As funções da Arte Literária – Resumo Enem Gratuito

Os movimentos literários funcionam como se fossem um farol para abrir a cabeça de cada geração. No Brasil o Modernismo trouxe a força tropical autêntica, livre das cópias europeias. Já o Romantismo, nos tempos do Império, fazia uma leitura de identidade idealizada com a natureza e o índio. Veja as funções da arte literária.

Você sabe diferenciar um texto literário de um texto não literário? Ao aprender as características de um texto literário você consegue dialogar com diferentes épocas e também interagir com o homem contemporâneo. Cai direto no Enem. Veja aqui.

Conceitos e funções da literatura: Cada modalidade artística tem seus materiais específicos. A pintura trabalha com tintas, cores e formas; A música utiliza sons, danças e movimentos. Já a literatura é a arte da palavra, como nos diz Carlos Drummond de Andrade (foto):Literatura

“Penetra surdamente no reino das palavras. Lá estão os poemas que esperam ser escritos.” Assim como toda arte, a literatura exige técnica, conhecimento, sensibilidade e paciência. Veja aqui a vida e a obra de Drummond para ficar em dia para o próximo Enem, ele é o autor mais cobrado em todas as provas.

Literatura e comunicação: como a literatura é a arte da palavra, e a palavra é a unidade básica da língua, podemos dizer que a literatura – assim como a língua – pode funcionar como um instrumento de comunicação e de interação social, cumprindo também o papel social de transmitir os conhecimentos e a cultura de uma comunidade.

Entretanto você precisa estar atento, porque a literatura não se prende à língua, faz uso livre dela, podendo subverter algumas de suas regras e o sentido comum de algumas palavras.

A literatura e sua plurissignificação: a literatura é a arte carregada de significado, trabalhando com as palavras em sentido conotativo, o que proporciona uma variada significação ao texto. Você precisa, então, estar atento ao que vai além do que está literalmente diante de sus olhos ou ouvidos.

Literatura e sociedade: a literatura está ligada à sociedade que representa; pois, de alguma forma, os artistas estão sempre ligados ao meio social em que estão inseridos.

Partindo das experiências pessoais ou sociais, o artista recria a realidade, dando origem a uma realidade ficcional, que também pode ser o espelho do mundo real. Você precisa seguir as pistas para reconhecer na obra literária a relação entre o autor, o público e a sociedade.

Literatura e imaginação: a literatura pode transcrever a realidade, mas não tem por obrigação se ater a ela, já que tanto você (o interlocutor) como o autor podem fazer uso da imaginação e exercitar a sua liberdade criativa ou interpretativa.

Ao se deparar com um romance ou um poema, por exemplo, você se depara com um vasto leque de possibilidades de leitura, dependendo da sua realidade, das suas vivências e da sua bagagem cultural.

Dica 1: Você domina as diferenças entre o que é sentido conotativo e o que é sentido denotativo? Está com dúvidas? Então, pare um pouco aqui e faça uma revisão sobre conotação e denotação: https://blogdoenem.com.br/denotacao-conotacao-linguagem-literaria/
Dica 2 – Reforce a sua aprendizagem sobre Leitura e Interpretação de Textos. Veja este post especial do professor Jackson Avila: https://blogdoenem.com.br/redacao-portugues-enem-interpretacao-textos/

Literatura e prazer: para os gregos antigos, uma das funções da arte (e a literatura é uma dessas manifestações) seria causar prazer, retratando o belo. E, para eles, o conceito de belo estaria na semelhança com a verdade e a natureza.

Com a modernidade, tais conceitos desapareceram, mas a arte ainda cumpre esse papel de proporcionar prazer, afinal de contas, você não lê um livro por obrigação, a não ser que seja para o vestibular. A literatura joga com imagens, palavras, ritmos e sons, levando você a trabalhar com os sentidos e exercitar a sua sensibilidade.

Você pode ir além. Assista a esta vídeo-aula do canal Curso Enem Gratuito, para ver a importância do movimento modernista no Brasil

 

Simulado Enem Gratuito

Responda agora ao Simulado sobre as Funções da Arte Literária:

 

Exercício – Agora chegou a sua vez! Responda a questão abaixo que o Blog do ENEM preparou para você, inspirada na obra do poeta gaúcho Mário Quintana (foto).

Literatura mario quintana

1. Assinale a função da literatura que mais se explicita no poema abaixo, de Mário Quintana:

Poeminho do Contra

Todos esses que aí estão
Atravancando o meu caminho,
Eles passarão…
Eu passarinho!

(Quintana, Mário. Antologia Poética)

a) imaginação              b) comunicação                      c) realidade                 d) prazer

Resposta: “a”.

Comentário: o poeta exige uma postura do leitor que não é passiva, explorando as várias possibilidades da linguagem conotativa. É preciso que o leitor se aproprie do que o passarinho representa na poesia e do jogo de palavras feito com a forma verbal passarão, para que se possa chegar à amplitude da significação do poema.

Jackson Gil - Linguagem
O texto foi preparado pelo professor Jackson Gil Avila para o Blog do Enem. Jackson é licenciado em letras Português/Espanhol; especialista em Literatura Contemporânea e em Gramática do Texto; e mestrando em Ciências da Linguagem, todos pela UNISUL.