Mulheres dominam 58,3% das 7,1 milhões de inscrições no Enem 2013

Se o Enem 2013 tem sexo, é feminino. Se tem cor, é pardo. Perfil dos candidatos feito pelo MEC revela também que maioria fez Escola Pública.

O perfil da maioria dos candidatos que vai fazer o Enem 2013 é composto por mulheres, pardos e candidatos que fizeram o Ensino Médio regular, segundo dados divulgados pelo Ministério da Educação (MEC) na última sexta-feira (7).

Nesse ano, o número de inscritos que se autodeclararam pardos superou o de brancos. O contingente de pardos neste ano será de mais de 3,1 milhões (43,4%). No ano passado, foram 2,4 milhões (41,4%). O grupo de brancos continua expressivo, mas ficou em 2,8 milhões (39,5%). Em 2012, esse número foi de 2,4 milhões (41,8%). Os candidatos que se autodeclararam negros, conforme nomenclatura usada pelo IBGE, alcançaram quase 890 mil. Inscritos da cor amarela foram 160 mil e indígenas, 124 mil.

Dos mais de 7,1 milhões de inscritos no Enem 2013, 4,1 milhões são do sexo feminino, ou 58,3%. Na edição de 2012, elas também já dominavam o exame e o percentual foi equivalente: 58,9% em relação ao total dos 5,7 milhões de inscritos no ano passado.

Mais de 5 milhões de candidatos que vão fazer essa edição do exame concluíram o Ensino Médio regular.

O número de candidatos do Enem 2013 ficou acima do esperado pelo MEC, o que exige um maior cuidado com a logística e segurança do exame. “No passado teve um crescimento expressivo e não tivemos nenhum tipo de problema nem vazamento de prova. Na China, prenderam 1.500 pessoas por conta de fraude. Aqui mesmo no Brasil houve exames pequenos que tiveram problemas monumentais. Nós não tivemos nenhum problema de segurança. Vamos repensar a logística, mas já estamos nos preparando para isso”, disse o ministro da educação, Aloizio Mercadante.

Do total de inscritos, cerca de 2 milhões pagaram a taxa de inscrição. O restante dos inscritos foi beneficiado com isenção por serem alunos de escola pública. O ministério não informou, porém, quanto a pasta precisará destinar para cobrir os custos do exame. “Certamente, haverá um aumento de investimento, mas o custo por aluno deverá ser mantido, que, no passado, ficou em torno de R$ 47.”

Enem 2013

Agora que você já sabe tudo sobre o Enem 2013, que tal conhecer nossa rede de blogs?

– Blog do Fies

– Blog do Prouni

– Blog do Sisu

Gostou do post? Use os botões abaixo e ao lado para espalhar por suas redes sociais (sabemos que o Facebook está aberto ai no cantinho do seu computador). E, claro, também usar os espaços para comentários abaixo, deixando sua critica, sugestão e também xingamentos.

Nossas redes sociais são:

Facebook: /RedeEnem (Clique AQUI para saber como receber TUDO sobre o Enem 2013)

Twitter: @RedeEnem

Canal no Youtube: Rede Enem

Google+ : Rede Enem

 

Fonte: UOL Educação