Saiba produzir um texto com Coesão e Coerência – Redação

Uma Redação cujo texto apresente Coesão e Coerência sai na frente para conseguir uma boa avaliação nos vestibulares ou no Enem. Você sabe o que é Coesão e Coerência?

Sabe que elas devem estar presentes em sua redação?  Se você esqueceu, leia as orientações abaixo e não haverá mais dúvidas. As dicas são do professor Wilson Rochenbach Nunes. Aproveite também a videoaula gratuita.

Para que um texto seja ‘um texto’ – parece redundante? Mas não é não! –, as várias partes dele devem estar relacionadas entre si. Isso quer dizer que as ideias expostas devem estar interligadas de forma que se compreenda, com clareza, o que se pretende dizer.

Há dois elementos importantes, que serão avaliados em sua redação: a coesão e a coerência. Você não consegue distinguir coesão de coerência? Então vamos dar uma mãozinha para que você não tenha mais dúvidas.

Dica 1 – Veja 10 perguntas e respostas essenciais para você mandar bem na Redação de vestibulares e do Enem: https://blogdoenem.com.br/redacao-vestibular-nota-dez/

Elementos Coesivos, e Lógica – Se por um lado os elementos coesivos (conjunções, pronomes e outros) ligam partes de um texto e estabelecem relação lógica de sentido entre enunciados; por outro, a coerência é a lógica entre as afirmações feitas e as consequências delas decorrentes.

Observe, por exemplo, o emprego da conjunção ‘mas’, que estabelece, normalmente, relação de oposição:

Gosto de ir a festas, mas vou a sua festa.

O emprego desse elemento coesivo nesse contexto estabelece uma incoerência. Não existe lógica entre “gostar de festa” e a ideia oposta de “ir à festa”, pois o termo que interliga estabelece relação de oposição. Agora, dê uma olhada na frase seguinte:

Gosto de ir a festas, mas não posso ir a sua.

A relação de oposição está clara, houve encadeamento das duas ideias opostas: o fato de gostar de festas e a impossibilidade de ir à festa.

Veja esta videoaula do professor Dimitri, da série de Avaliação de Redação, em que ele apresenta as diversas possibilidades de estabelecer Coesão e Consistência. Dura 12 minutos e 12 segundos.

Dica 2 – Veja os 7 passos para você estruturar o texto de uma Redação nota 1000: https://blogdoenem.com.br/redacao-texto-organizada/

Coesão e Consistência – Vamos retomar agora com as explicações, os exemplos e as dicas do professor Wilson Rochenbach sobre Coesão e Consistência.

Veja esta frase: Gosto de ir a festas, portanto não posso ir a sua.

Novamente teríamos uma incoerência, agora causada pelo emprego da conjunção que encerra ideia de conclusão, de consequência. Aqui o ‘portanto’ deveria ligar o resultado que se espera em relação à ideia expressa na oração anterior: se gosta de festa, espera-se que vá.

Gosto de ir a festas, portanto vou a sua.

As expressões de acréscimo, progressão, continuidade ou inclusão também estabelecem coesão e vínculos entre os componentes das frases ou dos parágrafos. Use-as corretamente, elas conferem qualidade e credibilidade ao seu texto. Veja o exemplo a seguir:

“O nível salarial dos operários brasileiros é baixo. Além disso, o desemprego ameaça as camadas de pouca qualificação profissional.”

Nunca se esqueça disto: tome muito cuidado ao usar os elementos coesivos. É preciso conhecer esses termos e seus significados para não causar incoerências na sua redação.

Dica 3 – Já escolheu a sua profissão? Qual curso você pretende fazer? Tome cuidado com as escolhas. Veja aqui as 10 profissões com os piores salários e as menores chances de emprego: https://blogdoenem.com.br/profissao-lista-das-10-piores/

Redação - Coesão e Coerência

Valeu! E até o próximo! 

Wilson Redação
Este post foi elaborado pelo professor Wilson Rochenbach Nunes para o Blog do Enem. Wilson é formado em Letras pela Unilassale Canoas – RS e Mestre em Linguística Aplicada pela PUCRS. Dá aulas de Português para concursos em cursos da Grande Florianópolis e Grande Porto Alegre desde 2002.