Faltam:
para o ENEM

Revolução Russa: o Comunismo, a União Soviética, e a Queda do Muro de Berlim

Veja a história da Revolução Russa. Uma nova forma de pensar e governar tomou o poder dos czares (imperadores) em 1917, e gerou a maior experiência de comunismo já implantada. Formou o bloco Soviético na Europa, disputando a liderança mundial com os Estados Unidos. Mas entrou em declínio e desapareceu no final do século. Veja abaixo como tudo começou.

A Revolução Russa faz 100 anos agora em 2017 – Veja como a história da humanidade teve uma importante mudança a partir dos acontecimentos de 1917 na antiga Rússia imperial. O comunismo passou a governar milhões de pessoas. O projeto, porém, naufragou sete décadas depois, com o abandono desta forma de governo simbolizada pela Queda do Muro de Berlim, em 1989. Confira.

No ano de 1917 os comunistas iniciaram a tomada do poder na Rússia e assumiram progressivamente um protagonismo mundial na mais longa experiência de governo como uma ‘Ditadura do Proletariado’. O episódio  de 17 de outubro de 1917 (no então calendário russo, mas que era ‘novembro’ no calendário ocidental) entrou para a história com o nome de Revolução Russa.  Na imagem, da esquerda para a direita, Joseph Stalin, Vladimir Lenin, e Mikhail Kalinin.Após um ciclo interno de disputas deflagrado em fevereiro do mesmo ano, com a derrubada da monarquia, os partidários de Vladimir Lenin, denominados Bolcheviques, tomaram o poder com a bandeira do comunismo.

Durante a 2ª Guerra Mundial os russos assumiram um protagonismo dramático contra os exércitos nazistas. Perderam mais de 20 milhões de vidas e, mesmo assim, permaneceram firmes e atuando em cooperação com as Forças Aliadas  ocidentais lideradas pelos Estados Unidos e pela Inglaterra. Juntos, conseguiram  derrotar a Alemanha de Hitler. O Exército Vermelho conseguiu a rendição de Berlim no dia 2 de maio de 1945 (foto).  Com o fim da 2ª Guerra os russos tomaram a liderança política e militar da Europa Oriental, inclusive com metade da Alemanha, e  e passaram a controlar a parte Leste da Europa com o nome de União das Repúblicas Socialistas Soviéticas. Ou, apenas União Soviética, na forma mais disseminada.

Mas, o bloco soviético entrou em decadência política, econômica e tecnológica no final do século XX. A União Soviética se desfez sem guerras ou maiores protestos. Ruiu por dentro, e o final do ciclo iniciado na Rússia em 1917 com a derrubada dos czares que governavam a Rússia Imperial foi a derrubada do Muro de Berlim, em 9 de novembro de 1989. Veja a história do início ao fim do comunismo na Rússia!

O Contexto interno da Rússia antes da Revolução

Desde a época de Alexandre II, em meados do século XIX, havia uma modernização na Rússia. Neste período, surgiram as primeiras indústrias, porém, isso ajudou a gerar um descontentamento do povo, uma vez que a diferenciações sociais cresciam ainda mais com o processo de industrialização. Assim, neste contexto, surgiram organizações e partidos políticos propondo mudanças.

Após o assassinato do Czar Alexandre II, a repressão àqueles que se opunham ao governo cresceu ainda mais. O sucessor, Alexandre III, provocou uma violenta onda de repressão aplicando uma política denominada Okhrana, que controlava ferozmente os movimentos dos manifestantes, gerando enforcamentos e deportação dos rebeldes.

Lenin surge como liderança socialista

Nesta época formou-se o Partido Operário Socialista Democrático Russo, de filosofia marxista, liderado por George Plekanov. Mesmo sendo perseguido pelo governo, o partido cresceu entre intelectuais e entre a classe operária russa. Um dos intelectuais era Vladimir Ilich Ulianov, que para fugir da perseguição política, adotou o pseudônimo de Lenin (imagem). 

