As dicas que sempre valem para a Redação Enem e dos Vestibulares

A hora da redação é sempre agora. Não tem dia e nem hora para você analisar um Tema e pensar em como fazer a Introdução, o Desenvolvimento, e a Conclusão. Então, veja as dicas do professor Wilson Rochenbach Nunes para um texto nota mil!. Elas podem ajudar você nessa conquista. Assista às videoaulas também. Vem!

Na redação, para você encarar com segurança as exigências da banca de correção, é preciso levar sempre em consideração quatro aspectos na hora de elaborar o seu texto durante as provas do Vestibular, do Enem, ou do Encceja:

  1. O tipo de texto;
  2. A sua abordagem do tema;
  3. estrutura  do texto;
  4. A forma correta de expressão.

Veja como trabalhar cada um destes critérios:

1 – O Tipo de texto: Não se esqueça de que no Enem você deve fazer uma dissertação no estilo de um texto dissertativo-argumentativo. Nele, você deve defender uma tese, um ponto de vista, e usar argumentos que justifiquem por que você pensa daquela forma, e ainda convencer o seu leitor, ou tentar convencê-lo, com suas razões, a concordar com seu ponto de vista.

Já em outros vestibulares importantes como da USP (Fuvest), da UFSC, UFRGS, UFSCar e outras universidades públicas a proposta para o texto solicitado pode variar desde uma crônica ou uma Descrição.

Além disso, o candidato deve demonstrar a habilidade de compreender a proposta da redação; para isso, é necessário ler com cuidado e atenção a proposta e os textos-base, jamais copie ou parafraseie partes deles. Organize bem a introdução para não fugir ao tema ou tangenciá-lo.

Um texto dissertativo é aquele que  que analisa, interpreta, explica e avalia dados da realidade. Esse tipo textual requer reflexão, pois as opiniões sobre os fatos e a postura crítica em relação ao que se discute têm grande importância.

2  – Como abordar o Tema da Redação

Constantemente percebe-se a confusão entre o que é assunto e o que é tema na Redação Eenem. Você deve tomar cuidado, pois se isso não ficar bem claro, você poderá zerar sua redação. Vamos entender o que é cada um, então:redação enem diferença entre Tema e AssuntoO assunto tem um significado mais amplo, mais genérico e pode ser desdobrado em temas. Observe, por exemplo: Cidadania, Ecologia, Terrorismo, Horário Político; todos são assuntos, não há delimitação.

Perigo! E se cair um Tema desconhecido?

Mas, e se na hora da prova o Tema da Redação for de outro planeta para você? E se você não souber nada de nada? – Muita calma nesta hora. Veja as dicas da professora Dani, de Floripa, sobre como elaborar um bom texto mesmo nesta situação bem difícil:

Muito boas as dicas da Dani. Agora, vamos voltar às orientações do Mestre Wilson Rochembach:

O tema é um recorte do assunto. Ele acarreta necessariamente um ponto de vista e dá margem à discussão. Não se esqueça de que nas redações são apresentados temas, portanto não fale da ideia geral, respeite o tema da Redação Enem.

Suponhamos que na sua proposta de redação há uma abordagem sobre cidadania, que no final culmina no tema solicitado: O direito e o dever de votar do cidadão.

Na introdução, para não fugir ao tema, você deverá contextualizá-lo dentro do assunto: Uma das formas do cidadão exercer sua cidadania é por meio do voto. A partir daqui, apresentar seu ponto de vista em relação ao voto e, por fim, apresentar os argumentos que sustentem sua tese na Redação Enem.

Você observou que a discussão não será acerca da cidadania em si, mas sobre o poder do voto para defendê-la? Então, não é facinho, facinho? Boa preparação para você na Redação Enem agora que já esclareceu o que é o Tema, e o que é o Assunto.

Tema x Assunto – Se ficou alguma dúvida, vai aqui uma nova forma de abordagem: O tema está contigo no assunto. Ou seja, o Assunto é de maior amplitude, tem característica mais global, enquanto o Tema é um determinado recorte ‘dentro do assunto’.

