Faltam:
para o ENEM

Crise de 29 e o Nazi-Fascismo – Aula de revisão para História Enem

Relembre tudo sobre a Crise de 29 e o Nazi-Fascismo em mais esta aula de revisão História Enem. Estude com a gente e fique preparado!

Entenda as consequências da 1ª Guerra Mundial e a Crise Econômica de 1929. Foi neste ambiente em que surgiu o Nazi-Fascismo na Alemanha. Hitler assume o poder e planta as sementes da 2ª Guerra. Confira abaixo.

 A crise de 1929 está profundamente relacionada com as consequências da Primeira Guerra Mundial e com os germes que viriam a gerar a 2ª Guerra Mundial. A economia americana vivenciava um momento de superprodução. Era um momento de extrema fartura e prosperidade aos americanos, pois dominavam os mercados devido aos altos preços ocasionados pela guerra. Mas, em 1929 há uma inversão completa na economia, gerando uma crise sem precedentes na escala mundial que alcançou.

Como motivos da Crise de 1929, podemos apontar a superprodução agrícola e industrial, e a queda das exportações devido a subsequente recuperação e desenvolvimento da indústria européia no pós-guerra. Além disso, é possível identificar uma saturação do mercado consumidor interno, ocasionando na alta de uma especulação financeira.História Enem

Em setembro de 1929, a Bolsa de Nova York iniciou uma venda de títulos, jogando as cotações para baixo. No dia 24 de outubro as vendas foram desenfreadas, fazendo com que muitas ações virassem ‘pó’ (jargão econômico para perda acentuada de valor). Com esta situação faliram bancos e indústrias importantes. Com o fechamento destas instituições, o desemprego aumentou nos Estados Unidos.

Ao assumir o poder em 1933 o presidente Franklin Roosevelt propôs o New Deal nos EUA. Este acordo em que o estado interviu diretamente na economia americana não recuperou totalmente o país, porém estabilizou a crise. A economia norte-americana somente estaria plenamente recuperada quando do início da Segunda Guerra Mundial.

O Fascimo Italiano

Após a 1ª Guerra a Itália atravessou uma crise econômica e social. Inflação, desemprego aliados à influência da Revolução Socialista Russa, estimularam os operários à radicalização.

Dentro do Partido Socialista aparece a figura de Benito Mussolini, favorável à participação italiana na 1ª Guerra. Isto lhe custou a expulsão do partido. Mussolini então, toma posições de direita e atitudes de comunicação de massa ritualizadas, inclusive com uniformes para os adeptos da causa, lançando as bases do fascismo.

O Fascismo tomou força por combater os movimentos comunistas que eram temidos pelo povo. Em maio de 1921, os fascistas elegeram 35 deputados, entre eles Mussolini, fundando o Partido Nacional Fascista. Este partido foi apoiado pelas grandes indústrias e latifundiários.

Em outubro de 1922, multidões de “camisas negras” fascistas marcharam sobre Roma. O rei Vitor Emanuel III, pressionado, demitiu o primeiro ministro e convidou Mussolini para formar novo ministério. De maioria fascista, o novo governo conseguiu plenos poderes e venceu as eleições de 1924. Nascia ali o germe de uma ditadura. Na prática a via democrática foi utilizada pra se chegar à ditadura italiana de Mussolini. Ele juntou-se a Hitler na 2ª Guerra Mundial.

Teve um fim trágico Benito Mussolini. Em abril de 1945, com a 2ª Guerra Mundial já praticamente encerrada com a Itália exaurida militarmente e rendida aos exércitos aliados sob a liderança dos Estados Unidos, os italianos promovem uma revolta popular e capturam Mussolini durante uma tentativa dele e da esposa para fugir para a Alemanh. Foram capturados no dia 27 de abril e executados no dia seguinte. Tiveram os corpos exibidos dependurados de cabeça para baixo (foto da APP).benito mussolini morto

Posts Relacionados ao Nazi-Fascismo

 1A 2² Guerra Mundial
2 – O Holocausto Judeu na 2² Guerra
3 – A Guerra Fria entre EUA e URSS
4 – A Crise de 29 e o Nazi-Fascismo

Veja o Nazismo Alemão

Como resultado da  derrota da Alemanha na 1ª Guerra Mundial foi  firmado o Tratado de Versalhos alemães se viram obrigados a pagar pesadas indenizações de guerra aos países vencedores. Além disso perdeu territórios e  teve exército reduzido.