O partido discutia mudanças, e como consequência destas mudanças, uma revolução proletária se fazia necessária. Assim, o grupo liderado por Lenin, recebeu o nome de Bolchevique (significa maioria), e o grupo liderado por Martov, com a parceria de Trotski, recebeu o nome de Menchevique (minoria).

Nicolau II, Czar da Rússia, assassinado com toda a família

Nicolau II subiu ao trono, em 1905, e enfrentou muitas manifestações do novo partido. Outro partido, intitulado de Cadete, formado principalmente por burgueses e pela classe média, requisitava uma constituição, porém, sem desejar o fim da monarquia.História EnemIncidentes revolucionários ocorreram principalmente em Petrogrado, fazendo com que, diante das pressões, Nicolau II lançasse um manifesto, fazendo certas concessões e propondo uma nova constituição que elegesse um novo parlamento (DUMA).

As Dumas (parlamentos) eleitas eram conservadoras, contudo, ainda assim foram feitas algumas mudanças como a Reforma Agrária. Enquanto isso, a política da corte e da Coroa se corrompia. O Czar e a Czarina, foram influenciados por uma figura duvidosa, conhecida como Rasputin. Este prometia cura ao seu filho doente, enquanto influenciava politicamente a família, absorvendo riquezas.

Primeira Guerra Mundial e a crise

A Rússia chegou a fazer parte da Primeira Guerra Mundial, na Tríplice Entente, ao lado dos franceses e ingleses. Esta participação gerou fortes perdas ao país, uma vez que perderam territórios, soldados e perda de ganhos, com a paralisação da indústria. O país se dividia em opiniões, pois os mencheviques de esquerda, os bolcheviques e os anarquistas eram radicalmente contrários à guerra. Além disso, a escassez de alimentos causada pela guerra multiplicou o número de greves, que passaram a exigir o fim do governo dos czares.

1917: Ano Vermelho

Em 1917, uma guerra espontânea surge. Sem ligação com os partidos, era liderada por operários do bairro industrial de Viborg. Bandeiras vermelhas foram postas no lugar das bandeiras do Czar. Um governo provisório foi formado, porém, os generais do Czar tentaram reprimir o avanço da revolução. Ainda assim, a maioria dos soldados obedecia à revolução e os sovietes.

Em dezembro de 1917, a Rússia retirou-se da Primeira Guerra Mundial, assinando o Tratado de Brest-Litovsky. A República Federada Socialista Soviética tinha sido instaurada, com proposta de paz à Alemanha.

O país passava agora por uma guerra civil em que os brancos, pró-czar, lutavam contra os vermelhos, bolcheviques. Os brancos possuíam apoio do capitalismo internacional, enquanto durou a 1ª Guerra. Com o fim da guerra, o apoio aos brancos foi retirado, pela situação econômica dos países (EUA, Inglaterra, etc). Os bolcheviques tinham o apoio dos camponeses, e acabaram vencendo esta guerra.

Lenin assumiu o governo, em 1922, provendo a criação da União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS). Após a morte de Lenin, em 1924, Stalin e Trotski disputaram o poder. Stalin defendia o socialismo consolidado dentro da Rússia, enquanto Trotski defendia que a revolução socialista se estendesse para outros países, defendendo uma tese de “revolução permanente “.revolução russa Joseph Stalin

Joseph Stalin

Stalin usou de sua força e da polícia secreta (GPV) e vendeu os adversários e expulsou Trotski da URSS. Trotski exilou-se no México, porém, em 1940 foi morto a marteladas por um agente de Stalin. A partir de 1929, Stalin estabeleceu uma ditadura pessoal na URSS.

O período mais importante de Joseph Stalin à frente da Rússia comunista ocorreu durante a Segunda Guerra Mundial. O território russo foi invadido pelas forças nazistas do Exército Alemão. Os russos, inicialmente em desvantagem, foram recuando sucessivamente, com derrotas acumuladas.

