Guia do Enem 2015: veja o que cai nas provas, dicas de redação e apostilas grátis.

Informações completas para você tirar suas dúvidas e se preparar aqui no Guia do Enem 2015. Veja o que é preciso para a inscrição Enem, como são as provas, e tudo o que você pode conquistar com a sua nota do Exame Nacional do Ensino Médio 2015. Confira abaixo.

O Exame Nacional do Ensino Médio abre as portas da universidade e do mundo do trabalho para você. Veja aqui o que mais cai nas provas, como deve ser a Redação e as dicas de estudo no Guia do Enem 2015

Com a sua nota do Enem você muda a sua vida, sabia? Vale no Brasil inteiro e já começa a ser aceita também na Europa. Veja aqui no Guia do Enem 2015  como utilizar a nota do Enem para conseguir a sua vaga na Universidade. Confira o que mais cai nas provas, e as melhores dicas de estudo com Apostilas Enem Gratuitas. Vamos começar pelo básico: – Você sabe para que serve o Enem 2015?

Histórico e Dicas do Guia do Enem 2015

O Exame Nacional do Ensino Médio abre as portas da universidade para você. Com a nota do Enem 2015 você pode conseguir vaga em universidade pública pelo Sisu – Sistema de Seleção Unificada; bolsa de estudos pelo Prouni – Programa Universidade para Todos; vaga gratuita no Pronatec – Programa Nacional de Acesso a Cursos Técnicos; bolsa de estudos no exterior pelo Ciência Sem Fronteiras, e ainda obter financiamento pelo Fies.

guia do Enem 2015

O Enem começou a ser aplicado em 1998, com o objetivo de avaliar o desempenho dos alunos concluintes do Ensino Médio em todo o Brasil. O conteúdo das provas é o que se estuda no Ensino Médio. O Enem 2015, portanto, é a 18ª edição do Exame. Veja a seguir: Como são as provas do Enem; Para que serve a Nota do Enem 2015; O que é o Sisu; O que cairá nas provas do Enem 2015; T.R.I – Como calcular a nota do Enem com a Teoria da Resposta ao Item; e, O Histórico do Enem.

Como são as provas do Enem?

O formato do Enem 2015 tem quatro provas objetivas e uma redação. São dois dias de prova. No sábado os candidatos respondem a45 questões de Ciências Humanas (Geografia, História, Filosofia e Sociologia), e a mais 45 questões de Ciências da Natureza (Química, Física e Biologia).

No domingo são 45 questões de Matemática, 45 questões de Linguagens (Literatura, Português, e um idioma estrangeiro), e ainda a produção de uma redação com texto dissertativo-argumentativo de até 30 linhas.

Redação Enem

Domine aqui as  5 competências cobradas no texto dissertativo argumentativo.

Nos exames do Enem e dos vestibulares a Redação faz muita gente tremer no dia de realização da prova, mas pode ser ali a sua diferença entre uma boa média final que pode garantir sua vaga na Universidade. Mas, olhando bem direitinho, ‘o bicho é menor do que parece’, pois as regras da redação Enem são bem claras, e são 5 (cinco) as Competências avaliadas:

1) Demonstrar domínio da norma padrão da língua portuguesa;
2) Compreeder a proposta de redação;
3) Capacidade de selecionar e organizar as informações;
4) Demonstrar capacidade e conhecimento da língua para argumentar no texto;
5) Elaborar uma proposta de solução para os problemas abordados, observando os direitos humanos, valores e diversidade.

Dicas para uma Redação Nota 1000. Veja aqui: revisão completa no Guia da Redação Enem 2015

redação fonte hiperativo ponto com
Veja aqui

 

 Para que serve a Nota do Enem 2015?

As notas do Enem têm dupla utilidade, uma para os candidatos, e outra para as escolas e governos.

Para os candidatos a Nota do Enem serve para que ele possa conferir o próprio desempenho e comparar com os demais colegas ou candidatos. E, ainda, quem conseguir uma boa nota no Enem pode conseguir acesso a diversos programas e benefícios com ela.

A nota do Enem vale para concorrer a Bolsas de Estudo do Prouni; Vagas em universidades públicas pelo Sisu; Financiamento pelo Fies, Vaga em Curso Técnico Gratuito no Pronatec, Intercâmbio no programa Ciência Sem Fronteiras, e até para tirar o Certificado do Ensino Médio. Todas as dicas aqui no Guia do Enem 2015:

Enem 2015

Veja aqui como usar a sua nota do Enem no Fies, Sisu, Prouni e no Pronatec.

Para as escolas e governos o resultado do Enem pode ter as notas dos candidatos agrupadas por colégios de Ensino Médio, por cidades, regiões, estados ou mesmo todo o País. Assim, com as médias por escola, cidade, estado ou pela média nacional das notas do Enem é possível saber como está evoluindo ou não a aprendizagem dos alunos no Ensino Médio.

Os Resultados do Enem formam uma espécie de memória sobre a qualidade e necessidades de mudança no Ensino Médio ou nos sistemas de ensino, currículos ou dos materiais didáticos em escolas, cidades, regiões, estados, e assim por diante.

Quer ver o Resultado Enem da sua Escola ou Colégio de Ensino Médio?

Veja aqui a última divulgação do MEC e doo INEP com as notas médias no Enem de todas as escolas do Brasil. Procure a sua!

