Geografia Enem – Os Continentes e a divisão das terras emersas

Você já reparou que a superfície do nosso planeta tem uma maior quantidade de águas do que de terras? Vamos conhecer como se deu o processo de separação dos continentes, o movimento das Placas Tectônicas, e identificar as Terras Emersas para a Geografia do Enem e dos Vestibulares.

A proporção de terras e de água na superfície do planeta Terra é de aproximadamente 30% para as terra emersas e 70% para as águas (mares, rios, lagos, etc).

Chamamos de terras emersas aquelas que não estão cobertas pelas águas, ou seja, estão acima delas. Ou seja, mesmo uma pequena ilha no oceano é um pedaço de terra emersa. Veja na representação da terra vista do espaço como a parte coberta pela água é mesmo dominante: Vivemos, mesmo, num Planeta Água quando pensamos apenas na superfície da Terra.

A esse conjunto de terras emersas denominamos continentes. Você lembra quais e quantos são os continentes do nosso planeta? – Vamos lá…acompanhe aqui e depois confira na imagem:  O nosso planeta é constituído de seis continentes, são eles:

  1. América
  2. África
  3. Europa
  4. Ásia
  5. Oceania
  6. Antártida

 Geografia - Continentes e distribuição de terra

                         Figura 1– Divisão terrestre em continentes.

 

Essa divisão político territorial foi criada para distinguir cada “pedaço de terra” espalhado pelo globo. Ela considera aspectos políticos, culturais, históricos e econômicos.

A Ásia e a Europa juntas constituem a Eurásia, pois esses continentes não possuem um oceano que os divide, mesmo assim são considerados continentes independentes, distintos. Já a América é dividida em América do Norte, América Central e América do Sul.

Vamos agora analisar a proporção de terras de cada continente? Acompanhe a figura e compare: Geografia - Continentes e distribuição de terra

Gráfico sobre Distribuição das Terras Emersas por Continente.

Hoje, através de mapas e imagens de satélites, e toda a tecnologia que temos ao nosso dispor sabemos que os continentes se distribuem dessa maneira. Mas será que sempre foi assim? Não!

A configuração das terras em nosso planeta era bem diferente, pois a milhares de anos atrás tínhamos apenas um único conjunto de terras, um bloco chamado Pangéia. Esse bloco começou a se dividir e configurou-se em outros dois grandes blocos: Laurásia e Gondwana.

Geografia - Continentes e distribuição de terra

Figura 2– Mapa representação Laurásia e Gondwana.

Esses blocos por sua vez também foram se afastando, lembre-se que esse processo levou milhares e milhares de anos. Esse processo lento fez com que as terras se fragmentassem mais vezes, chegando à configuração atual de distribuição de terras do nosso planeta.

Os eventos que estão listados no ‘tempo geológico’ levaram milhões de anos para chegar ao estágio atual do nosso planeta Terra. Um dos eventos mais estudados é o fato de os continentes se movimentarem. Se você ainda não domina a teoria da Deriva Continental, que mostra que os continentes já foram um só, separaram-se, e que continuam se movimentando, a dica do Blog é dar uma olhada na aula sobre a Deriva Continental antes de continuar aqui. Quem elaborou essa teoria foi o meteorologista Alfred Wegener.  deriva 

Que forças eram essas, capazes de movimentar os continentes?

Wegener encontrou algumas evidências que comprovaram sua teoria, mesmo assim sua teoria foi combatida e esquecida. No final da década de 1950, no entanto, a sua teoria foi finalmente aceita e estudada.  Assim, com a evolução nas pesquisas, a teoria foi finalmente aceita a partir do final da década de 1950, onde ela foi modificada, passando a ser chamada de Teoria das Placas Tectônicas. Veja na imagem como é impressionante a demarcação exata das Placas Tectônicas  Norte- americana; do Pacífico; do Caribe; Sul americana; Placa de Nazca (à esquerda da América do Sul, ao lado da Cordilheira dos Andes); Africana; Euroasiática; da Arábia; Antártica. Placa Indoaustraliana:Placas Tectônicas - Geografia

Wegener foi muito astuto e promissor em sua pesquisa mas ele não conseguia responder a principal pergunta, que era como esses continentes se movimentavam? Que forças estavam por trás disso?

