Fies terá exigência de nota mínima na redação do Enem em 2022

Até 2021, poderá se inscrever no Fies o candidato que obtiver média de pelo menos 450 pontos no Enem. A partir de 2022, será exigida a nota mínima de 400 pontos na redação.

Os estudantes que quiserem se inscrever no Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) a partir de janeiro de 2022 terão que cumprir a exigência de 400 pontos como nota mínima na redação do Enem. Inicialmente, a decisão passaria a valer já em 2021. Contudo, nesta terça-feira (13/10), em publicação no Diário Oficial da União, o governo adiou a mudança.

Dessa forma, até 2021 continuam a valer as regras atuais, listadas a seguir:

  • Média aritmética das provas igual ou superior a 450 pontos;
  • Nota superior a zero na redação;
  • Renda familiar mensal per capita de até 3 salários mínimos para o Fies, e de até 5 salários mínimos para o P-Fies.

Se você não sabe como calcular o valor da sua renda mensal per capita, confira o vídeo abaixo:

Vagas remanescentes do Fies 2020

As inscrições para as vagas remanescentes de 2020 estão abertas no site do Fies. As vagas remanescentes são aquelas que não foram preenchidas no período anterior do processo seletivo do Fies. Ou seja, são as vagas que “sobraram”, seja pela desistência dos candidatos ou por falta de documentação. Assim, as vagas não preenchidas são chamadas de “vagas remanescentes”, e são novamente colocadas à disposição dos candidatos nesta nova etapa de seleção.

Confira o cronograma da seleção:

  • Inscrições para alunos não matriculados: 6 a 13 de outubro de 2020
  • Inscrições para alunos já matriculados: 6 de outubro a 23 de novembro de 2020

Como funciona o Fies

O Fies é um programa de financiamento estudantil em universidades particulares com avaliação positiva no Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes). Com o Fies, o estudante financia as mensalidades da faculdade com juros zero ou com uma taxa de juros menor que a praticada no mercado.

No entanto, o estudante beneficiado deve pagar mensalmente, durante o curso, o valor da coparticipação, que corresponde a uma parcela dos encargos educacionais que não foram financiados. Assim que o estudante concluir o curso, começará a pagar o restante do financiamento de acordo com a sua renda. Caso não exista uma renda mensal, será devido apenas o pagamento mínimo.

A partir de 2020, o financiamento foi dividido em duas modalidades: o Fies e o P-Fies. O Fies é destinado aos candidatos que comprovem renda mensal familiar per capita de até 3 salários mínimos. Nele, os estudantes são beneficiados com financiamento com juros zero.

Ou seja, se você concluir a universidade em 2026 e for beneficiado com o Fies, você irá pagar o mesmo valor que foi acordado no início do financiamento. Assim, o valor das mensalidades não sofre alteração conforme mudanças da universidade ou inflação, por exemplo.

Por sua vez, o P-Fies é a modalidade destinada a estudantes que comprovem renda familiar mensal, por pessoa, de até 5 salários mínimos. No P-Fies, as condições de concessão do financiamento ao estudante serão definidas entre o agente financeiro operador do crédito (banco), a instituição de ensino superior e o estudante. Ou seja, a taxa de juros variará de acordo com o banco.

Garanta uma boa nota na sua redação

Apesar de ainda não haver exigência nota mínima na redação, é importante garantir uma boa nota da redação para garantir sua vaga no programa, ou no SiSU e no ProUni. Veja na imagem abaixo como é a estrutura de uma redação do Enem e confira nossa aula sobre como escrever um texto dissertativo-argumentativo, o gênero textual cobrado todos os anos no exame!

Esqueleto de uma redação - nota mínima fies

Ana Cristina Peron

Ana Cristina Peron

Ana Cristina Peron é formada em História pela Universidade Federal de Santa Catarina. É redatora do Curso Enem Gratuito e do Blog do Enem.
Categorias: FIES Tags: , ,