Faltam:
para o Resultado do ENEM

Filosofia: Tomás de Aquino e a prova da existência de Deus. Cai no vestibular e no Enem,

Você consegue provar a existência de Deus com argumentos racionais sem o uso da fé? Esta foi à façanha de Tomás de Aquino. Conheça as cinco vias da existência de Deus e faça seu estudo pré-vestibular e pré-Enem aqui no Blog.

Vamos conhecer um pouco da filosofia e da vida do pensador Tomás de Aquino? É um dos principais filósofos católicos. Exerce influência no pensamento que articula a ciência com a religião desde o século XIII. Confira.

filosofia-enemTomás de Aquino foi um sacerdote católico da Ordem dos Dominicanos, que são frades pregadores. Nasceu no castelo de Roccasecca, na Itália, em 1225, e viveu até 1274. Estudou na universidade de Nápoles e ingressou na Ordem Dominicana, contra a vontade da família. Encontrou na filosofia os caminhos para unir Ciência e Religião, em busca da prova da existência de Deus. veja.

Como noviço, estudou em Paris e depois em Colônia, com o teólogo aristotélico alemão Alberto Magno. Retornando a Paris tornou-se mestre de teologia, lecionando por dez anos antes de viajar pela Itália.

Seu maior mérito foi à síntese do cristianismo com a visão da filosofia aristotélica do mundo. Na prática, Tomás de Aquino partiu da filosofia de Aristóteles em busca de argumentos para demonstrar a defender as revelações do cristianismo e provar a existência de Deus.

A partir de Tomás de Aquino a Igreja tem uma Teologia fundada na revelação, isto é, um Deus que se revela na história e, uma Filosofia baseada no exercício da razão humana. Tomás de Aquino utilizou a filosofia, partindo de Aristóteles, para  fazer uma ligação entre fé e a razão, unidas em sua orientação comum rumo a Deus.

Sustentou que a filosofia não pode ser substituída pela teologia e que ambas não se opõem. Afirmou que não pode haver contradição entre fé e razão. Tomás de Aquino provou a existência de Deus por meio de cinco vias, cinco argumentos, baseado na teoria de Aristóteles.

Dica 1: Saiba mais sobre outros assuntos de filosofia acessando o nosso Blog do ENEM, não deixe de conferir!

As Cinco Vias para provar a existência de Deus

Veja como a Filosofia de Tomás de Aquino apresenta as as cinco formulações qu econcluem pela prova da existência de Deus

1ª – Primeira via

Primeiro Motor: Para solucionar o problema do Ato e Potência, onde o Ato é a manifestação do ser, aquilo que já é e Potência é a possibilidade do ser, em transformar-se, em mudar-se.  Com essa teoria de Aristóteles houve uma dúvida: Como surgiu o movimento? Aristóteles resolve este problema com a doutrina do Primeiro Motor, isto é, ele é a causa do movimento.

Você está conseguindo entender? Vamos exemplificar para ficar melhor. Vamos supor que o primeiro motor seja um relojoeiro, ele cria um relógio e coloca a funcionar. Ele é a causa do movimento, mas após sua função, o relógio trabalha por si só. No entanto, para Aristóteles este primeiro motor é imóvel, aquele que apenas dá o movimento.

Tomás de Aquino trabalha esta proposta de Aristóteles e a recria. Para Aquino, tudo o que se move é movido por alguém. E este alguém não pode ser algo imóvel. Logo, há que ter um primeiro motor que deu início ao movimento existente,e que por ninguém foi movido. Ou seja, ‘antes’ do relojoeiro ou de qualquer outra origem de movimento, esteve um Ser, que é Deus, pois ele é eterno, sempre existiu e sempre vai existir.

2ª – Segunda via

Causa eficienteTodas as coisas que existem no mundo não possuem em si mesmo a causa eficiente de sua existência, e são de correntes do efeito de outra causa. É necessário que haja uma causa primeira que por ninguém tenha sido causada. Então, esta causa primeira, ou este efeito primeiro é Deus.

3ª – Terceira via

Ser necessário: Este argumento é uma variante do segundo. Tomás de Aquino afirma que tudo o que existe agora pode deixar de existir. Houve, portanto, um momento em que nada existia. É preciso admitir então que um Ser deu existência às coisas. Logo, este ser tinha quer ser eterno e ser a causa necessária de tudo que existe este Ser é Deus.

4ª – Quarta via

Ser perfeito:  Verifica-se que há graus de perfeição nos seres. Uns são mais perfeitos que outros, são mais belos, são mais verdadeiros, etc. Este juízo nós humanos o fizemos diariamente. Tomás de Aquino partiu deste raciocínio, concluindo que deve existir um ser que tenha o padrão máximo de perfeição,  e que este ser é a causa da perfeição dos demais seres. Este ser, então, é Deus.

