MEC cria 38 mil vagas em universidades federais no Norte e Nordeste

Mais oportunidade para você! Para o Governo, criação das 4 universidades federais terá papel importante na diminuição das desigualdades da região

A presidente Dilma Rousseff sancionou ontem uma lei que cria mais quatro universidades federais no país: a do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa), do Oeste da Bahia (UFOB), do Sul da Bahia (UFESBA) e do Cariri (UFCA), no Ceará. Juntas, as quatro instituições terão 145 cursos e abrirão 38,3 mil novas vagas para estudantes até 2018. As leis foram publicadas na edição de hoje do  Diário Oficial da União.

A Universidade Federal do Cariri terá 27 cursos e deverá receber 6,5 mil estudantes, com campi nos municípios Juazeiro do Norte, Barbalha e Crato.

Com a Universidade Federal do Oeste da Bahia, além da sede em Barreiras, haverá campi em Bom Jesus da Lapa, Barra e Santa Maria da Vitória. Ao todo, serão 35 cursos e 7,9 mil estudantes.

A Universidade Federal do Sul da Bahia terá 36 cursos para 11,1 mil estudantes na sede, em Itabuna, e nos campi dos municípios de Porto  Seguro e Teixeira de Freitas.

Na Região Norte, a Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará terá campi em Marabá, Rondon do Pará, Santana do Araguaia, São Félix do Xingu e Xinguara. A nova instituição poderá receber 12,8 mil estudantes e oferecerá 47 cursos.

Nota do Enem e Lei de Cotas nos critérios de ingresso.

As novas universidades serão obrigadas a cumprir a Lei de Cotas, que prevê até 50% das vagas das instituições federais para alunos de escolas públicas. Vale escola municipal, estadual ou federal. Veja aqui uma explicação sobre a Lei de Cotas.
E, como já ocorre na maioria das instituições federais, as novas universidades, quando passarem a fazer os processos seletivos pelo Sisu, vão escolher os alunos das Cotas ou fora das Cotas a partir da nota do Enem. Veja aqui o que é e como funciona o Sisu.
 
Ceará e Pará ganham cinco unidades cada. Bahia, oito.
A nova Universidade do Cariri terá câmpus nas cidades de Ipó, Santo Brejo, Juazeiro do Norte, Barbalha e Crato. Os dois primeiros ainda serão construídos, e os demais serão desmembrados da Universidade Federal do Ceará.
No Pará não será diferente, um câmpus nasce por desmembramento da Universidade Federal do Pará em Marabá, e serão criadas novas unidades em Xinguara, Rondon do Pará, Santana do Araguaia, e São Félix do Xingu.
A criação da UFOB, Universidade Federal do Oeste da Bahia, já foi divulgada pelo Blog do Enem, e será criada com câmpus totalmente novos em Barra, Bom Jesus da Lapa, Santa Maria da Vitória e Luiz Eduardo Magalhães. A sede ficará em Barreiras. Já no Sul da Bahia, com a UFESBA, os câmpus serão em Itabuna, Porto Seguro, e Teixeira de Freitas. Veja aqui o post sobre a criação de 7 mil vagas na UFOB.
Post escrito por Lilian Koyama, aluna de Jornalismo da Universidade Federal de Santa Catarina

Universidades federais

Agora que você já sabe tudo sobre as Universidades Federais, que tal conhecer nossa rede de blogs?

– Blog do Fies

– Blog do Prouni

– Blog do Sisu

Gostou do post? Use os botões abaixo e ao lado para espalhar por suas redes sociais (sabemos que o Facebook está aberto ai no cantinho do seu computador). E, claro, também usar os espaços para comentários abaixo, deixando sua critica, sugestão e também xingamentos.

Nossas redes sociais são:

Facebook: /RedeEnem (Clique AQUI para saber como receber TUDO sobre o Enem 2013)

Twitter: @RedeEnem

Canal no Youtube: Rede Enem

Google+ : Rede Enem