Faltam:
para o ENEM

Teoria Sintética (Neodarwinismo) – Aula de Biologia Enem e Vestibular

Entenda como Darwinismo foi complementado com as descobertas dos genes no início do Séc. XX. Estude sobre Teoria Sintética nesta aula de Biologia Enem

A Teoria Sintética, também conhecida como Neodarwinismo, usou grande parte das ideias propostas por Darwin, incluindo seleção natural e variações dentro de populações. Entretanto, Darwin não conseguiu explicar como existiam variações dentro de uma população, observando a população de tentilhões de Galápagos.

Por outro lado, o monge botânico Gregor Mendel, fazendo experimentos com cruzamentos de plantas, conseguiu enxergar padrões genéticos de variações dentro das plantas.

Essas variações estudadas por Mendel eram justamente o que faltava para Darwin complementar sua teoria. Os trabalhos de Mendel, embora formulados em 1865, só chamaram atenção após suas redescobertas no início do século XX.

Dica 1 – A Origem da Vida ainda é uma das maiores dúvidas da humanidade. Nesta aula de Biologia Enem, entenda algumas teorias que tentam explicar como tudo começou .

Importante: Nem Darwin, nem Mendel possuíam conhecimento envolvendo DNA ou genes. Apenas em 1910, Thomas Morgan provou que os genes localizam-se nos cromossomos.

• Considera as ideias de Darwin aliadas ao conhecimento da Biologia moderna, principalmente na área da Genética e Biologia molecular.

• A unidade evolutiva é a população, que consiste no conjunto de indivíduos da mesma espécie, que habita uma mesma área e num mesmo período de tempo.

• Essa teoria moderna da evolução considera que os organismos modificam-se ao longo do tempo para que a população evolua. Cada população possui um conjunto de genes, conjunto gênico da população, que pode variar através de mutação, recombinação genética, seleção natural, migração, deriva genética.

Mutação – é a única forma de aparecimento de novos genes em uma população que não sofra migração. É a mudança abrupta no material genético, podendo ser gênica ou cromossômica.

Dica 2 – Revise sobre Órgãos homólogos e análogos, Fósseis, Órgãos vestigiais e Evidências Moleculares nesta aula de Biologia Enem – https://blogdoenem.com.br/evidencias-que-confirmam-evolucao-biologia-enem/

Recombinação ou permuta genética – permite que novas combinações entre os genes, já existentes, ocorra. É o processo da troca de genes entre os cromossomos homólogos, ou crossing-over, ocorrendo na meiose I. Isso permite que os gametas formados sejam diferentes entre si, garantindo uma possibilidade de misturas enorme, aumentando a variabilidade genética.

Seleção natural – processo em que o meio ambiente seleciona os genótipos mais adaptados, eliminando aqueles não vantajosos. Logo esse fator diminui a variabilidade genética da população. Exemplo importante é o caso das mariposas de Manchester, antes e depois da revolução industrial. A modificação do ambiente fez as mariposas escuras serem mais adaptadas em relação às mariposas claras.

Migração – trânsito de indivíduos de uma população que altera a frequência de genes da população. Imigração é a entrada de novos indivíduos nessa população, podendo trazer novos genes. Emigração é a saída de indivíduos dessa população, diminuindo a variabilidade genética da população.

Deriva ou oscilação genética – é a variação brusca de determinado gene na população. Essa variação é causada geralmente por grandes catástrofes (terremotos, avalanches, incêndios) causando muitas mortes rapidamente. Em populações grandes, esse efeito pode não causar tanta variação, já em populações pequenas, as variações são bem expressivas. Abaixo vemos um exemplo de deriva com um caso de desmatamento, que, após o reflorestamento, as vermelhas foram mais abundantes.