Porém, quando a parte ocidental da rússia já estava ocupada o Exército Vermelho conseguiu rearticular suas forças e estabelecer um longo conflito de resistência que foi tornando a guerra cada vez mais difícil para os alemães. Morreram mais de vinte milhões de russos no conflito.

Veja aqui uma aula completa sobre a 2ª Guerra Mundial2ª Guerra Mundial

A Rendição da Alemanha – Com o progressivo enfraquecimento da Alemanha na 2ª Guerra Mundical, dividida entre guerra a Oeste contra os russos, e ao Leste tendo que enfrentar a reação da Inglaterra e a chegada dos Norte-Americanos liderando a frente das Forças Aliadas, os russos passaram a obter vitorias em série contra os alemães, até chegar à cidade de Berlim, na derrocada final de Hitler.

O líder nazista cometeu suicídio em 30 de abril de 1945. No dia 2 de maio a cidade de Berlim já estava sob controle do Exército Vermelho dos russos.

A União Soviética após a 2ª Guerra Mundial: Apogeu na Guerra Fria. Declínio na Perestroika.

O Exército Russo exerceu um importante papel na vitória das Forças Aliadas na guerra contra os nazistas da Alemanha Hitlerista durante a 2ª Guerra Mundial. O espólio alemão foi partido ao meio, com metade da Alemanha sob controle comunista, integrando a bloco da União Soviética, e a metade ocidental alinhada com o bloco capitalista liderado pelos Estados Unidos, Inglaterra e França.

Veja a seguir uma aula completa sobre o período pós-guerra, quando o mundo se envolveu em uma nova espécie de conflito, com bases ideológicas polarizadas entre os comunistas liderados pela Rússia e os capitalistas liderados pelos Estados Unidos. Foi o período da Guerra Fria, com ameaças recíprocas de bombardeio atômico entre os aliados dos Estados Unidos e a então União Soviética liderada pela Rússia.

O cenário de crise constante somente se encerrou ao final da década de 1980, quando uma profunda crise econômica, social e de tecnologia  no interior da União Soviética, e que tornou o modelo comunista insustentável. O modelo desmoronou por dentro.

A Queda do Muro de Berlim.

Gradativamente a União Soviética foi se desmanchando, sem guerras ou protestos. A data simbólica do fracasso do comunismo como forma de governo foi a Queda do Muro de Berlim, em 9 de novembro de 1989, quando a população da Alemanha Oriental (parte Leste), até então sob controle comunista dos russos, integrou-se à parte Ocidental, reunificando os alemães 44 anos após o final da Segunda Guerra.

Veja uma aula especial sobre a Guerra Fria:

A guerra fria
Veja na imagem resumo completo

O período do declínio e do final pacífico do comunismo como forma de governo e de controle da União Soviética foi chamado de Perestroika, sob o comando do então último líder da União das Repúblicas Socialistas Soviéticas, Mikhail Gorbachev, que governou de 1985 a 1991. O Muro de Berlim caiu em 1989. Até então a cidade era dividida ao meio, isolando a população por um muro militarizado pelo lado Oriental sob comando comunista. Os soltados tinham ordem para atirar e matar quem tentasse fugir para o lado Ocidental (e atiraram e mataram de fato).

Aula Gratuita sobre a Revolução Russa

Saiba mais sobre Revolução Russa nesta aula do canal Descomplica, disponível no Youtube. Após assistir, revise o que você aprendeu respondendo aos nossos desafios!

Desafios sobre a Revolução Russa de 1917

Questão 01

“ A queda da burguesia e a vitória do proletariado são igualmente inevitáveis … Os proletários nada têm a perder com ela, a não ser as próprias cadeias e têm um mundo a ganhar. Proletários de todos os países, uni-vos!”. Assinale, nas alternativas abaixo, o nome do grande personagem da história a que devemos este pensamento:

a)  Napoleão Bonaparte;

b)  Thomas Malthus;

c)  David Ricardo;

d)  Friedrich Engels;

e)  Karl Marx.

