Faltam:
para o ENEM

Filosofia Iluminista – Veja a origem e a essência do Iluminismo

Confira esta aula e fique por dentro dos conteúdos do Enem!

O Iluminismo foi um movimento intelectual ocorrido entre o século XVII e XVIII, cujo pensamento consistia em dar maior credibilidade e ênfase à racionalidade humana. Os iluministas  acreditavam que a razão é inerente ao ser humano. Influenciou a Revolução Francesa e a Independência dos Estados Unidos.

Você sabe o que significa inerente? Inerente quer dizer que é uma característica essencial, que está ligado ao ser humano, isto é, eles queriam afirmar que a razão deve ser a chave de todo conhecimento e de tomada de decisão.

Esse período é chamado também de século das luzes, filosofia das luzes, ilustração, esclarecimento, pois considera que o ser humano descobriu que através de sua razão ele é o detentor e produtor do conhecimento, isto é, se iluminou.Filosofia iluminista

 

A palavra iluminismo, portanto, representa esse movimento, sintetiza várias tradições filosóficas, correntes intelectuais e atitudes religiosas. Trata-se de uma postura de pensamento e de uma ação prévia que todos os seres humanos poderiam transformar o mundo em um lugar melhor, mediante o estuda das ciências e do engajamento político-social.

Veja o esquema abaixo para você fazer uma síntese sobre o iluminismo. O foco é partir da razão, da racionalidade, e utilizar estes recursos para formular em pensamento críticas em relação à ordem anterior ou vigente ( o Antigo Regime na França), e defender mudanças como a ordem política liberal e a separação entre Igreja e o Estado. Veja no diagrama:Resultado de imagem para esquema do iluminismoEntre as principais influências do pensamento iluminista estão a Revolução Francesa e a Independência dos Estados Unidos.

Dica 1: Quer conhecer algumas questões filosóficas antes desse período? Então esse link e aproveite para se preparar para o Enem estudando sobre a Metafísica na modernidade:

A metafísica na modernidade – Filosofia Enem

Como você pôde notar no esquema ilustrativo sobre o Iluminismo, este movimento enfatizou a capacidade humana de usar sua razão, de conhecer a realidade e intervir nela. Mas talvez você esteja se perguntando “como se dá este processo de iluminação?”

O processo de iluminação se daria pelo desenvolvimento da capacidade intelectual, libertando-se dos medos irracionais, supertições e crendices, levando o ser humano a questionar as tradições vulgares e a construir uma nova ordem racional para a sociedade.  Esta era a premissa. Então, você acha que isto se realizou?

A seguir, apresentarei os principais representantes:

Montesquieu – fez parte da primeira geração de iluministas. Sua obra principal foi “O espírito das leis”.

Voltaire – Critico da religião e da Monarquia, Voltaire é o homem símbolo do movimento iluminista. Foi um grande agitador, polêmico e propagandista das ideias iluministas.

Diderot – Dedicou parte de sua vida à organização da primeira Enciclopédia, sendo essa a sua principal contribuição.

D’Alembert – Escreveu e ajudou na organização da enciclopédia.

Rousseau – redigiu alguns verbetes para a Enciclopédia. vezes contrárias as dos seus colegas iluministas, o que lhe rendeu a fama de briguento. Sua principal obra foi “Discurso sobre a origem e os fundamentos da desigualdade entre os homens”.

Resumo

O Iluminismo foi um movimento intelectual e cultural que enfatizou a capacidade humana de sair da menoridade, ou seja, da ignorância. O uso da razão, portanto, seria o melhor caminho para se alcançar a liberdade, a autonomia e a emancipação.

Aprofunde sua revisão deste conteúdo assistindo um vídeo que selecionamos para você: https://www.youtube.com/watch?v=dcW64fNwNl8

Referência

COTRIM, Gilberto; FERNANDES, Mirna. Fundamentos da Filosofia. 1. Ed. – São Paulo: Saraiva, 2010;

VASCONCELOS, Ana. Manual compacto da filosofia. 2. Ad. – São Paulo: Rideel, 2011.

Chegou a sua vez. Resolva essas questões de vestibulares e se prepare para o Enem:

1. (Pucrj 2015) Em meados do século XVIII, diversas monarquias europeias se modernizaram com base nos ideais iluministas para um programa de reformas que assegurasse uma administração mais racional e eficiente do Estado. Embora afirmassem agir em nome da “maior felicidade dos povos”, estes permaneciam excluídos da tomada de decisões políticas.
Considerando as relações entre a cultura iluminista e as reformas promovidas pelos “soberanos esclarecidos”, analise as afirmativas a seguir.

I. Os soberanos reformadores concentraram seus esforços no desmantelamento de privilégios fiscais e no redimensionamento dos poderes eclesiásticos, como no caso de Frederico II na Prússia e de D. José I e de seu ministro Pombal em Portugal.
II. Os filósofos iluministas forneceram o tema da razão, da boa administração e da pública felicidade aos projetos absolutistas dos monarcas e o da liberdade à oposição antiabsolutista.
III. Os opositores do reformismo monárquico eram juristas e magistrados tradicionalistas, a nobreza fundiária e o alto clero, ameaçados pela dissolução da sociedade de ordens promovida pelos soberanos esclarecidos.

Assinale:

a) se somente a afirmativa I estiver correta.
b) se somente as afirmativas I e II estiverem corretas.
c) se somente as afirmativas I e III estiverem corretas.
d) se somente as afirmativas II e III estiverem corretas.
e) se todas as afirmativas estiverem corretas.

