irá começar a combatê-lo.

Dica 4: Para saber um pouco mais sobre a produção de soros e vacinas, veja este post que contém as principais vacinas administradas no Brasil e no mundo:diferença entre soro e vacina

Dizemos que a vacina é um caso de imunização ativa, pois, o próprio corpo irá produzir anticorpos contra o agente infeccioso. Porém, às vezes não há como prevenir, e uma medida de defesa rápida se faz necessária. Como quando alguém leva uma mordida de animal raivoso, uma ferida suspeita de aquisição da bactéria do tétano ou ainda a picada de um animal peçonhento.

Nestes casos, não há como esperar que o corpo produza anticorpos. Assim, deve-se administrar ao indivíduo um soro imune, que consiste em um líquido extraído do sangue de um animal (geralmente cavalos que foram previamente colocados em contato com o antígeno) contendo certa quantidade de anticorpos que podem rapidamente incapacitar o antígeno.

Exercícios sobre o Sistema Imunológico

Agora que você já sabe tudo sobre o sistema imunológico, eu tal testar seus conhecimentos?

1)  (UFF-2012 – Biologia) O sistema imune apresenta um tipo de célula que passa do vaso sanguíneo para o tecido conjuntivo onde irá exercer sua função de defesa. A célula e a passagem são, respectivamente, identificadas como:

a) basófilos e pinocitose.
b) macrófagos e fagocitose.
c) leucócitos e endocitose.
d) leucócitos e diapedese.
e) glóbulos brancos e endocitose.

2) (PUC-RIO 2010 – Biologia) A reação do corpo humano a doenças infectocontagiosas é influenciada pelo sistema imunológico. Assinale a alternativa que apresenta CORRETAMENTE elementos relacionados a esse sistema.

A) linfócitos e hemácias.
B) plaquetas e leucócitos.
C) plaquetas e hemácias.
D) macrófagos e linfócitos.
E) macrófagos e hemácias.

Respostas: 1)D, 2)D.

Dica 5: Você quer ver mais vídeos legais de Biologia? Então acesse a plataforma da Khan Academy em português! Lá você encontrará vídeo-aulas e exercícios de várias disciplinas que podem te ajudar no Enem! Confira: https://pt.khanacademy.org/welcome
Dica 6: Quer treinar seus conhecimentos em Biologia? Baixe esta apostila de biologia gratuitamente! https://blogdoenem.com.br/biologia-enem-apostila-gratuita/
Juliana Biologia Enem
Os textos e exemplos acima foram preparados pela professora Juliana Santos para o Blog do Enem. Juliana é formada em Ciências Biológicas pela Universidade Federal de Santa Catarina. Dá aulas de Ciências e Biologia em escolas da Grande Florianópolis desde 2007. Facebook: https://www.facebook.com/juliana.evelyndossantos.