5ª – Quinta via

Inteligência ordenadora: Existe uma ordem no universo, em que cada coisa está cumprindo uma função, um objetivo, uma finalidade. No entanto, não se chega à ordem pelo acaso e nem pelo caos. Logo, há um ser inteligente que dispôs o universo na forma ordenada e que dirige todas as coisas para que cumpram seu objetivo. Este ser é Deus.

Veja a Origem da Vida na visão da Ciência

Gostou da Filosofia de Tomás de Aquino? Então, aprofunde os seus estudos comparando agora com as Teorias Científicas para a Origem da Vida. Confira uma aula gratuita sobre a Origem da Vida, elaborada pela professora Juliana Evelyn Santos, mostrando os diversos aspectos da ciência e também uma visão religiosa, com o Criacionismo.  Veja aqui:

teorias sobre a origem da vida
Veja as Teorias sobre a Origem da Vida

Aula Gratuita sobre o pensamento de Tomás de Aquino

Está com dúvida da prova da existência de Deus de acordo com a filosofia lógica de Tomás de Aquino? Tire suas dúvidas neste vídeo:

Resumo da Filosofia Tomasiana:

Tomás de Aquino foi um filósofo e sacerdote católico que apresentou em suas teorias a proposta da prova da existência de Deus por meios de  cinco caminhos, as cinco vias de São Tomás. Partindo da filosofia de Aristóteles, ele conseguiu unir Fé e Razão. Foi canonizado pela Igreja Católica, tornando-se São Tomás de Aquino.

Dica 2: Quer conhecer mais sobre a teoria de Ato e Potência de Aristóteles? Acesse esse link e aprofunde seu estudo para o ENEM.

Exercícios sobre a Filosofia de Tomás de Aquino

Vamos exercitar o que acabamos de aprender? Resolva estas questões que caíram em provas de vestibular.

(FEPESE) O Deus aristotélico é o ente absolutamente suficiente, e por isso mesmo é o ente máximo. Mas, diferentemente do Deus Cristão, ele não é o criador. O Deus de Aristóteles está separado e consiste em pura teoria, em pensamento do pensamento ou visão da visão.

Qual expressão abaixo define Deus, segundo Aristóteles?

a) É o puro devir.
b) É um ente inerte.
c)  É o primeiro motor imóvel.
d) É um ente em constante movimento.
e) É um ente cujas possibilidades são todas irreais.

Resposta: c

(FEPESE) Para Santo Tomás, filosofia e teologia são ciências distintas porque:

a) A filosofia se funda no exercício da razão humana e a teologia na revelação divina.
b) A filosofia é uma ciência complementar à teologia.
c) A filosofia nos traz a compreensão da verdade que será comprovada pela teologia.
d) A revelação é critério de verdade, por isso não se pode filosofar.
e) A teologia é a mãe de todas as ciências e a filosofia serve apenas para explicar pontos de menor importância.

Resposta: a

 

(FEPESE). Santo Tomás de Aquino demonstra a existência de Deus de cinco maneiras, que são conhecidas como cinco vias.

  1. Pelo movimento.
  2. Pela causa eficiente.
  3. Pelo possível e pelo necessário.
  4. Pelos graus da perfeição.
  5. Pelo governo do mundo.
  6. Pela ontologia.
  7. Pela contingência dos entes.

Os argumentos que pertencem à prova apresentada por São Tomás de Aquino são:

a) Apenas os argumentos 1, 2, 3, 4 e 5.
b) Apenas os argumentos 1, 2, 3, 5 e 6.
c) Apenas os argumentos 1, 3, 4, 5 e 7.
d) Apenas os argumentos 2, 3, 4, 5 e 6.
e) Apenas os argumentos 3, 4, 5, 6 e 7.

Resposta: a

(UFU 1/1999) O filósofo grego que maior influência exerceu sobre Santo Tomás de Aquino foi

A) Platão.
B) Aristóteles.
C) Sócrates.
D) Heráclito.
E) Parmênides.

Resposta: B

(UFU 1/1999) Para Santo Tomás de Aquino, um dos princípios do conhecimento humano era o princípio da causa eficiente. Esse princípio da causa eficiente exigia que o ser contingente

A) não exigisse causa alguma.
B) fosse causado pelo intelecto humano.
C) fosse causado pelo ser necessário.
D) fosse causado por acidentes casuais.
E) fosse causado pelo nada.

Resposta: C

Gilson Luiz Corrêa
Gilson Luiz Corrêa, bacharel em Filosofia pela UNISUL, Licenciatura em Filosofia pela UFSC, Psicopegadogia pela FMP. Professor do Colégio Catarinense. Facebook:
https://www.facebook.com/gilsonluiz.correa