Resumo e questões sobre Aristóteles

Teste seus conhecimentos sobre Aristóteles com exercícios do Enem e de vestibulares! São 10 questões com gabarito e um resumo para relembrar de suas principais ideias!

Aristóteles é um dos filósofos mais influentes do mundo Ocidental. Por isso, juntamente com Platão, é um dos pensadores que mais cai em Filosofia no Enem. Para você não errar nenhuma questão, preparamos um resumo e uma lista de exercícios sobre Aristóteles. São 10 questões com gabarito para você se preparar para as provas.

Resumo sobre Aristóteles

Aristóteles nasceu por volta de 384 a.C. na Macedônia. Ele era filho de médico e foi para Atenas ainda jovem para estudar na Academia de Platão, quando este já tinha mais de 60 anos. Após a morte de Platão, Aristóteles fundou a sua própria escola, chamada de Liceu.

O pai de Aristóteles, Nicômaco, médico famoso, era um grande pesquisador da natureza. Dizem que Aristóteles herdou do pai o interesse e a curiosidade de estudar a natureza transformando o pensador num apaixonado pela biologia.

Assim, Aristóteles se tornou o melhor aluno de Platão. Contudo, suas ideias discordavam das de Platão. Enquanto Platão via o mundo como uma cópia imperfeita das ideias, Aristóteles tinha outra relação com o ambiente. Ele percebia que, justamente no mundo físico (mundo das coisas ou sensível), as mudanças que aqui ocorrem poderiam levar o homem a conhecer melhor o mundo em que vive.

Essa perspectiva aristotélica se diferencia da platônica porque Platão concebia o mundo somente a partir das ideias imutáveis e perfeitas fazendo com que ele não aprofundasse sua visão filosófica para o mundo sensível.

Nesse sentido, Aristóteles deu um passo a frente de Platão: ele percebeu a importância das ideias (razão), mas as associou à  observação do mundo natural, usando os seus cinco sentidos para investigar o mundo ao seu redor. Ele estudou as aves, peixes e a natureza em geral.

Videoaula sobre Aristóteles

Antes de continuar com o resumo e resolver os exercícios sobre Aristóteles, assista à videoaula do professor Alan. Ele fala sobre as ideias mais importantes que você precisa saber para a prova:

Viu só como ele foi um pensador inaugural para as artes do pensamento? Aristóteles foi um pensador seminal eternizado na filosofia.

Exercícios sobre Aristóteles

Em seguida, confira questões sobre Aristóteles que já caíram no Enem e em vestibulares. Não esqueça que depois dos exercícios tem mais conteúdo sobre o filósofo!

.

A técnica de Aristóteles

Aristóteles também desenvolveu um modo diferente de escrever a sua obra filosófica. Diferente de Platão, que imprimia uma escrita poética, a escrita aristotélica destacava-se por uma abordagem mais sistemática e técnica.

Os historiadores comentam que Aristóteles escreveu cerca de 170 trabalhos em diversas áreas. Entretanto, muitos se perderam e apenas 47 chegaram até nós.

Aristóteles também teria escrito para pessoas que não entendiam de filosofia, escrevendo assim em uma linguagem coloquial. Esses escritos que se perderam no tempo ficaram conhecidos como “Exotéricos”, escrito com “x”.
Já os escritos que chegaram até nós são chamados de “Esotéricos”, escrito com “s” e são destinados aos estudiosos da filosofia.

A felicidade e a virtude

Um dos temas trabalhados pelo pensamento de Aristóteles foi a felicidade. Para ele, “A virtude é o caminho para a felicidade”. O filósofo acreditava que para alcançarmos a felicidade deveríamos desenvolver “o tipo certo de caráter”, que é herdado, mas não é genético.

E é aí que está o “X” da questão! Esse tipo “certo de caráter” dependia das influências externas que receberemos, advindas, sobretudo, do meio a qual estamos inseridos.  Em outras palavras, o modo como fomos criados fará toda a diferença.

Somos seres sociais por natureza, precisamos viver em sociedade para nos desenvolver. Sendo assim, essa sociedade precisa nos mostrar bons exemplos para termos no que nos espelhar.

  • O caminho para essa felicidade é a virtude.
  • Os fins justificam os meios? Ou Os meios justificam os fins?

A virtude é o meio, como o próprio Aristóteles dizia “o meio termo de ouro” ou o “ justo meio”. Agir virtuosamente significa ponderar (pensar) entre dois vícios, dois extremos (a falta e o excesso) que nos afastam da tão esperada felicidade.

Virtudes para AristótelesPense: Se a virtude é o caminho para a felicidade, logo a felicidade é o fim/objetivo de vida dos seres humanos. Sendo assim, podemos deduzir que tudo que existe tem uma finalidade (teoria das quatro causas), assim como um começo e meio.

João Vianney dos Valles Santos

Psicólogo e jornalista, Vianney é diretor do Blog do Enem. Tem doutorado em Ciências Humanas, coordenou o Laboratório de Ensino a Distância da UFSC, e Dirigiu o Campus Unisul Virtual. É consultor de EaD da Hoper Educação.
Categorias: Simulado Ciências Humanas, Simulado Filosofia, Simulados Encceja, Simulados Enem
Encontrou algum erro? Avise-nos para que possamos corrigir.