Revise as Aves e suas adaptações ao voo – Biologia

As aves são admiradas pela sua incrível capacidade de voar. Você sabe que adaptações lhes permitem essa façanha? Não? Então, revise aqui, com o Blog do Enem!

As aves dominam os céus, deslizando pelo ar. Ao observar uma ave realizando a incrível façanha do voo, temos a sensação de que é uma tarefa simples, tamanha a suavidade com que reinam lá no alto. Mas, o que permite a estes animais realizar o voo? Você sabe quais são as principais características dos animais que pertencem à Classe das Aves? Não? Então, fique ligado (a) neste post para saber tudo sobre a Classe das Aves e arrase nas questões de Biologia do Enem e dos vestibulares!

Dica 1: Antes de continuar estudando as aves, que tal revisar as características gerais do Filo dos Cordados? Então veja este super post com vídeo-aula do professor Zé Rucker e dicas da professora Juliana Evelyn dos Santos: https://blogdoenem.com.br/biologia-filo-cordados-enem/

Para iniciar sua revisão sobre as aves, veja esta super vídeo-aula do professor Artur Ramos do canal Kinapse do Youtube:

E aí, gostou do vídeo? Legal, não é? Agora, que tal continuar sua revisão com um super-resumo que preparamos para você?

As aves possuem uma série de adaptações ao voo. Algumas dessas características você provavelmente lembrará rapidamente, como por exemplo, a presença de penas e asas. Mas, estas adaptações incríveis não são suficientes para fazer as aves saírem do chão. É necessário um corpo aerodinâmico e leve que lhes permita esse dinamismo. Ficou curioso? Veja então as principais adaptações ao voo:

Dica 2: Você não lembra de quase nada em relação à Classe das Aves? Que tal dar uma revisada nas principais características destes fascinantes animais? Então veja este super post, com dicas da professora Juliana Evelyn dos Santos: https://blogdoenem.com.br/biologia-aves-enem/

Penas: As penas das aves são estruturas leves e flexíveis formadas de queratina (proteína também encontrada nas escamas dos répteis e nos pelos dos mamíferos).  As penas, além de protegerem as aves contra a perda de calor para o ambiente, também ajudam na proteção contra a desidratação. Mas, uma das funções mais notáveis das penas é o fato de elas conferirem características aerodinâmicas ao corpo das aves. Cada região do corpo desses animais tem penas com formatos adaptados à função que precisam exercer. Cobrindo a maior parte do corpo estão as penas de contorno, que protegem o corpo da ave e facilitam a passagem do ar pelo corpo do animal; rêmiges, são penas assimétricas presentes nas asas que auxiliam no direcionamento do voo; rectrizes, são as penas da cauda que também atuam na direção do voo; e as plumas, que encontram-se por baixo das demais penas e criam espaços aéreos entre o revestimento que auxiliam na proteção térmica da ave. Para manter as penas em suas posições corretas durante o voo, as penas possuem espécies de ganchos, chamados de bárbulas, que se aderem às outras penas.

Dica 3: Revise também os Peixes! Eles podem aparecer nas questões de Biologia do Enem ou de seu vestibular! Veja este super post com vídeo-aula do professor Artur Ramos e dicas da professora Juliana Evelyn dos Santos: https://blogdoenem.com.br/biologia-peixes/

Asas: As aves possuem os membros anteriores transformados em asas, utilizadas para impulsionar o voo ou planar, na maior parte das espécies. Há espécies que não voam, como os pinguins, nas quais as asas estão adaptadas ao nado, ou as avestruzes que possuem as asas atrofiadas e os membros posteriores adaptados à corrida.

Esqueleto: As aves possuem grande parte do esqueleto formado por ossos ocos, chamados de ossos pneumáticos. Estes ossos possuem baixa densidade, o que diminui o peso das aves, facilitando o voo. Além disso, a cauda é muito curta e as cinturas escapular e pélvica são fundidas à coluna, compactando o corpo do animal. Nas aves que voam, o externo apresenta uma expansão, chamada de quilha ou carena. Esta expansão serve para o ancoramento dos fortes músculos peitorais necessários para o batimento das asas. Outra característica interessante das aves é que elas não possuem dentes, o que também diminui seu peso.

Revise as Aves e suas adaptações ao voo - Biologia

Revise as Aves e suas adaptações ao voo - Biologia

Dica 4: Revise também a Classe dos anfíbios! Veja este post cheio de curiosidades e características dessa classe com super dicas da professora Juliana Evelyn dos Santos: https://blogdoenem.com.br/biologia-anfibios/

Sacos aéreos: Os pulmões das aves são compactos e possuem pouca capacidade de expansão. Porém, eles estão ligados a órgãos chamados de sacos aéreos, que penetram e preenchem vários espaços do corpo, tendo ligações, inclusive, com os ossos pneumáticos. Esses sacos aéreos ajudam a reservar ar, tão necessário para o desenvolvimento do voo (uma vez que é uma atividade que exige muita energia, requerendo grandes quantidades de oxigênio), assim como também contribuem para diminuir a densidade do corpo das aves.

Ausência de bexiga urinária: As aves não possuem bexiga urinária. Sendo assim, não armazenam urina. Isso diminui o peso das aves durante o voo.

Dica 5: Que tal revisar também os conceitos e características básicas do Reino dos Animais? Então, veja este super post com vídeo-aula do professor Rubens Oda e dicas da professora Juliana Evelyn dos Santos: https://blogdoenem.com.br/biologia-reino-animais/
Dica 6: Precisa revisar mais conteúdos de biologia? Veja os vídeos de Biologia da Khan Academy já traduzidos para o Português pela equipe da Fundação Lemann no http://www.fundacaolemann.org.br/khanportugues/#videos
Dica 7: Quer treinar seus conhecimentos em Biologia? Baixe esta apostila de biologia gratuitamente! https://blogdoenem.com.br/biologia-enem-apostila-gratuita/
Juliana Biologia Enem
Os textos e exemplos acima foram preparados pela professora Juliana Santos para o Blog do Enem. Juliana é formada em Ciências Biológicas pela Universidade Federal de Santa Catarina. Dá aulas de Ciências e Biologia em escolas da Grande Florianópolis desde 2007. Facebook: https://www.facebook.com/juliana.evelyndossantos.