Hoje, sabemos que quem realiza esses movimentos são as placas tectônicas, que são feitos não só pelos continentes, mas também pelo fundo dos oceanos. Essas placas se movimentam lentamente sobre o manto, afastando-se ou aproximando-se. A litosfera ou crosta terrestre é a parte mais externa, e fica acima do manto, parte mais viscosa que se encontra superaquecida e faz com que a crosta se desloque.

Como comprovar esses movimentos?

Esses movimentos são comprovados por técnicas e estudos e a utilização de satélites que com o auxílio de raio laser são capazes de identificar e medir o deslocamento das placas tectônicas e o movimento dos continentes.Veja na imagem um satélite orbitando a terra. Ele coleta as informações que identificam os movimentos.

Placas Tectônicas - Geografia

Temos nomeadas hoje as seguintes placas tectônicas: Placa Norte- americana; Placa do Pacífico, Placa do Caribe, Placa Sul americana, Placa de Nazca, Placa Africana, Placa Euroasiática, Placa da Arábia, Placa Antártica e Placa Indoaustraliana.  Está valendo para você esta aula? Veja todas as matérias do Enem no Curso Enem Online Gratuito.

Curso Enem Online Gratuito

Os professores do Blog do Enem organizaram todos os conteúdos das matérias das provas objetivas para você estudar um de cada vez. O que você já sabe, pode pular e seguir adiante. E, tem ainda um bloco inteiro sobre a Redação. Confira aqui o Curso Enem Gratuito, e depois siga com a aula de Placas Tectônicas:

Veja as dicas de Redação Enem e aulas grátis de todas as matérias
Veja as dicas de Redação Enem e aulas grátis de todas as matérias
Dica 2- Não perca a aula de geografia sobre os Aspectos Populacionais do Continente Americano e confira a miscigenação e a diversidade cultural presente neste continente.

O Movimento das Placas Tectônicas

Os movimentos que as placas tectônicas realizam são quase imperceptíveis. O calor do manto movimenta as chamadas correntes de convecção. Eles são classificados em:

  • Movimentos convergentes: quando se encontram, chocam umas contra as outras.
  • Movimentos divergentes: quando se afastam.

Desses movimentos resultam fenômenos na natureza como surgimento de cadeias de montanhas, falhas e dobramentos na superfície terrestre e ainda atividades vulcânicas e os terremotos mais violentos.

Cada continente  da Terra possui aspectos muito singulares, vamos ver por quê?

A localização definirá os climas, pois cada continente encontra-se em uma zona climática, há alguns mais peculiares ainda, pois devido a seu imenso tamanho podem estar em mais de uma zona climática, onde o clima irá variar, assim como teremos variações nos tipos de vegetação.

Processo Histórico: este definirá costumes, culturas, a língua, a culinária, etc.

E, aspectos econômicos, que está relacionado com o processo de desenvolvimento do continente como um todo.

Vamos exercitar sobre a aula de hoje? Leia com atenção e resolva a questão proposta abaixo! Bons estudos!

(Exercícios Brasil Escola) – Possui um formato alongado, sendo dividido por dois grandes blocos de massa continental que se interligam por uma estreita porção de terras. É banhado pelos oceanos Pacífico e Atlântico, além de ser cortado pelo Círculo Polar Ártico, pelo Trópico de Câncer, pela Linha do Equador e pelo Trópico de Capricórnio.

O continente a que o texto se refere é o:

a) africano
b) europeu
c) americano
d) asiático
e) antártico

Resposta correta letra “C”.

Elizabeth Geografia Enem
Os textos e exemplos acima foram preparados pela professora Elizabeth Noceti Pereira- formada em Licenciatura Plena em Geografia pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Atua como docente nas redes estadual e municipal da região da Grande Florianópolis.