Entenda o Que é o Sisu – Sistema de Seleção Unificada

A nota do Enem passou a servir de parâmetro para o ingresso de alunos em universidades públicas desde 2009, quando foi criado o Sisu – Sistema de Seleção Unificada. Em 2014 já foi o principal método de seleção de alunos adotado nas instituições federais em todo o Brasil. Em 2015 não será diferente.

Então, o melhor mesmo é estudar e caprichar, pois a nota do Enem 2015 será o seu passaporte para entrar em Medicina, Direito, Engenharias, Odontologia, Psicologia ou em todos os demais cursos de graduação na maioria das universidades públicas através do Sisu.

Dica do Guia do Enem 2015: Veja aqui o que é o Sisu e como funciona o Sistema de Seleção Unificada.

Muitas instituições particulares passaram também a utilizar a nota do Enem como critério para a seleção de alunos, eliminando a necessidade de realizar um novo vestibular para quem já tivesse feito o Enem.

Então, a sua nota no Enem 2015 poderá ser utilizada tanto para concorrer a uma vaga em Universidades Federais, em Institutos Federais, e também em Universidades, Centros Universitários ou Faculdades estaduais que aderiram ao Sisu, e em universidades e faculdades particulares que já adotaram também a nota do Enem como critério de seleção.

O que mais cai nas provas do Enem

A definição dos conteúdos que os candidatos precisam estudar a cada ano é feita pelo INEP. Todos os anos o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Anísio Teixeira (INEP), que é um órgão vinculado ao MEC, encarregado de realizar o Enem, publica um Edital indicando os componentes curriculares que caem na prova.

Na prática a prova alcança tudo o que se estuda no Ensino Médio, dentro de um conceito de integração entre as diversas matérias.

O Blog do Enem pesquisou a matriz do Enem publicada pelo INEP nos editais do Exame Nacional do Ensino Médio de todos os anosanteriores,e produziu para você estudar para o Enem 2015 uma coleção completa de Apostilas Enem e Pré-Vestibular gratuitas. Acesse aqui: Apostilas Enem 2015 gratuitas.

As apostilas gratuitas para o Enem 2015 trazem os principais conteúdos que você precisa estudar. São aulas, textos, exercícios e aplicativos que você pode acessar 24 horas por dia.

TRI – Como calcular a Nota do Enem? – No início das aplicações do Exame Nacional do Ensino Médio o sistema de cálculo das notas das provas objetivas estava vinculado àquantidade de acertos de cada candidato.

Mas, a partir de 2010 o MEC e o INEP adotaram a Teoria da Resposta ao Item para definir a nota final dos candidatos nas provas objetivas.

Pela TRI – Teoria da Resposta ao Item, as questões que têm maior grau de dificuldade acabam valendo mais pontos do que as questões que foram resolvidas com mais facilidade pelos candidatos participantes.

Assim, quem acertar, por exemplo, 90 questões ‘mais fáceis’ tem uma nota final menor do quem um candidato que acertar 90 questões mais difíceis no mesmo ano de aplicação do Enem.

Veja aqui o que é e como funciona a TRI – Teoria da Resposta ao Item

Histórico do Enem

O Exame Nacional do Ensino Médio foi criado em 1998, com o propósito de construir uma base de dados para verificar a qualidade da Educação Brasileira no Ensino Médio e criar parâmetros para acompanhar resultados de melhor ou de pior desempenho a cada ano.

Foi um passo positivo, que colocou o Brasil alinhado com o que já se fazia em países desenvolvidos e mais avançados em educação. O órgão vinculado ao Ministério da Educação encarregado de criar e de aplicar o Enem foi o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais, o INEP.

Na época o presidente da República era Fernando Henrique Cardoso. O ministro da educação era o professor Paulo Renato. E, na presidência do INEP estava a professora Maria Helena Guimarães Castro (fotos).

Enem 2015

A partir de 2009 a nota do Enem passou a ser utilizada como critério de seleção para ingressar em universidades públicas. Foi criado o Sisu – Sistema de Seleção Unificada, em que os participantes do Enem podem utilizar as notas obtidas para disputar vagas nas instituições de ensino federais ou estaduais que decidiram acabar com o vestibular e adotar a nota do Enem com forma de ingresso.

Este movimento modificou o caráter inicial do Enem de ser apenas uma espécie de radar para monitorar a qualidade da aprendizagem no Ensino Médio, e deu a ele uma equivalência inicial aos Vestibulares. O presidente da República era Luís Inácio Lula da Silva. O ministro da educação era o professor Fernando Haddad, e na presidência do INEP estava o professor Reynaldo Fernandes (fotos).

Enem 2015

Quer ver em detalhes o que é o Enem 2015 e as portas que ele abre para você? Veja mais aqui.https://blogdoenem.com.br/enem

Veja aqui as notas de corte no Sisu para os cursos de graduação de todas as universidades, centros universitários, institutos e faculdades públicas.

João Vianney
Post de João Vianney Valle dos Santos. Psicólogo e jornalista, Vianney é diretor do Blog do Enem. Tem doutorado em Ciências Humanas, coordenou o Laboratório de Ensino a Distância da UFSC, e Dirigiu o Campus Unisul Virtual. vianney@blogdoenem.com.br