2. (Uerj 2012) O Iluminismo é a saída do homem do estado de tutela, pelo qual ele próprio é responsável. O estado de tutela é a incapacidade de utilizar o próprio entendimento sem a condução de outrem. Cada um é responsável por esse estado de tutela quando a causa se refere não a uma insuficiência do entendimento, mas à insuficiência da resolução e da coragem para usá-lo sem ser conduzido por outrem. Sapere aude!* Tenha a coragem de usar seu próprio entendimento. Essa é a divisa do Iluminismo.
IMMANUEL KANT (1784)

*Expressão latina que significa “tenha a coragem de saber, de aprender”.
In: BOMENY, Helena e FREIRE-MEDEIROS, Bianca. Tempos modernos, tempos de sociologia. São Paulo: Ed. do Brasil, 2010.

No contexto da expansão capitalista no século XIX, uma das ideias centrais do Iluminismo, de acordo com o texto, está associada diretamente à valorização da:

a) superioridade técnica
b) soberania econômica
c) liberdade política
d) razão científica

3. (Pucrj 2006) Em 1784, Kant assim caracterizou o Iluminismo:

A saída do homem de sua minoridade, do qual é ele próprio o responsável. Minoridade, isto é, incapacidade de se servir do seu entendimento sem a direção de outrem (…) Tem a coragem de te servires do teu próprio entendimento. Eis aí a divisa do Iluminismo.
Tendo como referência o texto apresentado, é correto afirmar que:

I – para os iluministas, o entendimento humano era viabilizado pela razão e pelo saber científico.
II – a “divisa do Iluminismo” representou, entre outros aspectos, a extinção dos regimes monárquicos, no mundo europeu da época.
III – a “coragem de se servir de seu próprio entendimento” foi associada à concepção da liberdade como um direito universal do homem.
IV – a “saída do homem de sua minoridade” correspondeu, na prática, à defesa do ideal de uma civilização livre de quaisquer práticas religiosas.

Assinale a alternativa correta.
a) Apenas as afirmativas I e II estão corretas.
b) Apenas as afirmativas I e III estão corretas.
c) Apenas as afirmativas II, III e IV estão corretas.
d) Apenas a afirmativa IV está correta.
e) Todas as afirmativas estão corretas.

4. (UFRS) No século XVIII, a filosofia das Luzes – o Iluminismo – constituiu um momento decisivo na história das idéias. Assinale com V (verdadeiro) ou F (falso) as afirmações a seguir, referentes a esse tema.

( ) O movimento das Luzes teve seu maior esplendor na França, que constituía a maior potência da Europa ocidental, seja pelo número de habitantes, seja pelos recursos econômicos.
( ) A despeito da concepção positiva da natureza humana e, portanto, da crença da perfectibilidade do homem, os pensadores iluministas recusaram qualquer engajamento na vida pública, negando a validade das reflexões políticas.
( ) As Luzes encontraram suas raízes no progresso realizado no campo científico, ao longo do século XVII, através das contribuições de Galileu e Pascal, entre outros.
( ) Como princípio-chave, a filosofia iluminista almejava fazer progredir o espírito crítico através de uma reflexão livre: a razão tornou-se o imperativo supremo.
( ) O século das Luzes pôde atingir tamanho desenvolvimento na medida em que contou com a mais ampla liberdade de expressão e de imprensa, à qual o Estado não impunha censuras.

A sequência correta de preenchimento dos parênteses, de cima para baixo, é

a) F – F – V – V – V.
b) V – V – F – F – F.
c) F – V – F – V – V.
d) V – F – V – V – F.
e) F – V – F – F – V.

5. (UFSC) Assinale a(s) proposição(ões) CORRETA(S) nas suas referências ao Iluminismo.

01. O Iluminismo, movimento intelectual do século XVIII, caracterizou-se pelas críticas ao absolutismo monárquico, pela defesa da razão e da liberdade dos indivíduos.
02. A fé cristã, associada à razão, foi considerada pelos iluministas a ferramenta necessária para o desenvolvimento das ciências.
04. Os pensadores iluministas também se dedicaram às ciências econômicas. Entre eles, destacaram-se os fisiocratas franceses.
08. Os iluministas defendiam o absolutismo monárquico como a forma ideal de governo, e a revelação divina como instrumento da ciência.
16. Os iluministas consideravam a razão como a luz capaz de iluminar o pensamento humano e de permitir a elaboração de ideias, que explicariam e impulsionariam as atividades humanas.
32. Montesquieu, Voltaire e Rousseau defenderam em seus escritos as ideias iluministas, fornecendo as bases do pensamento liberal do Ocidente.

Respostas:

1: b;

2: d;

3: b;

4: d;

5: 01 + 04 + 16 + 32 = 53

Curso Enem Gratuito

Quer aumentar suas chances no próximo Exame Nacional do Ensino Médio e mandar bem nas Notas de Corte do Enem? Estude com as apostilas e aulas gratuitas do Curso Enem Online. Todas as matérias do Exame e ainda as Dicas de Redação. Acesse aqui o Curso Enem Gratuito Online.

curso enem gratuito blue fino

Acesse aqui os Aulões do Blog do Enem! São videoaulas gratuitas e completas com os conteúdos mais relevantes para o Exame Nacional do Ensino Médio.

Post escrito por Gilson Luiz Corrêa. Gilson é bacharel em Filosofia pela UNISUL, possui Licenciatura em Filosofia pela UFSC e em Psicopedagogia pela FMP. É professor do Colégio Catarinense. Facebook: https://www.facebook.com/gilsonluiz.correa