Faltam:
para o ENEM

Fies, o que é? – Veja como fazer faculdade agora e pagar depois

Conheça aqui o que é e como funciona o FIES. Você pode estudar em universidade particular e financiar o valor do seu curso superior. O juro é menor do que a inflação. Veja.

Independente da área, o mercado de trabalho vem se tornando cada vez mais exigente, esperando de seus candidatos às vagas, nada menos do que uma graduação em ensino superior. Isso você já está cansado de saber, mas nem sempre o dinheiro dá para pagar. É aí que entra o Fies.

fies-100

E o dinheiro para pagar a faculdade? Tirar de onde? Quase sempre o valor das mensalidades é bem elevado e, justamente, acaba sendo difícil conseguir um emprego com um “bom” salário para pagar a faculdade, pois, geralmente, os maiores cargos (e salários) exigem formação superior.

Mas nem tudo está perdido, pois é aí que entra o Fies! Se você quiser saber a fundo as condições para concorrer a dica é começar tirando as suas dúvidas sobre renda familiar mensal bruta per capita. 

Veja como a Renda Familiar é importante para saber se você pode financiar ou não um curso superior pelo Fies. Quem tiver mais de 3 salários mínimos de resultado nesta conta já está fora do financiamento pelo Fies. Veja aqui como calcular a Renda Familiar.

O que é o Fies?

Quase ninguém sabe, mas o Financiamento Estudantil pelo FIES  também pode ser feito para quem já está matriculado há um ano, dois, três ou mais na faculdade. Ou seja, o FIES vale para os novos alunos, os calouros, e também para os veteranos, que podem pedir o financiamento para pagar as parcelas que ainda faltam até concluir o curso na faculdade.

A partir do primeiro semestre de 2015 o Fies passou a exigir que o candidato tenha alcançado pelo menos 450 pontos de média nas provas objetivas do Enem. E não pode ter zerado na Redação. Valem os exames desde o ano de 2010. Estas regras já existiam no Prouni – Programa Universidade para Todos.

O que o programa Fies propõe é o seguinte:

Vamos dizer que você quer fazer uma faculdade com duração de quatro anos, mas ainda não tem como arcar com todas as mensalidades.

O que o Fies vai fazer é pagar a conta pra você e “jogar pra frente” esta sua dívida, mais precisamente, jogar lá pra quando você já estiver formado. Dependendo da sua renda familiar, o Fies permite que você financie até 100% do valor total do curso.

Mas, atenção! Enquanto você estiver cursando a faculdade, o Fies exige uma quantia mínima de R$50,00 a cada três meses, referente ao pagamento de juros incidentes sobre o financiamento. Aliás, a taxa efetiva de juros do FIES é de 6,5% ao ano para todos os cursos. É menor do que a taxa da poupança nestes tempos de inflação alta!

Fies

Carência

A primeira impressão ao ouvir “carência” é a de que você está triste e precisa de um abraço, ou neste caso, de um carinho no bolso. Mas não é nada disso. No Fies, você tem direito a um período de 18 meses de carência após terminar o curso antes de começar a pagar o valor total da sua faculdade.

Ou seja, você só começa a pagar sua “dívida” toda, um ano e meio depois de formado. Nesses 18 meses, mesmo após acabar a faculdade, você continua pagando os R$50,00 a cada três meses, que é o valor referente aos juros.

Amortização

A palavra assusta um pouco, mas seria o seguinte: Após os 18 meses do período de carência, o valor total que o Fies lhe adiantou pode ser dividido para ser pago em até 13 anos, se se o seu curso tiver duração de 4 anos, por exemplo. A conta seria assim: 3 x 4 anos (período financiado do curso) = 12 anos + um bônus de 12 meses = 13 anos para pagar. Se você fizer um curso com  cinco anos de duração, e com R$ 1.000,oo de mensalidade, você vai pagar parcelas de R$ 628,00 no futuro. Vale a pena!