Dica 1 – Fique preparado para a prova de História Enem com esta aula sobre as Revoluções Mexicana e Chinesa. – https://blogdoenem.com.br/revolucao-mexicana-e-chinesa-historia-enem/

Questão 02

A abolição do princípio da propriedade privada, a estatização dos meios de produção e a assinatura de um tratado de paz com a Alemanha, marcando a saída do país da guerra, foram as principais medidas adotadas na Rússia por:

a) Stálin, em agosto de 1929.

b) Lênin, em outubro de 1917.

c) Trotsky, em abril de 1924.

d) Kerensky, em fevereiro de 1917.

e) Kornilov, em setembro de 1921.

Dica 2 – Já estudamos sobre a Era Vargas ainda na República Velha. Revise nesta aula de História Enem sobre a Constituição de 1937, a Censura e o fim do Estado Novo – https://blogdoenem.com.br/brasil-republica-era-vargas-2-historia-enem/

Questão 03

“… Derrota na guerra, deserções, motins militares contra os superiores, greves nas fábricas, falta de gêneros alimentícios e combustíveis nas principais cidades, queda na produção, aviltamento dos salários, incapacidade governamental e crescente miséria das massas.” O quadro descrito no texto conduziu à:

a) derrota dos franceses no Vietnã em 1954.

b) descolonização Afro-Asiática em 1945.

c) rebelião Boxer na China em 1900.

d) Segunda Guerra Mundial em 1939.

e) Revolução Russa em 1917.

Dica 3 – Estude sobre a Era Vargas, no período conhecido como República Velha, em mais uma aula preparatória para a prova de História Enem – https://blogdoenem.com.br/brasil-republica-era-vargas-historia-enem/

Questão 04

A Revolução Russa de 1917, gerou enormes transformações, marcadas pelas afirmativas seguintes, exceto:

a) O regime autocrático e aristocrático dos czares foi substituído pelo da República Federada Socialista Soviética e, mais tarde, em 1922, pela da União das Repúblicas Socialistas Soviéticas.

b) As regiões altamente russificadas, como Finlândia, Letônia, Estônia e Lituânia, ficaram sob tutela russa. (Estas regiões seriam tuteladas posteriormente, neste contexto citado, a Rússia não anexou territórios).

c) A economia foi socializada, encarregando-se o Estado de controlar a produção e regulamentar a distribuição.

d) Forças contra-revolucionárias, aristocracia e burguesia tentaram derrubar o governo bolchevista, encorajando o movimento pelas potências aliadas, temerosas da expansão do bolchevismo.

e) A precariedade da situação econômica e social levou Lenin a inaugurar a Nova Política Econômica (NEP), combinação híbrida de comunismo e capitalismo.

Questão 05

Com a morte de Lenin, em 1924, a luta pelo poder na Rússia culminou com a vitória de:

a) Trotski, que apoiava a revolução mundial, ou seja, a destruição do capitalismo nos demais países.

b) Koltchak, líder dos russos brancos, que pretendia o retorno do capitalismo.

c) Stalin, que pretendia concentrar-se na implantação do socialismo na Rússia e na posterior expansão do movimento pela Europa.

d) Kerenski, que defendia a continuidade da participação russa na Primeira Guerra Mundial.

e) Kamenev, um dos mais íntimos colaboradores de Lenin.

 Você consegue resolver estes exercícios? Então resolva e coloque um comentário no post, logo abaixo, explicando o seu raciocínio e apontando a alternativa correta para cada questão. Quem compartilha a resolução de um exercício ganha em dobro: ensina e aprende ao mesmo tempo. Ensinar é uma das melhores formas de aprender!

compartilhe