Os partidos alemães de direita culpavam os comunistas, os socialistas e os judeus pelas penas impostas ao país. O Partido Nacional Socialista dos Trabalhadores Alemães, mais conhecido como Partido Nazista, era um destes países de direito da época. Por ser um partido contrário às graves operárias, recebeu apoio de poderosos grupos empresariais.

Em 1923, a Alemanha não conseguia mais pagar as dívidas e indenizações impostas com a derrota na 1ª Guerra Mundial. A economia perde força e o país vive um ciclo de inflação descontrolada.  1 dólar valia 8 bilhões de marcos alemães.

Já na condição de membro do Partido Nazista Adolf Hitler protagoniza uma tentativa de golpe durante uma reunião numa cervejaria, com o objetivo de assumir o poder no estado da Baviera. O Episódio ficou conhecido como ‘O Golpe da Baviera’, ou ‘Putsch da Cervejaria’. A manobra fracassou e Hitler foi condenado e preso. Durante os nove meses em que ficou na cadeia escreveu com ajuda de Rudolf Hess o livro Mein Kamp (minha luta), que viria a ser uma espécie de bíblia hitlerista para o que viria depois.

O presidente eleito em 1932 na Alemanha foi o Marechal Paul Von Hindenburg, herói alemão da 1ª Guerra. Ele começou o governo buscando saídas para que o pais superasse gradativamente do isolamento imposto pelos tratados da 1ª Guerra. Os nazistas tinha ficado em segundo lugar na eleição presidencial. Hitler, o candidato dos nazistas, tinha conseguido 36,1% dos votos, perdendo para Hindemburg que chegou a 53,1%. Mas a pressão política dos nazistas era incansável para que participassem do poder.

Os nazistas eram indivualmente o maior partido na Alemanha, apesar de minoritários no conjunto do parlamento. O partido era organizado autonomamente numa estrutura militarizada, apoiados por uma máquina de propaganda idealizada por Joseph Goebbels, e que atraia o apoio eleitoral das grandes massas de desempregados geradas pelos reflexos na Europa da crise de 1929 nos Estados Unidos.

Em 1928, por exemplo, os nazistas fizeram 12 cadeiras no parlamento. Mas, em 1930, com a propaganda focada nos efeitos da Crise de 1929, chegaram a 107 cadeiras. Hitler também se cercou com antigos militares como Heinrich Himmler, que viria a ser o criador da SS (Tropas de Elite do Exército Nazista).

Após um período de crise política e social o presidente Hindenburg nomeia o seu ex-adversário Hitler como o novo Chanceler (1º Ministro) em 30 de janeiro de 1933.  Já sob as ordens de Hitler tem início um ciclo de perseguição aos comunistas, acusados de um incidente de incêndio. Numa escalada política Hitler desfaz o Gabinete de Governo (ministros) e cria uma hegemonia política do partido nazista. Em 1934 morre o presidente Hindenburg, e Hitler consolida os poderes na escalada da ditadura nazista na Alemanha.

Hitler galvaniza as atenções dos alemães com políticas de unidade nacional, de superioridade da raça ariana, de combate a inimigos internos (judeus) e externos (comunistas), de incentivo à tecnologia militar, e de discursos em prol da recuperação ‘da moral alemã’ após o que ele chamava de humilhações impostas pelo Tratado de Versalhes. Tudo isso somado resultou no início da 2ª Guerra Mundial.