Veja como ganhar uma Bolsa de Estudos e começar a Faculdade

Veja como ter uma Bolsa de Estudos de até 70%
Veja como ter uma Bolsa de Estudos de até 70%

Há uma grande disputa por alunos nas Universidades e Faculdades particulares. Esta concorrência abre oportunidades para os candidatos, pois as instituições oferecem Bolsas de Estudos e descontos de até 70% do valor da mensalidade.

A Rede Alumni criou o Programa Quero Bolsa, que reuniu a oferta de vagas de 300 faculdades e universidades com Bolsas em todo o país.

Confira as vagas disponíveis. Todas as informações e o cadastro para se candidatar a uma Bolsa de Estudos são gratuitos. Acesse aqui o formulário de informações e cadastro do Programa Quero Bolsa.

Dica 3 – Saiba quem pode ou não recorrer ao financiamento pelo programa e porque o Fies pode não estar disponível para todos os cursos – https://blogdoenem.com.br/fies-saiba-tudo/

INSCRIÇÕES NO FIES – Acesse aqui a página do Fies no site do MEChttp://fiesselecao.mec.gov.br/

Confira as novas regras e veja o link de Inscrições no FIES

1 – Candidatos precisam ter média mínima de 450 pontos nas provas objetivas do Enem e não podem ter zerado na Redação. A nota do Enem passa a ser classificatória na disputa entre os candidatos. Vale o Enem desde 2010;

 2 – Cursos avaliados com notas 4 e 5 (muito altas)  nos critérios do MEC têm a prioridade para ofertar vagas pelo Fies;

3 – Prioridade para Microrregiões com baixos Índices de Desenvolvimento Humano;

4 – 70% das vagas serão para cursos das áreas da Saúde, das Engenharias, e para Formar Professores;

5 – Os juros passaram de 3,4% ao ano para 6,5% ao ano;

6 – O limite de renda familiar mensal per capita passou para 3 (três)  salários mínimos. Veja aqui como calcular sua Renda Familiar em apenas 5 minutos;

7 – As vagas para o Fies são disputadas pelos candidatos num sistema ‘similar ao Prouni’. O candidato escolhe o curso que pretende e ‘joga’ a nota do Enem para disputar uma das vagas que serão financiadas. Ganha o financiamento pelo Fies quem tiver as melhores notas. Mas, no Fies o candidato pode concorrer a apenas um curso;

8 – Inscrições para o Financiamento Estudantil aqui: Inscrições FIES

E você, vai tentar um financiamento pelo “novo” Fies na próxima edição? Tem sempre no primeiro e no segundo semestre de cada ano. 

No site do Fies você pode fazer uma simulação do empréstimo, inserindo o valor da mensalidade e o total de semestres do seu curso, quanto você quer financiar, e que tipo de estudante você é; com estas informações o site gera uma tabela de como ficaria o seu financiamento.

Como assim, “que tipo estudante eu sou”?

O Fies pode ser aberto a dois tipos de estudantes: O que se matriculou na faculdade particular e já começou a pagar as mensalidades, ou, os bolsistas parciais do Prouni, que mesmo com bolsa de 25% ou 50% , podem fazer parte do processo de seleção  para financiar o valor restante do curso.

Lembrando que desde 2010 o Enem é item obrigatório para aderir ao Fies, os estudantes que concluíram o ensino médio antes desta data e quiserem solicitar o benefício do FIES, devem comprovar sua escolaridade apresentando diploma, certificado ou documento equivalente de conclusão do ensino médio emitido por sua instituição de ensino.

Para solicitar o financiamento a partir de 2015 os candidatos ao Fies precisam ter feito pelo menos 450 pontos nas provas objetivas do Enem, e não podem ter zerado na redação.

Dica 4 – Conheça o passo a passo para se inscrever no Fies e saiba como funciona a Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento – CPSA – https://blogdoenem.com.br/fies-inscricao/