Vegetação brasileira – Geografia Enem

Veja esta revisão super completa sobre a vegetação existente no Brasil e se dê no Enem!

Olá, tudo certinho? Partiu ficar ligado(a) na vegetação predominante no Brasil? Então, você sabe que para a formação vegetativa de um determinado local, alguns fatores são influentes, como o clima e o relevo e no Brasil, esse fato não foge à regra, no entanto, algumas vegetações tem em sua nomenclatura o tipo climático predominante na região.

1

O mapa acima, indica a localização da vegetação original, ou seja, o que existia, pois a maioria dessas vegetações sofreram muito com o desmatamento, é importante que você fique ligado nisso.

Floresta Latifoliada Equatorial ou Floresta Amazônica

É a maior área de ocupação que temos no país. Latifoliada quer dizer, folhas grandes e largas. Dentro do Brasil, é chamada de Amazônia Legal, que é a área de responsabilidade do país. Apresenta-se em três tipos diferentes:

  • Mata de Igapó – estão bem nas margens dos rios, por isso estão sempre alagadas, são de menor porte, mas podem ser bem grandes.
  • Mata de Várzea – estão em área que são alagadas periodicamente, já são vegetações mais altas.
  • Mata de Terra Firme – se encontram em áreas praticamente livres de alagamento e apresentam as maiores árvores.

2

A Amazônia vem perdendo espaço para o agronegócio e pecuária, principalmente nas “bordas” da formação original, já que é uma vegetação densa.

Floresta Latifoliada Tropical ou Mata Atlântica

Ela percorre a parte litorânea do Rio Grande do Norte até o Rio Grande do Sul, em São Paulo, chegando mais ao interior. Foi a primeira vegetação a ser desmatada, tanto que hoje, são mais de 93% desmatada. É claro, que a chegada do portugueses e a retirada do pau-brasil contribuíram para o desmatamento, mas temos que lembrar que nesta área é que temos a maior concentração populacional do país.

Cerrado

É chamado de “savana brasileira”. Vegetação heterogênea, apresentando 5 tipos de matas: Campo Limpo, Campo Sujo, Campo Cerrado, Cerrado Senso Estrito e Cerradão. Simplificando, vai das gramíneas (Campo Limpo) até as árvores (Cerradão). As árvores apresentam galhos tortos, retorcidos e com casca grossa. Não são muito resistentes, por isso são facilmente desmatados. Hoje, o cerrado é a vegetação mais ameaçada pela agricultura, principalmente a soja produzida no centro do país.

Caatinga

Vegetação do Sertão Nordestino, de pequeno porte e adaptada a pouca água. Mesmo sendo de pequeno porte, suas raízes são muito profundas, pois são elas que vão atrás de água dos lençóis freáticos.

Floresta Aciculifoliada Subtropical ou Mata das Araucárias

Vegetação típica do planalto sul do país. Aciculifoliada significa que as árvores apresentam folhas finas e pontiagudas. É uma vegetação espaçada, na qual, foi quase totalmente desmatada, pois a sua madeira macia é boa para a produção de papel, papelão e celulose. Hoje há projetos que intensificam a ideia de reflorestamento, mas temos que lembrar que não são os mesmos pinheiros do pinus e do eucalipto. Outro ponto a relembrar é que o pinhão é a semente da araucária e não um fruto.

Campos ou Pampas

Característica do Rio Grande do Sul, mas presente em pequenas proporções pelo país inteiro, os campos são vegetações de gramíneas que indicam, muitas vezes, que o solo é pobre. Nos últimos anos, o processo de desertificação vem invadindo as áreas de campos, fazendo com que os proprietários abandonem totalmente suas fazendas, pois o pisoteio dos animais e a utilização de máquinas, foram matando essa vegetação.

Vegetação Litorânea

Ocorre bem no litoral mesmo, praticamente nas faixas de praias, sendo três tipos diferentes:

  • Restinga – formação logo após a faixa de areia da praia, rasteira e arbustiva.
  • Vegetação de dunas – ocorrem nas dunas fixas, na qual, elas conseguem “fincar” suas raízes.
  • Mangue – Os mangues ocorrem do Amapá até Santa Catarina, mais especificamente, Laguna. Apresenta raízes aéreas por ser uma área alagadiça. Os mangues, por não terem um bom cheiro, acabam sendo depósito de lixo de grandes cidades litorâneas. Isso é um grande erro, pois os mangues são os “berçários” marinhos. Sem eles, a vida marinha costeira fica gravemente ameaçada.

Pantanal

O Pantanal é algo mágico, pois encontramos praticamente todos os tipos vegetativos do país (exceto o litorâneo). Situado nos estados do Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, é considerado uma vegetação de transição. Durante o verão, é totalmente alagada pelos rios da região.

Mata dos Cocais

Situada no Maranhão e Piauí, ela NÃO é uma vegetação original. Ela se desenvolveu posteriormente. Principais expoentes dessa vegetação são o babaçu e a carnaúba, que são aproveitadas economicamente 100% de sua estrutura.

Então, manjando tudo de vegetação? Caso tenha alguma dúvida, clica no link abaixo e vê essa videoaula. Mas não esquece de voltar para fazer os exercícios, ok? Bons estudos!

Videoaula

Exercícios

1- O Brasil, devido sua localização e grande extensão territorial, abriga diversos tipos de cobertura vegetal, sendo que cada Região brasileira apresenta um bioma predominante. Nesse sentido, relacione o estado ou região ao tipo de vegetação predominante.

3

2- (PUC-SP) O texto abaixo refere-se à qual formação vegetal?

“De origem bastante discutida, essa formação é característica das áreas onde o clima apresenta duas estações bem marcadas: uma seca e outra chuvosa, como no Planalto Central. Ela apresenta 2 estratos nítidos: uma arbóreo-arbustivo, onde as espécies tortuosas têm os caules geralmente revestidos de casca espessa, e outro herbáceo, geralmente dispostos em tufos”.

a) Floresta tropical

b) Caatinga

c) Formação do Pantanal

d) Mata semiúmida

e) Cerrado

3– (UPE) O cerrado é um bioma brasileiro bastante peculiar, sobretudo por sua constituição em mosaicos de formações vegetais. Observe os mapas a seguir e assinale aquele que exibe delimitação espacial mais aproximada desse bioma.

4

GABARITO

1 – 5-4-7-6-2-3-1

2 – E

3 – C

Os textos e exemplos acima foram produzidos pelo professor Leandro, formado em Geografa pela Udesc. Leandro é professor de Geografia em escolas da Rede Particular de Ensino da Grande Florianópolis.