Adolf Hitler morreu em 30 de abril de 1945, no interior do bunker (fortaleza) que o protegia em Berlim. Informado da chegada do Exército Soviético em Berlim ele cometeu suicídio e teve o corpo incinerado por soltados nazistas. Há duas hipóteses para a morte de Hitler: Suicídio por arma de fogo, ou suicídio por envenenamento, com uma capsula de cianeto.

Características do Fascismo:

Como você observou há muitas semelhanças entre Hitler e Mussolini, tanto nos métodos políticos quanto na prática de governo. Em linhas gerais um governo fascista tem as seguintes características:

– Nacionalismo exacerbado;
– Limitação das liberdades políticas (civis);
– Eliminação de adversários e criação de um partido único;
– Culto ritualizado à personalidade do líder ou ao próprio Estado;
– Campanhas de mobilização em massa em prol da reconstrução do país.

Saiba mais sobre Crise de 29 e o Nazi-Fascismo nestas aulas do canal hexagmedicina, disponível no Youtube. Após assistir, revise o que você aprendeu respondendo aos nossos desafios!

Desafios para você responder e compartilhar as soluções.

Questão 01

Em 1933 a classe média alemã estava amedrontada em relação aos:

a) liberais

b) sociais democratas

c) nacionalistas

d) comunistas

e) conservadores

Dica 1 – Relembre tudo sobre a Revolução Russa em mais esta aula preparatória para a prova de História Enem. Estude com a gente para o Exame Nacional do Ensino Médio! – https://blogdoenem.com.br/revolucao-russa-historia-enem/

Questão 02

A ascensão de Hitler ao poder, no início dos anos trinta, ocorreu:

a) pelas mãos do exército alemão, que quis desforrar-se das humilhações impostas pelo Tratado de Versalhes.

b) através de uma ação golpista cuja ponta da lança foram as forças paramilitares do Partido Nazista.

c) em consequência de uma aliança entre os nazistas.

d) a partir da sua convocação pelo presidente Hindenburg, para chefiar a coalizão governamental.

e) através de uma mobilização semelhante a que ocorreu na Itália, com a marcha de Mussolini sobre Roma.

Dica 2 – Fique preparado para a prova de História Enem com esta aula sobre as Revoluções Mexicana e Chinesa. – https://blogdoenem.com.br/revolucao-mexicana-e-chinesa-historia-enem/

Questão 03

Quais dos fatores a seguir contribuíram para a ascensão do fascismo na Itália, durante a década de 20?

a) Antinacionalismo e ascensão do proletariado.

b) Crescimento econômico e fortalecimento do poder real.

c) Ascensão do campesinato e expansão colonial.

d) Nacionalismo e crise econômica.

e) Fortalecimento do liberalismo e aliança ítalo-russa.

Dica 3 – Já estudamos sobre a Era Vargas ainda na República Velha. Revise nesta aula de História Enem sobre a Constituição de 1937, a Censura e o fim do Estado Novo – https://blogdoenem.com.br/brasil-republica-era-vargas-2-historia-enem/

Questão 04

A política econômica denominada “New Deal”, como solução da Crise de 29, foi liderada pelo presidente Franklin Roosevelt. Assinale a alternativa correta:

a) O Estado passou a não intervir na economia, ampliando o poder das empresas privadas.

b) Criaram-se leis, aumentando a jornada de trabalho para diminuir a inflação.

c) Diminui-se o investimento em obras públicas para controlar a inflação.

d) Acabou-se com seguro desemprego, que só estimulava a corrupção.

e) Foi um programa econômico essencialmente conservador, pois procurava recuperar o capitalismo americano, limitando a liberdade de cada empresa.

 

Você consegue resolver estes exercícios? Então resolva e coloque um comentário no post, logo abaixo, explicando o seu raciocínio e apontando a alternativa correta para cada questão. Quem compartilha a resolução de um exercício ganha em dobro: ensina e aprende ao mesmo tempo. Ensinar é uma das melhores formas de aprender!

compartilhe