O segredo está na boa capacidade de leitura e interpretação do Enunciado da Redação, que será o seu ponto de instigação, o seu ponto de partida

Veja os estilos de Narração e Descrição:

3 – Narração: consiste em arranjar uma sequência de fatos na qual os personagens se movimentam num determinado espaço à medida que o tempo passa. O texto narrativo é baseado na ação que envolve personagens, tempo, espaço e conflito. Seus elementos são: narrador, enredo, personagens, espaço e tempo

A mesma professora do vídeo acima, da rede Meritus, fez um vídeo esmiuçando (o que??? Explicando… detalhar ao máximo) cada tipo textual, vamos ver o que ela diz sobre a Narração:

4 – Descrição: ação que você toma de descrever sobre algo ou alguém Então, sempre que você expõe com detalhes um objeto, uma pessoa ou uma paisagem a alguém, está fazendo uso da descrição.

Veja uma aula especial sobre como escrever um bom texto dissertativo argumentativo.

O texto dissertativo é temático, pois trata de análises e interpretações. Nesse tipo de texto a expressão das ideias, valores, crenças são claras, evidentes, pois é um tipo de texto que propõe a reflexão, o debate de ideias.

A objetividade é um fator importante, pois dá ao texto um valor universal, por isso geralmente o enunciador não aparece porque o mais importante é o assunto em questão e não quem fala dele.

É interessante que percebamos a semelhança e a proximidade entre o texto dissertativo e o argumentativo. O argumentativo tem a função de persuadir o leitor, convencendo-o de aceitar uma ideia imposta pelo texto. É o tipo textual mais presente em manifestos e cartas abertas, e quando também mostra fatos para embasar a argumentação, se torna um texto dissertativo-argumentativo e sabe onde este estilo híbrido de texto é exigido?

redação fonte hiperativo ponto com
veja aqui como fazer uma Redação

Na redação do Enem. É importante ou não é? É! Por isso, abaixo, temos um vídeo do canal “Aulas de português” que, apesar de focar nos concursos públicos, elucida de maneira bastante objetiva características básicas de um texto dissertativo-argumentativo.

Aula Gratuita de Redação Enem

Veja com a professora Tharen Teixeira, do canal Curso Enem Gratuito como elaborar um texto dissertativo-argumentativo:

Bacana, não é? E o legal desta aula, inclusive, é que ela já nos dá dicas para a redação. Está tudo interligado, minha gente, o conhecimento e aplicação dele no Enem é uma grande teia.

Dica 2 – Veja as dicas para produzir uma redação nota 10: https://blogdoenem.com.br/redacao-vestibular-nota-dez/

Estrutura: A redação deve ter, pelo menos, quatro parágrafos: um de introdução, dois de desenvolvimento e um de conclusão; cada um deles com início meio e fim. Uma forma prática, para que você não se atrapalhe é construir a introdução com a contextualização do tema, a apresentação da sua tese e dos dois argumentos que serão desenvolvidos um em cada parágrafo de desenvolvimento.

Observam-se também os aspectos da coesão textual (nas frases, períodos e parágrafos) e de coerência de ideias, e a capacidade de relacionar os argumentos a fim de elaborar um texto significativo.

Dica 3 – Veja como estruturar bem sua redação: https://blogdoenem.com.br/redacao-texto-organizada/

Expressão: Aqui, avaliam-se o domínio do padrão culto da língua e a clareza na expressão das ideias. A ortografia, a morfologia e a sintaxe são observadas, portanto evite usar gírias, frases clichês e frases muito longas. Use um vocabulário simples, de fácil compreensão e que expresse com objetividade, clareza e precisão a sua argumentação.

 

Valeu! E até o próximo! 

Wilson Redação
Este post foi elaborado pelo professor Wilson Rochenbach Nunes para o Blog do Enem. Wilson é formado em Letras pela Unilassale Canoas – RS e Mestre em Linguística Aplicada pela PUCRS. Dá aulas de Português para concursos em cursos da Grande Florianópolis e Grande Porto Alegre desde 2002.