Dica 3 – Estude as teorias sobre a evolução no início do séc. XX, e revise sobre a Seleção Natural das Espécies e Darwinismo nesta aula de Biologia Enem – https://blogdoenem.com.br/teoria-da-evolucao-biologia-enem/

aula_11_img03.jpg

Saiba mais sobre Teoria Sintética nesta aula do canal Paulo Jubilut, disponível no Youtube. Após assistir, revise o que você aprendeu respondendo aos nossos desafios!

[youtube http://www.youtube.com/watch?v=4iP6cazPLII]

 

Desafios

Questão 1

(ENEM) “Os progressos da medicina condicionaram a sobrevivência de número cada vez maior de indivíduos com constituições genéticas que só permitem o bem-estar quando seus efeitos são devidamente controlados através de drogas ou procedimentos terapêuticas. São exemplos os diabéticos e os hemofílicos, que só sobrevivem e levam vida relativamente normal ao receberem suplementação de insulina ou do fator VIII da coagulação sangüínea”.

SALZANO, M. Francisco. “Ciência Hoje”: SBPC: 21(125),1996.

Essas afirmações apontam para aspectos importantes que podem ser relacionados à evolução humana. Pode-se afirmar que, nos termos do texto,

a) os avanços da medicina minimizam os efeitos da seleção natural sobre as populações.

b) os usos da insulina e do fator VIII da coagulação sanguínea funcionam como agentes modificadores do genoma humano.

c) as drogas medicamentosas impedem a transferência do material genético defeituoso ao longo das gerações.

d) os procedimentos terapêuticos normalizam o genótipo dos hemofílicos e diabéticos.

e) as intervenções realizadas pela medicina interrompem a evolução biológica do ser humano.

Questão 2

Correlacione os fenômenos enumerados com os algarismos arábicos 1, 2, 3 e 4 às definições ou aos conceitos, expressos nas afirmativas de I a IV.

1: Evolução.

2: Mutação.

3: Adaptação.

4: Especiação.

I – Modificações nas frequências gênicas das populações através do tempo, orientadas pela seleção natural.

II – Modificação ao acaso nos genes ou cromossomos, acarretando variação genética.

III – Modificações de estruturas e funções em um grupo, que favorecem sua sobrevivência.

IV – Determinada pelo isolamento reprodutivo, que pode ter como causa o isolamento geográfico.

A alternativa correta é:

a) I-4; II-2; III-3, IV-1.

b) I-3; II-1; III-2, IV-4.

c) I-2; II-3; III-4, IV-1.

d) I-1; II-2, III-3, IV-4.

e) I-1; II-3, III-4; IV-2.

Questão 3

(UFSM-RS) Os fatores evolutivos responsáveis pelo aumento da variabilidade genética das populações são:

a) seleção natural e deriva gênica.

b) mutação e recombinação.

c) seleção e mutação.

d) seleção e recombinação.

e) deriva e recombinação.

Questão 4

Frente às mudanças que ocorrem em um determinado ambiente, têm maior sucesso adaptativo as espécies:

a) com maior variabilidade genética.

b) com menor variabilidade genética.

c) que não apresentam nenhuma variabilidade genética.

d) que não respondem às alterações no meio ambiente.

e) que mantêm constantes suas proporções gênicas e genotípicas.

Questão 5

(Unifor-CE) Considere o seguinte relato:

Uma população do continente coloniza duas ilhas.

18961.png

A adaptação aos diferentes ambientes das ilhas leva à diferenciação das populações A e B.

18973.png

Se as populações entrarem em contato, elas não poderão mais intercruzar.

18985.png

Esse relato descreve uma situação de:

a) heterose.

b) especiação.

c) competição.

d) convergência adaptativa.

e) recombinação genética.

 

Você consegue resolver estes exercícios? Então resolva e coloque um comentário no post, logo abaixo, explicando o seu raciocínio e apontando a alternativa correta para cada questão. Quem compartilha a resolução de um exercício ganha em dobro: ensina e aprende ao mesmo tempo. Ensinar é uma das melhores formas de aprender!